O Retrato do Bob: o charme de Giordano Castro

Por Miguel Arcanjo Prado
Foto de Bob Sousa

O ator Giordano Castro, de 26 anos, tem olhar profundo, sorriso farto e personalidade com sotaque pernambucano. Viciado em sorvete, empresta seu excesso de charme às três peças que o Magiluth apresenta na Funarte de São Paulo até o fim do mês.

É o único do grupo de seis meninos do Recife que está nas três montagens: Um Torto, O Canto de Gregório e Aquilo que Meu Olhar Guardou para Você. Interpreta com tanto talento e verdade, que às vezes o público duvida que ele esteja mesmo atuando. Coisa de quem nasceu para o palco.

Giordano é ariano com ascendência em escorpião. Diz que acredita um pouco nisso. Nascido em 7 de abril de 1986, o teatro chegou em sua vida como escolha acadêmica: só pisou no palco já aluno do curso de artes cênicas da UFPE (Universidade Federal de Pernambuco). Foi lá que encontrou seus pares para formar o Magiluth (ele é o Gi da história).

Logo viciou em teatro. Ao ponto de viajar para acompanhar festivais teatrais Brasil afora (no palco ou na plateia), mesmo morrendo de medo de avião. Mesmo quando o mundo diz que não vai dar certo, persiste no teatro com sua turma. Há oito anos. Além do palco em miscelânea com os amigos, cuida da parte da comunicação e da dramaturgia.

Quando não está em cena nem nos braços da namorada, Thaysa Zooby, gosta de tocar violão. É fã de MPB. Curte Cartola, Benito di Paula, Otto e as novidades pernambucanas Academia da Berlinda e Eddie.

— O violão é um hobby bem meu e não entra ainda na história do grupo.

Também gosta de ler contos e crônicas. Cita Marcelino Freire, Fernando Bonassi, Marcel Aquino e Miró, um poeta da cena marginal recifense que adora. Atualmente, por conta da temporada paulistana, mora em um apartamento com os amigos no centro de São Paulo, defronte ao Minhocão.

São os Novos Pernambucanos.

Entre teatro, livros, discos, amor e amigos, só tem uma confissão a fazer antes de posar para a lente de Bob Sousa.

— Sou feliz. Muito.

O ator Giordano Castro: o charme pernambucano entre nós - Foto: Bob Sousa

Veja todos os Retratos do Bob

Leia a reportagem sobre o Magiluth em SP

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *