Yara de Novaes celebra 13 anos no Festival de Curitiba com mineirice e Guimarães Rosa

Yara de Novaes é uma das musas do Festival de Curitiba – Foto: Daniel Isolani/Clix

Por Miguel Arcanjo Prado
Foto de Daniel Isolani/Clix

A atriz e diretora mineira Yara de Novaes já faz parte da história do Festival de Curitiba. Desta vez, está na capital paranaense com o espetáculo Maria Miss, que dirige e é baseado na obra do escritor mineiro Guimarães Rosa, dentro da mostra oficial.

Yarinha, doce que só, diz ao Atores & Bastidores do R7, brincando, que já virou “arroz de festa do evento”.

Maria Miss é o nono espetáculo que apresenta no festival. O primeiro foi há exatos 13 anos, em 2000, Ricardo III, com a Cia. Odeon.

– Naquela época vir para Curitiba era como receber um prêmio. Chegamos meninos, éramos uma mineiraiada com cerca de 30 anos e chegamos de cara no Guairão, que é o teatro mais tradicional da cidade!

Ela conta que foi dali que o espetáculo aconteceu nacionalmente. Agora, faz uma espécie de caminho inverso. Traz o Maria Miss, já consagrado em São Paulo e viajado pelo País.

– O festival se popularizou e seguiu em direção ao público, mas ainda inova.

Sobre a mineirice ainda evidente, sobretudo com a obra de Rosa, poetiza.

– O Guimarães Rosa é mineiro, e isso é fundamental, mas ele alcança o universo inteiro. Minas tem essa coisa da física e da metafísica. A gente compreende a luz refratada da montanha e o profundo do azul do céu. E o Guimarães tem isso. E nós, mineiros, temos esse conhecimento que é herdado em forma de herança genética. Né, não?

É, Yarinha. Você tem toda a razão.

*O jornalista Miguel Arcanjo Prado viajou a convite do Festival de Curitiba.

Veja a cobertura completa do R7 do Festival de Curitiba

Leia também:

Fique por dentro do que rola no mundo teatral

Descubra tudo o que as misses aprontam

Tudo que você quer ler está em um só lugar. Veja só!

 

Você pode gostar...

1 Resultado

  1. Felipe disse:

    O ponto turístico poderia ter sido melhor enquadrado nessa foto. Mas acho que ficou sem foto de propósito. Não aprecio esse recurso. Prefiro fotos nas quais se vê tudo dentro do foco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *