Ganhe um par de ingressos para espetáculo Como Ser Uma Pessoa Pior, com Lulu Pavarin, em SP

Lulu Pavarin vive mulher que tenta sair de relacionamentos destrutivos – Divulgação

Por Miguel Arcanjo Prado

A atriz Lulu Pavarin (leia entrevista) encerra nesta quinta-feira (9) a temporada da peça Como Ser Uma Pessoa Pior, dirigida por Mário Bortolotto.

Em nosso concurso cultural, o Atores & Bastidores do R7 dá um par de entradas para os três internautas que melhor responderem à pergunta: “Como ser uma pessoa pior?”. Basta colocar sua resposta no espaço de comentários deste post.

Os ingressos são válidos para a sessão das 21h, desta quinta (9), no Espaço do Parlapatões (praça Roosevelt, 158, Consolação, Metrô República, São Paulo).

A peça conta a história de uma mulher que resolve sair de relacionamentos destrutivos e elabora uma lista de como se tornar uma pessoa pior, menos dependente dos outros.

O resultado com os ganhadores:

VENCEDORES:
Leandro Martins de Siqueira
Júlia Padula
Robson Liberal de Oliveira

ATENÇÃO: Os três ganhadores devem retirar um par de entradas, cada um, até 20h30 desta quinta (9), na bilheteria do Espaço dos Parlapatões, em São Paulo, portando documento de identidade com foto. Os nomes estarão na lista de convidados do espetáculo.

Como Ser uma Pessoa Pior
Quando: Quinta, 21h. 45 min. Até 9/5/2013
Onde: Espaço dos Parlapatões (praça Roosevelt, 158, centro, São Paulo, tel. 0/xx/11 3258-4449 )
Quanto: R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia-entrada)
Classificação etária: 14 anos

Curta nossa página no Facebook!

Leia também:

Fique por dentro do que rola no mundo teatral

Descubra tudo o que as misses aprontam

Tudo que você quer ler está em um só lugar. Veja só!

Você pode gostar...

4 Resultados

  1. Pedro Mendoza disse:

    Acho que ninguém precisa ser uma pessoa pior!

  2. Robson Liberal de Oliveira disse:

    Sempre acho que tudo, casamento, trabalho, felicidade, etc. tem começo, meio e fim. Como tudo na vida. Só fico pensando nisso.

  3. Leandro Martins Siqueira disse:

    Para sobreviver neste mundo caótico, é preciso tornar-se um pouco pior, mas não perder a essência.

  4. Julia Padula disse:

    Infelizmente, no mundo de hoje, não há espaço para as pessoas melhores. Há que se tornar um pouco pior, sim. Mas há que permanecer íntegro nos princípios!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *