FIT Rio Preto atrasa pagamento de artistas convidados em 2012; festival nega a dívida

Vista noturna de S. José do Rio Preto, onde acontece o tradicional festival teatral paulista: artistas convidados em 2012 reclamam de falta de pagamento um ano depois – Foto: Paulo Magri/Prefeitura S. J. Rio Preto

Por Miguel Arcanjo Prado
Enviado especial do R7 a São José do Rio Preto (SP)*

O Festival Internacional de Teatro de São José do Rio Preto, o FIT Rio Preto, no interior de São Paulo, é acusado de estar com pagamento atrasado em um ano de artistas que participaram da edição de 2012. O evento é organizado pelo Sesc Rio Preto em parceria com a Prefeitura Municipal de São José do Rio Preto. A diretoria do festival nega que tenha tais pendências – veja nota ao fim da reportagem.

Cena da obra chilena Galvarino, destaque deste ano: festival diz que “desconhece pendências” e que neste ano pagará todo mundo – Foto: Pierre Duarte

Um dos grupos que afirma não ter recebido a totalidade do cachê prometido é o SerTão Teatro, de João Pessoa, na Paraíba.

Em julho de 2012, a trupe apresentou em Rio Preto o espetáculo Flor de Macambira. Um ano depois, diz não ter visto chegar em suas mãos 25% do cachê combinado, como conta à reportagem José Hilton, produtor do grupo.

– Telefonei várias vezes e me disseram que ainda não há uma posição sobre este pagamento.

Outro grupo que afirma não ter recebido é o paulista Les Commediens Tropicales. Além de contar não ter recebido o cachê da trupe, o diretor Carlos Canhameiro afirmou em uma rede social que também não recebeu o cachê ao qual teria direito por ter participado de uma atividade a mais.

– Aguardo o pagamento da mesa de debates que participei.

Festival nega dívida

Procurada pelo R7, a direção do FIT Rio Preto enviou a seguinte nota, por meio de sua assessoria:

“Os coordenadores do FIT – Festival Internacional de Teatro de São José do Rio Preto – informam que:

Quanto ao atraso do pagamento de duas companhias de teatro que participaram da edição 2012 do Festival, desconhecemos tais pendências. Em nossos arquivos constam pagamentos para as duas companhias: SerTão Teatro e Comedians [sic]. De qualquer forma, estamos em contato com as companhias para entender melhor o caso.

Quanto aos pagamentos das companhias participantes do FIT 2013, estão todos com empenho aprovado, inclusive com publicação no Diário Oficial do município.”

Vaias e gritos

A abertura do FIT Rio Preto 2013 ficou marcada por um barulhento protesto de artistas locais. As autoridades da cidade foram vaiadas.

*O jornalista Miguel Arcanjo Prado viajou a convite do FIT Rio Preto 2013.

Curta nossa página no Facebook!

Leia também:

Fique por dentro do que rola no mundo teatral

Descubra tudo o que as misses aprontam

Tudo que você quer ler está em um só lugar. Veja só!

Você pode gostar...

3 Resultados

  1. Felipe disse:

    Diz o velho ditado: “Faz a fama e deita na cama”. Assim é. Para promover um espetáculo, tem de ter previsão orçamentária. Afinal, quem trabalha quer a contraprestação pecuniária. A não ser que fosse exposto, de forma clara, que o convite seria apenas para promover o nome na mídia. Aí, caso as trupes aceitassem, estariam participando do evento já cientes de que seria por mera liberalidade.

  2. Marcos disse:

    Um dos festivais de teatro mais importantes do país sucumbindo a erros e gafes tão grandes de produção e gestão… Que pena. Com certeza o FIT Rio Preto não é mais o mesmo… Como tem ocorrido com o Festival de Curitiba, cuja fama e grandiosidade se tornou uma armadilha de auto-sabotagem. E ambos vem perdendo seu prestígio e credibilidade.

  1. agosto 1, 2013

    […] não quer calar: o FIT de São José do Rio Preto pagou vocês pela apresentação no ano passado [leia reportagem sobre a dívida do festival]? Não. Quando saiu sua matéria no R7 o secretário de Cultura me ligou e falou que assim que o […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *