Por trás do pano – Rapidinhas teatrais

Por Miguel Arcanjo Prado

Galã na direção
Fábio Assunção, na foto ao lado, está concentradíssimo nos ensaios do espetáculo O Expresso do Pôr do Sol, que vai marcar sua estreia como diretor teatral. A obra, que ele também produz, estreia em 1° de setembro, no Tucarena, em São Paulo.

Só gente boa
Fábio, que não é bobo nada, cercou-se de um belo time. Cacá Amaral e Guilherme Sant’Anna estão no elenco. O texto original do escritor norte-americano Cormac McCarthy foi traduzido por Nelson Amorim e adaptado para os palcos por ninguém menos que Maria Adelaide Amaral. Fabio Namatame já costura o figurino, e Caetano Vilela começa a acertar a luz. Coisa fina.

Sem nervosismo, gente
O diretor Roberto Alvim, sempre verborrágico, foi sucinto em autodefinir seu trabalho: “O que estamos fazendo é impedindo as pessoas de dizer o que é o teatro. Isso irrita alguns.” Recado dado.

Magro
Consagrado, o espetáculo Luis Antonio – Gabriela voltará ao cartaz em São Paulo no segundo semestre. O ator Marcos Felipe, o protagonista, comemora os resultados de uma dieta.

O amor é lindo
Satisfeito com a boa acolhida do espetáculo Adeus à Carne ou Go to Brazil, o diretor Michel Melamed costuma protagonizar cenas de romance com sua musa, a bela Bruna Linzmeyer, na cantina Piolin, no Baixo Augusta. É de enternecer até o mais arredio garçom.

Minas com Campinas
A mineirinha Grace Passô assina a direção do novo espetáculo do Lume Teatro, de Campinas. A obra se chama Os Bem-Intencionados e tem criação colaborativa dela com a trupe. Estreia em São Paulo nos próximos dias 27 e 28, no salão de baile da União Fraterna, dentro da Mostra Sesc de Artes. A peça conta a história de um grupo que tenta entender por que quer ser artista. A partir de 1° de agosto aporta no Sesc Pompeia. Tem de ir.

Quase um soviético
A quem interessar possa, o ator Ivam Cabral curte férias até o fim deste mês na Rússia. Só para quem pode.

Vestido de Noiva
Falando no Ivam, o sensível fotógrafo André Stéfano fez o registro do novo elenco dos Satyros para a remontagem de Vestido de Noiva, que celebrará Nelson Rodrigues no Rio. Norma Bengell, cadeirante e falida, foi substituída por Helena Ignez, outra bela do passado. Phedra D. Córdoba continua na obra, diva e linda.

Os Satyros levam seu Vestido de Noiva para o Rio - Foto: André Stéfano

Cristiano Kunitake, o bravo samurai do teatro

Veja dicas da Agenda Cultural do Record News SP

Peça desvenda o homem Kurt Cobain

Satyros’ Satyricon faz túnel sexual no submundo

Sérgio Ricardo assina musical do Nós do Morro

SP Escola de Teatro apresenta novidades no palco

O Canto de Gregório coloca o homem em xeque

Por trás do pano – Rapidinhas teatrais

Malu Mader aplaude amiga Maria Luisa Mendonça

Nando Viana mostra stand-up gaúcho em São Paulo

Saiba quem já concorre ao Prêmio Shell no Rio e SP

Em mês olímpico, atores correm 42 km no palco

Surdos ganham linguagem de sinais nos teatros

Véspera tem filosofia de botequim em meio ao caos

Descubra agora o segredo de cada miss

Viva Zélia Gattai!

O Retrato do Bob: o charme de Giordano Castro

Conheça a musa e o muso do teatro de junho

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *