Bicha Oca causa e impressiona Curitiba

João Matos e Rodolfo Lima apresentam Bicha Oca em Curitiba: muitos aplausos - Foto: Anderson Zeg/Divulgação

O ator e diretor Rodolfo Lima está de alma lavada. Ele encerrou, nesta quarta (4), as apresentações de seu espetáculo Bicha Oca no Fringe, a mostra paralela do Festival de Curitiba.

Esta foi a primeira vez que a obra, que já esteve em cartaz em São Paulo e na Bahia, participou do maior evento teatral brasileiro.

Nela, ele vive Alceu, um homossexual velho e de pensamentos conservadores. Ainda está em cena João Matos, como o jovem namoradinho do protagonista.

Com forte carga dramática acentuada por uma segura interpretação de Rodolfo Lima, Bicha Oca sempre mexe com a plateia ao discutir o lugar do homossexual na sociedade. E em Curitiba não foi diferente.

Em uma das sessões no Teatro Cultura houve até briga de casal durante a encenação, já que a mulher queria ficar e o homem, impressionado sabe-se lá com que, queria ir embora a todo custo. Mas, ficou. Ao fim, a mulher foi saudar o elenco. Seu companheiro, ainda mexido com a obra, manteve-se em silêncio.

Ao Atores & Bastidores, Lima demonstra toda sua satisfação com o sucesso curitibano.

– Apresentamos o espetáculo em sua completude. Cheguei aonde queria e podia.

Você pode gostar...

1 Resultado

  1. abril 6, 2012

    […] Bicha Oca causa no Festival de Curitiba Espalhe por aí: […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *