Grupo teatral vasculha diários de guerra no palco

Peça retrata os horrores da guerra por meio de relatos em diários – Foto: Ligia Jardim

Por Miguel Arcanjo Prado

Desde que foi publicado o relato cotidiano que  a menina Anne Frank fazia em seu diário enquanto se escondia com sua família do horror do nazismo, a visão para a 2ª Guerra Mundial jamais foi a mesma. 

A doce menina Anne, com sua simples escrita cheia de verdade, deu rosto e coração a uma história de perseguição de um povo.

Cinquanta anos depois, outro diário se tornou marco da literatura de guerra: o da menina Zlata Pilipovic, que também retratou de forma única e humana o sofrimento provocado pela guerra sangrenta e separatista que deu fim à antiga Iuguslávia. 

Tanto o diário de Anne quanto o de Zlata serviram de inspiração para o espetáculo As Estrelas Cadentes do Meu Céu São Feitas de Bombas do Inimigo, em cartaz no Sesc Consolação, em São Paulo.

A Cia. Provisório Definitivo buscou o experiente Nelson Baskerville para dirigir a montagem, que, ao todo, se utiliza de 12 diários escritos por crianças e jovens durante períodos bélicos, incluindo um bem atual e presente na realidade brasileira: a guerra do tráfico de drogas.

Para Baskerville, a grande riqueza do material estudado pela companhia formada por Carlos Baldim, Paula Arruda, Pedro Guilherme e Thaís Medeiros é “a pureza do olhar sobre a guerra”.

— Os diários não mascara ideologicamente a verdade do que acontece.

O grupo prefere nomear a montagem de peça-documentário, mas revela que há licenças poéticas inerentes à liberdade criativa, com conta Pedro Guilherme.

— Mais do que uma cópia fiel dos fatos históricos, nos interessou a leitura artística que poderíamos fazer sobre esses fatos.

As Estrelas Cadentes do Meu Céu São Feitas de Bombas do Inimigo
Quando:
Segundas e terças, 21h. 60 min. Até 19/3/2013
Onde: Sesc Consolação – Espaço Beta (rua Dr. Vila Nova, 245, Vila Buarque, São Paulo, Metrô Santa Cecília ou República, tel: 0/xx/11 3234-3000)
Quanto: R$ 10,00 (inteira); R$ 5,00 (usuário matriculado e dependentes, +60 anos, professores da rede pública e estudantes); R$ 2,50 (trabalhador no comercio e serviços matriculado e dependentes).
Classificação etária: 14 anos

Leia também:

Fique por dentro do que os atores fazem nos bastidores

Descubra agora tudo o que as belas misses aprontam

Tudo que você quer ler está em um só lugar. Veja só!

Você pode gostar...

3 Resultados

  1. Felipe disse:

    Esse tipo de iniciativa é interessante, para que se possa ouvir todos os lados de uma situação. Poderia haver uma peça sobre a triste situação na Palestina.

  2. Felipe disse:

    Enviei um comentário e não apareceu. Falha operacional novamente?

  3. Felipe disse:

    Não sei o que há nos blogs do R7. Algumas mensagens aparecem atrasadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *