ERRO Grupo se apresenta em Nova York, nos EUA, após ser a sensação do último Festival de Curitiba

ERRO Grupo vai apresentar a perfomance Pedras em Nova York – Divulgação

Por Miguel Arcanjo Prado

Os catarinenses do ERRO Grupo não costumam passar incólumes por lugar algum. Após ser a grande polêmica do último Festival de Curitiba, quanto tiveram a peça Hasard interrompida pela polícia, e participar da Virada Cultural de São Paulo, a trupe vai se apresentar neste mês em Nova York.

O grupo, fundado em 2001, fará a performance Pedras, nas ruas de Manhattan.

A viagem é uma parceria com o Instituto Hemisférico de Performance e Política.

O diretor do ERRO, Pedro Bennaton, já está em solo norte-americano, onde faz residência na Brown University.

A nova performance do ERRO tem como pano de fundo a tragédia de 11 de Setembro de 2001 e sua repercussão na ilha de Florianópolis, onde está sediado.

Pedras será apresentada em Nova York no próximo dia 27 de junho, às 17 horas, na Times Square, Broadway St.. No dia 28, às 15 horas, será apresentada no Zucotti Park e St. Libetty . Já no dia 1 º de julho, o grupo também se apresentará na Broadway St., às 13 horas.

Além de Bennaton, que já está nos Estados Unidos, viajam para o país nos próximos dias, mais três integrantes: Luana Raiter, Sarah Ferreira e Luiz Henrique Cudo.

Luana Raiter conversou com o Atores & Bastidores do R7. Ela contou que esta é primeira vez que o ERRO Grupo se apresenta em Nova York. A trupe já esteve no Texas, na Colombia e na Argentina.  

— Estou muito curiosa para ver a reação das pessoas. É uma performance bem provocativa. Acho que o norte-americano médio, muitas vezes acredita que algo é simplesmente bom ou mal. Queremos ser vistos como uma reflexão e não como uma pura provocação. 

O ERRO Grupo fará um relato da viagem em seu site.

Curta nossa página no Facebook!

Leia também:

Fique por dentro do que rola no mundo teatral

Descubra tudo o que as misses aprontam

Tudo que você quer ler está em um só lugar. Veja só!

Você pode gostar...

1 Resultado

  1. Felipe disse:

    ERRO Grupo tem propostas interessantes. Só discordo da nudez em locais públicos. Aí não é ser provocativo, é ser desrespeitoso com o pudor alheio. No mais, dentro de certos limites, é até válido que uma peça lance questionamentos, como faz esse grupo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *