Por trás do pano – Rapidinhas teatrais

Atrizes da Cia. Antropofágica posam para o fotógrafo Bob Sousa: trilogia sobre o Brasil

Por Miguel Arcanjo Prado

Antropofágicas
Olha, aí acima, as belas meninas da Cia. Antropofágica posando com gosto para o nosso grande fotógrafo Bob Sousa. O grupo estreia a Trilogia Terror e Miséria no Novo Mundo, na qual vão bulinar com a história nacional. As três peças têm trilha sonora ao vivo e mistura de personagens reais e fictícios. A inspiração veio do livro Pau Brasil, de Oswald de Andrade. A estreia é neste sábado (18). Ficam em cartaz até 21 de julho. A Parte I (100 min.) é apresentada aos sábados, às 18h. Às 20h do mesmo dia, tem a Parte II (100 min.). Já a Parte III (180 min.) é apresentada aos domingos, às 19h. No Espaço Pindorama (r. Turiaçu, 481, Perdizes, Metrô Barra Funda, São Paulo). A entrada é gratuita, e os ingressos são distribuídos uma hora antes de cada sessão. Como só há 40 lugares, é bom chegar cedo. Informações pelo telefone: 0/xx/11 3871-0373. Merda.

Quase acabando
A Cia. do Mofo apresenta a peça Hotel Trombose até 26 de maio no Tusp (r. Maria Antônia, 294, Consolação, São Paulo). Sexta e sábado, 21h; domingo, 20h. A obra tem texto de Felipe Valério e direção de Fernando Gimenes e direção musical de Fabricio Zavanella. No elenco, estão Carla Zanini, Carolina Splendore, Dawton Abranches, Fanny Cabanas, Gabriela Teles, Gislaine Nascimento, Jonatã Puente, Rafael Augusto, Vânia Lima e William Simplício. Além da pianista Fanny Cabanas. O ingresso é R$ 20. A obra conta história de uma hospedaria de quinta com cinco estrelas hospedadas. Simples assim.

Barracão na Consolacão
Ésio Magalhaes, ator querido da coluna, manda avisar que o Barracão Teatro fará pequena temporada do espetáculo WWW para Freedom no Teatro CIT-ECUM, em SP, de sexta a domingo, entre esta sexta (17) e 9 de junho. Estão todos avisados.

Agenda Cultural


Puro glamour

Além do jogador Neymar e do cantor Cauby Peixoto, a atriz cubana Phedra D. Córdoba também prestigiou o aniversário de 84 anos da cantora Angela Maria, a eterna Rainha do Rádio, no Clube Piratininga, em Higienópolis, na última segunda (13). Dizem que Phedra foi umas das convidadas que mais chamaram a atenção.  A coluna não duvida. Além de esbanjar charme por aí, Phedra se prepara para estrear um novo show no Baixo Augusta, com direção de ninguém menos do que Gero Camilo. Poderosa.

Phedra D. Córdoba, com seu gato Primo Bianco, em sua casa: festança e novo show a caminho – Foto: Eduardo Enomoto

Mala na mão
O Grupo Quatroloscinco, de Belo Horizonte, vai aportar em Ouro Preto e Uberlândia, entre 18 e 22 de maio. Os artistas vão apresentar o espetáculo Outro Lado e ministrar o workshop O Ator-Criador e a Criação Coletiva para estudantes locais. A viagem faz parte do projeto Conexão Universitária 2013 contemplado pelo Prêmio Cena Minas. Boa viagem!

Agendado
Está marcado para 11 de junho a estreia do musical Pour Elise no Teatro Folha, em São Paulo. A obra mostra o amor em tempos de Segunda Guerra Mundial entre o pianista judeu Sbig (Claudio Goldman) e a cantora Elise (Gabriela Alves). O romance é embalado por música clássica. A autoria é de Flávio de Souza e a direção, de Pamela Duncan.

Se joga!
O show Frenéticos Molhados & Croquettes estreia nesta Virada Cultural. Vai ser apresentado às 23h30 do sábado, no palco Cabaret Copan Ipiranga. Como o nome indica, trata-se de uma homenagem tripla às Frenéticas, aos Dzi Croquettes e à banda Secos & Molhados. Promete ser bafo.

Os artistas Lufe Steffen e André Liberato sobem ao palco na Virada com Frenéticos Molhados & Croquettes – Foto: Divulgação

Circo no Sesc
A Cia. Suno, um dos mais importantes grupos circenses do Brasil, fará temporada de dez espetáculos no Sesc Consolação, em São Paulo, no mês de junho, para comemorar os 15 anos de vida. Parabéns!

Sesc na Virada
Falando em Sesc, a entidade programou farta quantidade de atrações em suas unidades para a Virada Cultural. O Sesc Consolação, por exemplo, terá a programação Pernamcubanos, que vai misturar a cultura de Pernamanbuco com a de Cuba. Irresistível. Para saber a programação completa do Sesc na Virada, clique aqui.

Teatro pros manos
Eloisa Vitz, diretora do Grupo Gattu, manda avisar que a obra Frisante volta no Teatro do Corinthians no dia 1° de junho. Ficam todo sábado, sempre às 21h. A obra conta a história da morte misteriosa de uma herdeira, com direito a muito riso.

Grupo Gatttu faz comédia policial Frisante, no Teatro do Corinthians em junho – Foto: Claudinei Nakasone


Alô, criançada!

Atenção, papais! A atriz Iara Jamra dá a oficina de arte Pinturas Gigantes na Viradinha Cultural. No domingo (19), das 11h às 15h, no Parque da Luz, em São Paulo. É de graça.

Uma ideia na cabeça

O artista Joaquim Lino, Muso do Teatro R7 e ator da peça ¡Salta!, em cartaz no Tusp com o Teatro Dodecafônico, entrou em campanha por financiamento coletivo de seu novo filme, O Semeador. O curta-metragem vai misturar profissionais do cinema com a família de Lino, com filmagens em São Paulo e na Chapada dos Veadeiros, em Goiás. O moço também é cineasta. O objetivo é arrecadar R$ 20 mil. Quem quiser conhecer melhor o projeto para contribuir pode clicar aqui.

Cineasta e ator, Joaquim Lino está em busca de financiamento coletivo para filme O Semeador – Foto: Eduardo Enomoto

Shapiro em livro
Os meninos da mundana companhia avisam que vão lançar o livro Caderno de Atuação na sexta-feira da próxima semana, dia 24, no Instituto Cultural Capobianco (r. Álvaro de Carvalho, 97/103, São Paulo). A obra, que custa R$ 25, conta o processo criativo da peça Pais e Filhos, de 2012, que teve direção do russo Adolf Shapiro.

Caderno de Atuação registra processo criativo da mundana companhia com russo Adolf Shapiro – Foto: Divulgação

Fofos no circo
A Cia. Os Fofos Encenam continua em sua viagem pelo mundo do circo, no projeto Baú da Arethuzza. A segunda peça, Vancê Não Viu Minha Fia?, estreia nesta sábado (18), às 21h, no espaço do grupo na rua Adoniran Barbosa, 151, na Bela Vista. Fica em cartaz até 27 de maio, de sábado a segunda. Na montagem, os atores propõem ao público uma viagem litearal pelo espaço. A entrada é R$ 20. Para quem gosta de quitutes, há uma cantina com cachorro-quente e pipoca. Que gostoso!

Oficinas grátis
O Coletivo Teatral Phila 7 vai continuar seus workshops gratuitos na Oficina Cultural Oswald de Andrade, em São Paulo. O tema é Aparelhos de Superar Ausências. Entre 10 e 14 de junho, será ministrado o workshop Dramaturgia das Relações Palco/Estensões Midiáticas, e entre 24 e 28 de junho, Teatralidades, Imagéticas e Espaços Conectados. As vagas são limitadas. As inscrições podem ser feitas no site do grupo.

Abraço de Marbas
A atriz peruana radicada em São Paulo Marba Goicochea foi visitar sua mãe, Marva Pérez-Palma, no Peru. Olha que gostoso o abraço das duas, registrado especialmente para a coluna. Quem já está com saudade de Marba perlambulando pelos palcos e praça Roosevelt pode se tranquilizar. Ela manda avisar que volta ao Brasil já nesta semana. Só foi pasar o Dia das Mães em casa. O que fez muito bem.

O abraço das de Marba Goicochea e “su madre” no Peru, especialmente para a coluna – Foto: Arquivo pessoal

Promoção
Por conta da Virada, neste fim de semana o espetáculo Oréstia, no Teatro Augusta, decretou: todos vão pagar meia-entrada, ou seja, R$ 25. Já os estudantes vão pagar meia da meia: R$ 12,50. O espetáculo tem no elenco o ator Otto Jr.

Tragédia farmacológica
Marcio Tito Pellegrini, jovem autor e diretor, avisa que quem quiser entrar de graça na peça Roberto e a Filologia das Estrelas (leia a crítica) não será impedido, pelo menos neste fim de semana. É neste sábado (18), às 19h em ponto, no Espaço dos Satyros Um, na praça Roosevelt, em São Paulo. Tudo por conta da Virada Cultural. Esperto ele.

Oficina black-tie
Zé Celso Martinez Corrêa quer pura elegância na Virada Cultura do Teatro Oficina. Fará ensaio aberto no sábado (18), às 18h, do primeiro capítulo da novela Cacilda!!! Glória no TBC. A entrada é grátis, mas o diretor faz uma exigência: o público tem de ir vestido a rigor, com figurino black-tie. As senhas serão distribuídas uma hora antes. A direção é do Zé, com co-direção de Marcelo Drummond (que vai interpretar Walmor Chagas) e Catherine Hirsch. A estreia oficial vai acontecer em julho. Camila Mota e Sylvia Prado vivem Cacilda Becker, a lendária atriz, na montagem que tem elenco de 60 artistas. Segundo Zé Celso, a peça é “um samba-enredo delírio musical sobre a vida de Cacilda”. Como não é bobo nada, o diretor faz questão de avisar: “qualquer semelhança com pessoas vivas, ou mortas, é mero delírio!”. Vai que a mãe de alguém resolve processar…

Turma do Teatro Oficina, de Zé Celso Martinez Corrêa, está a postos para a Virada com Cacilda! – Foto: Jennifer Glass

Curta nossa página no Facebook!

Leia também:

Fique por dentro do que rola no mundo teatral

Descubra tudo o que as misses aprontam

Tudo que você quer ler está em um só lugar. Veja só!

Você pode gostar...

2 Resultados

  1. Felipe disse:

    Enfim meus pedidos foram aceitos e Primo Bianco posou absoluto para a coluna como todo um príncipe que é!

  2. Felipe disse:

    Não sou muito fã do filme O MASSACRE DA SERRA ELÉTRICA, mas reconheço seu valor para o Terror enquanto gênero cinematográfico. Entretanto, dos filmes de Terror, meu predileto sempre foi CARRIE, A ESTRANHA, pela brilhante construção psicológica da personagem-título.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *