Exposição recria em maquetes ambientes da obra de Nelson Rodrigues na praça Roosevelt (SP)

Uma das maquetes da mostra sobre Nelson Rodrigues - Foto: Divulgação

Por Miguel Arcanjo Prado

Tudo bem. O centenário de Nelson Rodrigues, no próximo dia 23, provocou uma avalanche de homenagens ao mestre. Mas não poderia ser diferente diante da importância da obra dele para nosso teatro.

É bom aproveitar a maré para conhece-lo melhor e ver novas possibilidades e inspirações que surgem diante de seus textos, já clássicos.

Foi pensando nisso que a SP Escola de Teatro resolveu transformar as influências de um texto rodrigueano em uma exposição, que será aberta neste sábado (11).

Nelson Rodrigues: Toda Nudez Será Castigada poderá ser vista até 8 de setembro, de terça a sexta, das 10h às 21h, e aos sábados, das 10h às 18h. Com entrada gratuita na sede da escola na praça Roosevelt, 210, no centro de São Paulo.

A mostra tem 15 maquetes criadas ao longo do primeiro semestre por alunos da escola, sob comando de J.C. Serroni, que coordena os cursos de cenografia, figurino e técnicas de palco da instituição e assina a curadoria da exposição.

Elas foram inspiradas na obra Toda Nudez Será Castigada, como conta Serroni em conversa exclusiva com o R7.

— São 15 projetos ao todo. Cada um é composto pela maquete, texto e todo o processo de criação ilustrado.

O curador revela que os aprendizes de técnicas de palco criaram uma cenografia especial para a exposição, que recria o universo de Nelson Rodrigues. A maioria deles faz sua primeira exposição.

— A mostra tem a atmosfera dele; a escrivaninha, a máquina de escrever, grandes frases e 30 fotos do artista. O pessoal da iluminação fez uma luz especial, e a turma da sonoplastia criou uma trilha especial com músicas e falas do autor.

A exposição vai inaugurar o espaço do teatro, no primeiro andar da sede da Roosevelt da SP Escola de Teatro, que também tem outra sede no bairro Brás.

Travesti mais famoso do teatro volta a SP

Estreia de musical com obra de Milton Nascimento fortalece “Broadway nacional”

O Retrato do Bob: Paulo Cruz, um ator em constante experimentação

Por trás do pano – Rapidinhas teatrais

O Retrato do Bob: Einat Falbel, toda a força de uma atriz pós-desilusão
 

Descubra agora o segredo de cada miss

Por trás do pano – Rapidinhas teatrais

Mito morto há 60 anos, Evita foi atriz consagrada

Musical sobre Milton Nascimento custou R$ 1 milhão

Coluna do Miguel Arcanjo n° 183: Adeus, Playcenter

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *