Por trás do pano – Rapidinhas teatrais

Mel Lisboa, à esquerda, durante a peça Cine Cameleão, que integra a mostra - Divulgação

Por Miguel Arcanjo Prado

Mel na Cracolândia
A turma da Cia. de Teatro Pessoal do Faroeste abre no próximo dia 28 de novembro a mostra Quase Tudo na Boca do Lixo. Vão apresentar espetáculos de quarta a domingo, até 10 de fevereiro, na sede Luz do Faroeste, na rua do Triunfo, 305, na Luz. O ingresso é pague quanto quiser. Claro que terá uma pausa para festas de fim de ano, entre 23 de dezembro e 10 de janeiro. Mel Lisboa integra a trupe. Para ver a programação completa, clique aqui.

Não, obrigado
Ivam Cabral, diretor da SP Escola de Teatro e fundador dos Satyros, recebeu convite para fazer novela. Recusou.

De lá de Cuba
Os cubanos Reinaldo Montero e Sahily Moreda vão dar curso de escrita para teatro na SP Escola de Teatro. É de graça e as incrições estão abertas. As aulas serão de 10 a 14 de dezembro, das 10h às 13h. Saiba como tentar uma vaga.

Lésbica Disney
Depois de deixar a peça Mormaço, de Ricardo Inhan com direção de Zé Henrique de Paula, onde vivia uma punk lésbica espancada por skinheads, a atriz Juliana Calderon (foto) entrou para peça Disney Killer, em cartaz de quinta a domingo, no Centro Cultural São Paulo. Fica até 16 de dezembro. Saiba mais.

O Retorno
Falando de Mormaço, a peça volta ao cartaz dia 23 de novembro, em temporada gratuita, de sexta a segunda, às 21h, no Teatro do Núcleo Experimental, na rua Barra Funda, 637, em São Paulo. Apenas no domingo é às 19h. Tem de prestigiar os meninos.

Teatro do Oprimido
Às vésperas do Dia da Consciência Negra, Zumbi estreia no Sesc Pompeia, em São Paulo, nesta sexta (16), com a história de nosso herói da resistência à escravidão. O histórico texto de Augusto Boal e Gianfrancesco Guarnieri tem música de Edu Lobo e direção geral de João das Neves. A mineirinha Titane assina a direção musical. A montagem integra o projeto Pompeia conta Boal, dedicado ao nosso grande diretor. A peça fica até 9 de dezembro, de sexta a domingo. Saiba o serviço completo. Ah, viva Zumbi!

Coletivo Negro
Falando em consciência negra, você já viu Movimento Nº 1 – O Silêncio de Depois, em cartaz no Tusp. Está acabando! Leia a crítica aqui.

Em turnê
A Cia. dos Inquietos, do amigo da coluna Ed Moraes, apresenta a peça Limpe Todo o Sangue Antes que Manche o Carpete no Sesi de Santos. Será no dia 25 de novembro, às 19h. É de graça. Ah, eles estão em Sampa com a peça Um Verão Familiar, no Teatro Alfredo Mesquita, toda terça e quarta, às 21h. Vai, gente!

Lulu
O apresentador do Fantástico Zeca Camargo levou um belo amigo para ver a peça Lulu, do diretor norte-americano Bob Wilson, com a Berliner Ensanble, da Alemanha, no Sesc Pinheiros, nesta quinta (15), sessão das 17h.

Perdeu fôlego
O espetáculo Luis Antonio – Gabriela já não é mais o mesmo.

Gente boa reunida
Olhe aí ao lado os meninos do Núcleo Bartolomeu de Depoimentos, que serão dirigidos por Cláudia Schapira (será que ela é parente distante do russo Adolf Shapiro da mundana companhia?) no projeto Dramaturgias Urgentes, será nas duas próximas quintas, 22 e 29 de novembro, sempre às 20h, no CCBB de São Paulo. Aqui tem a programação completa para você se planejar.

Em casa

O espetáculo Terra de Santo vai para o Espaço dos Fofos, na Bela Vista, em São Paulo, a partir do dia 24. Bença.

Turma miúda
A peça infantil A Pequena Vendedora de Fósforos (foto) estreia no Teatro Dulcina, no Rio, neste fim de semana. Fica em cartaz às 16h de sábado e domingo. A atriz Dayse Pozato interpreta Maria, uma menina pobre que sonha em mudar de vida, tadinha. A criançada vai gostar e aprender muito.

Última chance
Atenção, paulistanos: só tem mais dois fins de semana do musical Primo Basílio, no Teatro Grande Otelo, na alameda Dino Bueno, 353. Sábado, 21h; domingo, 19h. Vale a pena conferir! A cena de tango (foto), dançada por Ligia Paula Machado e Luiz Araújo, é um charme à parte dessa cuidadosa produção.É preciso prestigiar os musicais nacionais. Cadê o patriotismo?

Gente de teatro
Olha aí, na foto abaixo, o querido da coluna Mario Viana. Jornalista, roteirista e dramaturgo dos bons, ele sempre está envolvido dos pés à cabeça com o bom teatro feito em São Paulo. Roteirista da Record, Mario também é referência quando o assunto é boa reportagem. Fez história em veículos como a Folha de S.Paulo, Estadão e Vejinha. Seu bom texto, além de estar no palco e na TV, ainda é disputado pelas redações. Frequentador assíduo dos melhores espetáculos, encontrar com Mario por aí é sempre garantia de papo inteligente e boas gargalhadas.

Leia também:

Fique por dentro do que rola no mundo teatral

Descubra tudo o que as misses aprontam

Tudo que você quer ler está em um só lugar. Veja só!

Você pode gostar...

1 Resultado

  1. Fernanda teixeira disse:

    Parabéns pela coluna, esta ótima!
    Bj
    Fernanda

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *