O Retrato do Bob: a elegância mineira de Débora

Por Miguel Arcanjo Prado
Foto de Bob Sousa

O retrato desta semana de Bob Sousa é simplesmente o da atriz mais vista pelo Brasil. Todas as noites, entra na casa de milhões de pessoas, na pele de Nina, protagonista do sucesso Avenida Brasil (Globo).

Débora Falabella é daquelas mineirinhas que conservam a velha elegância da terra natal. Antes de posar para Bob, ela revelou ao Atores & Bastidores que, assim que a novela terminar, voltará aos palcos com O Amor e Outros Estranhos Rumores, entre janeiro e março de 2013, no Rio. Depois, o espetáculo chegará a São Paulo, onde Débora e seu Grupo 3 de Teatro, apresentarão ainda A Serpente e O Continente Negro, para celebrar os oito anos da companhia.

O grupo é uma parceria da atriz com os amigos mineiros Yara de Novaes e Gabriel Paiva. Enquanto o palco não vem, Débora acompanha de tiete as sessões da peça Maria Miss. A adaptação do conto de Guimarães Rosa dirigida por Yara de Novaes tem o namorado dela, Daniel Alvim, no elenco, no Teatro Eva Herz, em São Paulo.

Apaixonada, Débora diz que vai lá “ver o amado”. Filha do grande ator mineiro Rogério Falabella e irmã da também atriz Cynthia Falabella, Débora jamais deixou os palcos. Coisa de gente inteligente. E promete nova peça com o Grupo 3 para o segundo semestre de 2013. É por tanto empenho artístico que ela sempre rouba a cena em qualquer lugar que passa. Mais do que merecido.

Elegante e inteligente, Débora Falabella é a síntese do talento mineiro - Foto: Bob Sousa/Divulgação

Veja também:
O Retrato do Bob: um olhar para novos talentos

Você pode gostar...

15 Resultados

  1. JU disse:

    Pena q a NINA é uma MALA!!!rsrsrss

  2. Paula W disse:

    Uau…. Gabriel.. VC elogiando alguém??? Quando estava substituindo a Fabíola vc era um SACO…
    Quando a Debora – a maioria das vezes (quando ela aparece) ela está dentro dos conformes… Porém – de vez em quando ela faz a linha hiponga que não lhe caia bem… Ou seja uma mulher como outra qualquer! Há coisa de uns dois meses ela estava muito “descombinada” – mas ela pode tudo.. Aliás isto não pé para o blog do Sarti? hihihi Eu heim … bjkas… PW

  1. Maio 28, 2012

    […] O Retrato do Bob: a elegância mineira de Débora […]

  2. Maio 31, 2012

    […] O Retrato do Bob: Débora Falabella […]

  3. Maio 31, 2012

    […] O Retrato do Bob: Débora Falabella […]

  4. junho 1, 2012

    […] O Retrato do Bob: Débora Falabella […]

  5. junho 2, 2012

    […] O Retrato do Bob: Débora Falabella […]

  6. junho 4, 2012

    […] O Retrato do Bob: Débora Falabella […]

  7. junho 5, 2012

    […] O Retrato do Bob: Débora Falabella […]

  8. junho 6, 2012

    […] O Retrato do Bob: Débora Falabella […]

  9. junho 6, 2012

    […] O Retrato do Bob: Débora Falabella […]

  10. junho 7, 2012

    […] O Retrato do Bob: Débora Falabella […]

  11. junho 11, 2012

    […] No Grupo Encena, onde ficou por mais de dez anos, aprendeu todas as etapas de um espetáculo: da bilheteria aos aplausos. Depois veio a Odeon, onde fez história, e o recente Grupo Três de Teatro, que ela criou em parceria com os também mineirinhos Gabriel Paiva e Débora Falabella. […]

  12. junho 22, 2012

    […] mineiro Muita gente elogia o trabalho de Débora Falabella em Avenida Brasil. O que pouca gente sabe é que a diretora Yara de Novaes, mineira radicada em […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *