Atrizes brincam de verdade e mentira em A Nossa Gata Preta e Branca, que chega aos Parlapatões

Cléo de Páris (à esq.) e Maria Casadevall (à dir.) estrelam Nossa Gata Preta e Branca – Foto: André Stéfano

Por Miguel Arcanjo Prado

Quem estiver no Espaço dos Parlapatões a partir desta sexta (15) diante das atrizes Cléo De Páris e Maria Casedevall não saberá ao certo se elas atuam ou se contam histórias próprias.

Este é mesmo o objetivo da direção proposta de Tiago Leal, que assina sua primeira direção com a peça Nossa Gata Preta e Branca. O diretor conversou com o Atores & Bastidores do R7  e contou que a obra foi um encontro de amigos.

— Foi uma série de coincidências esta peça. A Cléo e eu trabalhamos juntos há sete anos nos Satyros [grupo de teatro paulistano]. E resolvemos fazer isso para as Satyrianas [festival teatral de primavera dos Satyros], pois eu não participava fazia muitos anos. A Cléo e a Maria me procuraram dizendo que tinham um título, não tinham a peça, mas que queriam que eu dirigisse [risos].

Diante da proposta, ele aceitou e as convocou para um processo criativo em conjunto. No desenrolar, viu as duas atrizes revelarem muitas coisas que gostariam de contar no palco. Contudo, Leal freiou o impulso verborrágico das meninas e, juntos, contruíram um roteiro no qual tudo se misturou, “para tornar o jogo mais interessante”, deixando o público sem saber ao certo o que é verdade ou mentira.

—É uma grande brincadeira que acabou virando um espetáculo. Apesar de já ter feito assistência de direção para o Rodolfo [García Vázquez] nos Satyros, esta é minha primeira direção só minha. Ainda não caiu a ficha, só vai cair, acho, no dia da estreia.

Ao assumir o palco dos Parlapatões, o projeto dos Satyros busca demonstrar ainda mais o caráter fraterno entre as duas companhias pioneiras na ocupação da praça Roosevelt, reduto do teatro alternativo no centro paulistano.

Além do roteiro e da criação em colaboração com o diretor, as duas atrizes assinam também os figurinos e adereços. César Genaro assume a iluminação. O espetáculo, a cara da praça, é apresentado no horário alternativo da meia-noite. Como teria de ser.

A Nossa Gata Preta e Branca
Quando: Sexta, à meia-noite. 50 min. Até 8/3/2013.
Onde: Espaço dos Parlapatões (praça Franklin Roosevelt, 158, Metrô República, São Paulo, tel. 0/xx/11 3258.4449)
Quanto: R$ 30
Classificação etária: 16 anos

A Nossa Gata Preta e Branca está em cartaz no Parlapatões, sextas, à meia-noite – Foto: André Stéfano

Leia também:
 
Fique por dentro do que os atores fazem nos bastidores
 
Descubra agora tudo o que as belas misses aprontam
 
Tudo que você quer ler está em um só lugar. Veja só!

Você pode gostar...

4 Resultados

  1. Felipe disse:

    Realmente o bom gosto impera aqui. Que blog mais caprichado! Uma verdadeira revista eletrônica. Parabéns mil, Miguelito! E que seleção de fotos primorosa!

  2. Felipe disse:

    Sem falar que Cléo e Maria parecem estar se divertindo muito durante a peça!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *