Alinne Moraes tenta ficar feia no teatro

A bela quer virar feiosa: Alinne Moraes dá salto na carreira com Nelson Rodrigues - Foto: Henrique Fischer/Div.

Por Nina Ramos, do R7, no Rio

Uma mulher linda. Tão linda que sente até remorso pela beleza perfeita. Tanto que chega a desejar ser feia como as primas para ter uma vida digna e mais tranquila – apesar de amar suas qualidades. Não bastasse a mistura de esplendor e neurose, ela quer mudar de vida e abandonar a prostituição. Essa é Dorotéia, do centenário Nelson Rodrigues.

E é emblemático que seja representada por Alinne Moraes. Apesar de não confessado por ela, arrisco a afirmação de que a atriz aceitou o papel da beldade criada por Nelson Rodrigues não só para adquirir conhecimento de palco. Deve ter alguma relação com a aflição de Dorotéia.

Tanto que, em cartaz no Teatro Poeira, no Rio de Janeiro, a atriz impressiona não apenas pelo visual, sempre estonteante, mas também pelo trabalho cênico apresentado.

Elenco de Dorotéia - Foto: Henrique Fischer

Alinne afirmou, meses atrás, que havia recusado a participação no remake de Guerra dos Sexos para “crescer no teatro”. Fez a escolha certa e mostra a que veio.

Dorotéia é uma jovem que, ao contrário das mulheres de sua família, consegue enxergar os homens desde criança e se entrega à vida de prostituição.

Mas, quando perde o filho, decide voltar para a casa dos parentes e tentar colocar os desejos no passado. Para isso, uma das condições é se encher de chagas e acabar com sua perfeição física.

Ao lado da musa está um time para ninguém colocar defeito: Gilberto Gawronski (Dona Flávia), Alexandre Pinheiro (Carmelita), Paulo Verlings (Maura), Keli Freitas (Das Dores) e Marcus Majella (Dona Assunta de Abadia).

A direção, muito bem feita, por sinal, é de João Fonseca.  Ele consegue dar unidade ao elenco e ainda renovar o clássico. Outro detalhe que vale o ingresso é a trilha sonora, que dá frescor ao texto com músicas atuais de grandes cantoras da atualidade, como Beyoncé e Lady Gaga.

Dá para dar boas risadas com o paralelo entre texto e canção. Um exemplo é quando as três primas feias dançam juntas em um ataque de heresia ao som de Single Ladies, de Beyoncé.

Este texto não poderia chegar ao fim sem antes aplaudir o fato de as três primas beatas serem representadas por homens. O tom de humor se evidencia com a apropriada escolha e sai do comum em um texto que, convenhamos, não é o melhor de Nelson.

Aplausos também para a cenografia de Nello Marrese e figurino cheio de personalidade de Thanara Schönardie. A temporada segue até 25 de julho no Rio. Depois, o time deve iniciar temporada em São Paulo.

[r7_poll id=1978]

Dorotéia
Avaliação: Muito bom
Quando: Terças e quartas, 21h. Até 25/7/2012.
Onde: Teatro Poeira (rua São João Batista, 104, Botafogo, Rio de Janeiro, tel. 0/xx/21 2537-8053)
Quanto: R$ 50 (inteira), R$ 25 (meia)
Classificação: 14 anos

Descubra agora o segredo de cada miss

Prêt-à-Porter 10 reproduz vida medíocre


O Retrato do Bob: o ruivo retorno de Mariana Hein

O Retrato do Bob: a doce brutalidade de Otto Jr.

Por trás do pano – Rapidinhas teatrais

Magiluth em SP: seis homens moram juntos no Minhocão para viver de teatro

Você pode gostar...

1 Resultado

  1. Maria Clara disse:

    mas essas atrizes da globo querem tudo. até ser feias. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *