Camille e Rodin é visto por 25 mil pessoas em cinco meses e prorroga temporada no Masp

Casal de escultores franceses é vivido por Melissa Vettore e Leopoldo Pacheco - Foto: Alexandre Catan

Por Miguel Arcanjo Prado

Tem gente por aí que adora dizer que não tem público para teatro. Mentira. Prova disso é o sucesso retumbante de Camille e Rodin, espetáculo protagonizado por Leopoldo Pacheco e Melissa Vettore.

Em apenas quatro meses, a obra escrita por Franz Klepper e dirigida por Elias Andreato foi vista por 25 mil pessoas. Tamanho êxito fez o produtor Ed Júlio resolver prorrogar a temporada até 9 de dezembro no Masp.

Para comemorar o feito, as apresentações dos próximos dias 23, 24 e 25 de novembro terão acompanhamento de música executada ao vivo por um quarteto de cordas, piano e flauta. Chiquérrimo.

O espetáculo conta a história tórrida e trágica do amor vivido pelos escultores franceses Camille Claudel e Auguste Rodin. Não haveria cenário mais apropriado do que o palco do Masp.

Camille e Rodin
Quando: Sexta e sábado, 21h. Domingo, 19h30. 75 min. Até 9/12/2012
Onde: Grande Auditório do Masp (av. Paulista, 1578, São Paulo, tel. 0/xx/11 3171-3267)
Quanto: R$ 20 (sexta) e R$ 30 (sábado e domingo)
Classificação: 12 anos

Leia também:

Fique por dentro do que rola no mundo teatral

Descubra tudo o que as misses aprontam

Tudo que você quer ler está em um só lugar. Veja só!

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *