TV ganha canal pago Arte 1, dedicado à vida cultural

Gisele Kato, editora-chefe do Arte 1, e Rogério Gallo, o diretor do canal cultural – Divulgação

Por Miguel Arcanjo Prado

A cultura costuma ser primo pobre na programação televisiva e quase nunca há lugar para ela. É em busca de suprir esta lacuna que o Grupo Bandeirantes lançou, nesta quarta-feira (20), o canal pago Arte 1.

Haverá espaço para dança, música clássica e popular brasileira, cinema, artes visuais, literatura, teatro, ópera durante 24 horas por dia.

O objetivo é capturar o público intelectualizado, que não encontra programação de qualidade na TV.

Rogério Gallo é o diretor no novo canal, que vem no momento certo em que as operadoras buscam canais com conteúdo nacional para cumprir a cota da nova lei da TV paga (12.485/2011). Ele sabe que este público é exigente.

— Temos como objetivo democratizar o acesso à cultura, a partir da apresentação de conteúdo de qualidade, com um acabamento impecável.

O diretor afirma que terão espaço na programação tantos nomes consagrados como jovens talentos. A jornalista Gisele Kato é a editora-chefe e apresentadora do canal.

Clássicos do cinema nacional e internacional também serão exibidos. O pacote inclui filmes de diretores como Rogério Sganzerla, Luís Sérgio Person, Leon Hirszman, Marcelo Gomes, Karim Aïnouz, Cláudio Assis e Petrus Cariry, entre os brasileiros, e Alfred Hitchcock, Federico Fellini, Pedro Almodóvar e Jean Renoir, entre os gringos.

O Arte 1 é veiculado na Sky (canal 101), Net (canal 115), Claro (canal 31), GVT (canal 84), Oi TV (canal 85) e Neo TV.

Leia também:

Fique por dentro do que os atores fazem nos bastidores

Descubra agora tudo o que as belas misses aprontam

Tudo que você quer ler está em um só lugar. Veja só!

 

Você pode gostar...

3 Resultados

  1. Felipe disse:

    Bons diretores. Lamento que seja um canal pago. Mas, de qualquer forma, a iniciativa é válida.

  2. Fátima Soares disse:

    Segundo o que entendi ao ler, será um programa pago.O objetivo é capturar o público intelectualizado, que não encontra programação de qualidade na TV? Temos como objetivo democratizar o acesso à cultura, a partir da apresentação de conteúdo de qualidade, com um acabamento impecável? Interessante, bem que poderia todos terem acesso na tv de todos!A questão das tvs normais é que a imagem as vezes não estão em alguns casos, nítidas,como é o caso de alguns canais de tv ainda acontece isso por incrível que pareça. Na minha opinião o que os chamados intelectos ou os canais especiais deveriam democraticamente serem para todo o público, sem distinção, todos merecem qualidade e livre escolha. Enquanto isso, vamos conhecendo nos locais por onde possamos a prática, fazendo acontecer, a cultura de cada cantinho desse Brasil. Olá Miguel, um bom Sábado pra você. Enquanto isso, vai ficar a curiosidade,o que será que vai ter nesse espaço tão especial?!

  3. Enilda Gabana disse:

    Gostaria do e-mail Gisele Kato para enviar um convite para jurada no Prêmio UCS/Sultextil dos alunos do Curso de Design de Moda da Universidade de Caxias do Sul/RS
    Enilda Gabana – fone 54 3289 9000 celular 54 9971 6782

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *