Por trás do pano – Rapidinhas teatrais

Sucesso do Mirada, espetáculo Amarillo faz duas apresentações em São Paulo – Divulgação

Por Miguel Arcanjo Prado

Amarillo
Quem ficou em São Paulo neste feriadão deveria ter algo em mente: assistir ao ótimo espetáculo mexicano Amarillo, que será apresentado no Sesc Pompeia neste sábado, às 21h, e neste domingo, às 19h. A montagem do Teatro Línea de Sombra tem direção de Jorge Vargas e é do tipo obrigatória. Fala da imigração ilegal de mexicanos rumo aos Estados Unidos. Se você quiser ler a crítica e ver entrevista exclusiva que o blog fez com o elenco, clique aqui. Um ótimo espetáculo.

Rumo ao Tusp
Você tem pronta uma peça de teatro? Quer se apresentar na histórica sede do Tups, na rua Maria Antônia, em São Paulo? As inscrições para a ocupação cênica do espaço vão até 6 de junho, na secretaria da instituição. Leia o edital e corra!

Está acabando 1
Este é o último fim de semana da peça Concílio da Destruição, no Teatro Cacilda Becker. Leia a crítica e decida se vale a pena ir.

Está acabando 2
Este também é o último fim de semana do musical infantil O Chapeleiro Maluco, no Teatro João Caetano, em São Paulo. Sábado e domingo, às 16h, com entrada a R$ 10. A direção é de Jarbas Homem de Mello, o namorado da Claudia Raia.

Agenda Cultural da Record News

Inês Peixoto, do Galpão: temporada grátis em BH

Pira no Pirandello 1
Gabriel Villela, o diretor mineiro, diz que sua montagem de Os Gigantes da Montanha tem um quê barroco. Como poderia ser diferente?

Pira no Pirandello 2
O Galpão faz apresentações grátis nesta sexta (31) e sábado (1º), na praça do Papa, em BH, às 20h, e no domingo, às 19h. Na próxima semana, se apresentam, também com entrada franca, no Parque Ecológico da Pampulha, nos dias 8 e 9 de junho, sábado e domingo, às 18h. A mineiraiada tem de ir em peso!

Triângulo das bermudas
O Teatro Inominável, de Diogo Liberano, além de estrear Maravilhoso em São Paulo, no Sesc Belenzinho, neste sábado (1º), tem outra estreia agendada no Rio, no dia 18 de junho, no Reduto, em Botafogo, no Rio. Será da peça A Casa Não Sabe. Com idealização de Luisa Arraes e César Augusto. A montagem reúne três diferentes textos: Com Legendas, de Rafael Gomes, Não H[Ámar] Aqui, de Rodrigo Audi, e Como Encontrar Uma Pessoa que Não Sabemos que É Num Lugar que Não Sabemos Onde Está, do carioca Keli Freitas.

Beth Coelho é o grande destaque do espetáculo A Dama do Mar, de Bob Wilson – Foto: Luciano Romano

A Dama do Mar 1
Beth Coelho foi o grande destaque na estreia de A Dama do Mar, no Sesc Pinheiros, no último sábado (25). Ganhou a plateia na primeira fala.

A Dama do Mar 2
O mestre Antunes Filho assistiu a peça ao lado do dramaturgo Samir Yazbek. Riu em alguns momentos.

A Dama do Mar 3
Boa parte dos convidados do Sesc não conseguiu chegar. Muitos pensaram que a peça começaria às 21h, quando na verdade começaria às 20h. A plateia ficou vazia. A coluna contou dezenas de cadeiras sem ninguém. Um pecado.

A Dama do Mar 4
Bob Wilson, que já havia embarcado rumo à casa, não deu as caras.

A Dama do Mar 5
O comentário no coquetel era sobre o profissionalismo da equipe técnica, que executou o espetáculo sem nenhum erro. Aliás, um erro em uma peça como esta é o caos. A turma dos bastidores arrasa.

A Dama do Mar 6
As más línguas diziam por aí que Antunes Filho estaria magoado com Ondina Clais Castilho, por ela ter lhe abandonado para trabalhar com Bob Wilson. Fato é que a coluna viu os dois se abraçando no coquetel. Se havia alguma rusga, ela já acabou.

A Dama do Mar 7
Aliás, chamou a atenção de todos a simpatia de Antunes Filho no coquetel. Foi a estrela absoluta. Na hora de ir embora, elegante, fez questão de dar boa noite aos convivas. Um lorde.

Só dá Luna
A atriz Luna Martinelli, como a mãe da protagonista, é o grande destaque da série A Menina sem Qualidades, que a MTV estreou nesta semana (leia reportagem). E ponto.

Chama o Juca!
Juca Ferreira, nosso secretário municipal de Cultura de São Paulo, conversou com cerca de 300 artistas da classe teatral na última segunda (27), no Centro Cultural São Paulo. Os artistas reinvindicaram a ocupação de espaços públicos que estão vazios e pediram mais verbas para as artes cênicas. Juca disse que o orçamento de sua pasta é baixo e que já pediu ao prefeito Fernando Haddad mais dinheiro para a Cultura. O secretário ainda falou que quer a criação de grupos de trabalho unindo funcionários da secretaria com artistas, para fecharem as principais prioridades para a turma do teatro. O encontro fez parte da série #existedialogoemsp. Boa iniciativa.

Vaga na SP
Terminam no dia 3 de junho as inscrições para vagas nos cursos de iluminação, dramaturgia, sonoplastia e técnicas de palco da SP Escola de Teatro. Os cursos são gratuitos.

Satyros em Hollywood 1
A Filosofia da Alcova estreia no dia 6 de junho no Fringe Hollywood, em Los Angeles. A turma do grupo paulistano Os Satyros terminou de embarcar nesta sexta. Viajaram Lino Reis, Davi Tostes, Deborah Graça, Raissa Peniche, André Engracia Mello e o diretor Rodolfo García Vázquez. Patrícia Aguille, que já mora nos EUA, também estará na produção do texto de Marquês de Sade em terras ianques.

Satyros em Hollywood 2
Serão 16 apresentações no festival. O ingresso vai custar 15 dólares. Ivam Cabral já planeja se encontrar com o grupo por lá na semana que vem. A última sessão será no dia 29 de junho, no Theatre Asylum. Depois, seguem para Nova York. Phedra D. Córdoba não foi. A peça volta a São Paulo em agosto.

Phedra D. Córdoba: show e novo projeto de teatro – Foto: Bob Sousa

Phedra, a Pompadeur
Phedra D. Córdoba, nossa diva que completou 75 anos no último domingo (26), não viajou para os EUA com os Satyros. Tudo por conta do bendito passaporte cubano. Mas ela não está triste. A musa se apresentou em um show musical ao lado de Gero Camilo e Paula Cohen nesta quinta (30). Foi um sucesso. Falando em Phedra, ela tem um projeto em mente: fazer a peça Madame de Pompadeur, adaptada pelo escritor e dramaturgo Alexandre Staut. Sonha em ser dirigida por Rodolfo García Vázquez e ter o figurino assinado por Walério Araújo. Amém.

Ésio Magalhães atua no espetáculo solo WWW para Freedom em São Paulo – Foto: Eduardo Enomoto

Esio, o palhaço
Esio Magalhães vai para a guerra na pele do palhaço Zabobrim na peça WWW para Freedom, em cartaz no CIT-Ecum. Leia a entrevista com o ator.

Macunaíma
Começa no dia 7 de junho a 78ª Mostra Macunaíma de Teatro. As apresentações acontecem nos cinco espaços do Macunaíma localizados na rua Adolfo Gordo, 238, nos Campos Elíseos, em São Paulo. Saiba mais.

Fransérgio: até julho no Satyros 1

Prorrogou
O espetáculo solo O Mal Dito, com Fransérgio Araújo, prorrogou temporada no Espaço dos Satyros  Um, na praça Roosevelt, em São Paulo. Será apresentada nesta sexta (31), às 23h59, e domingo (2), às 21h. Já a partir de 4 de junho, passa para terça e domingo, às 21h. Já a partir de 7 de julho, troca outra vez: ficará só aos domingos, às 21h. Ufa! A entrada é R$ 30 inteira e R$ 15. Ele manda convidar todo mundo.

Incrível Jornada
A comédia de sucesso Toc Toc agora faz temporada no Teatro Bibi Ferreira, em São Paulo.

Rita Gutt: estrela de Cabaret

Cabaret
A Cia. Instável de Teatro e a Faculdade Paulista de Artes estão produzindo uma nova versão do musical Cabaret. A direção é de André Latorre. A estreia está marcada para 2 de julho, no histórico palco da sala Miriam Muniz do Teatro Ruth Escobar, na Bela Vista, em São Paulo. Como é uma produção universitária sem fins lucrativos, a entrada será gratuita. Terá sessões toda segunda, terça e quarta de julho, às 19h e às 21h. A atriz Rita Gutt fará o papel que foi de Liza Minelli nos cinemas e de Claudia Raia nos palcos paulistanos recentemente. Merda.

Doente
A atriz Luciana Paes, da Cia. Hiato, precisou deixar às pressas o espetáculo White Rabbit Red Rabbit, no Sesc Vila Mariana, por motivo de saúde. Foi substituída por Rodrigo Bolzan. A peça, do iraniano Nassim Soleimanpour, é apresentada toda quinta e sexta, às 20h30, até 14 de junho. Rodrigo faz a apresentação desta sexta (31). Sempre um ator diferente lê o texto. Os próximos serão: Hugo Possolo (6/6), Clara Carvalho (7/6), Caco Ciocler (13/6) e Marat Descartes (14/6). Nesta quinta (30), Domingos Montagner se apresentou. Galã da novela Salve Jorge, ele lotou o espaço.

Nassim em SP: dramaturgo do Irã

Curso
Por conta do sucesso da montagem White Rabbit Red Rabbit em São Paulo, o dramaturgo iraniano Nassim Soleimanpour dará um workshop no Sesc Vila Mariana, nos dias 12 e 13 de junho, entre 14h e 18h. Vai falar sobre o seu teatro. Há 30 vagas disponíveis. O curso custa R$ 24. Uma pechincha, minha gente.

Viva Nelson
A peça As Noivas de Nelson, sucesso nos palcos Brasil afora, cumpre temporada no Teatro Folha, em São Paulo.

Corra!
Este é o último fim de semana da peça Barafonda. Nesta sexta (31) e sábado (1º), às 15h, na praça Marechal Deodoro, em São Paulo. Grátis.

Barafonda interage com o bairro da Barra Funda (SP) para contar sua história – Foto: Bob Sousa

Colaborou Nathalia Boscolo, editora da Record News

Curta nossa página no Facebook!

Leia também:

Fique por dentro do que rola no mundo teatral

Descubra tudo o que as misses aprontam

Tudo que você quer ler está em um só lugar. Veja só!

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *