Após Hollywood, Satyros conquistam Nova York

Para gringo ver: Raissa Peniche e Davi Tostes na peça Philosophy in the Boudoir nos EUA – Divulgação

Por Miguel Arcanjo Prado

Após causar rebuliço em Los Angeles nas últimas semanas com a peça Filosofia na Alcova, rebatizada na terra do Tio Sam de Philosophy in the Boudoir, a turma do grupo Os Satyros já agendou uma conquista bem maior: Nova York, simplesmente.

Afinal, a principal metrópole norte-americana é também o grande templo teatral dos Estados Unidos. Além das superproduções da Broadway, é na off-Broadway que acontecem espetáculos inovadores e instigantes, já que a Big Apple é a menos careta das cidades norte-americanas.

No cartaz até dia 27 de julho: amor gay na França – Foto: André Stéfano

A novidade foi anunciada por Ivam Cabral, fundador dos Satyros ao lado de Rodolfo García Vázquez, nesta terça-feira (23).

Ivam revelou que o convite para as apresentações nova-iorquinas surgiram após o frenesi que a peça causou no último Hollywood Fringe Festival.

Disse que aceitaram o convite de bom grado, “porque quem fica parado é poste, esse mundo é uma festa e a gente quer mesmo é se divertir”.

Notícias da Roosevelt

Em São Paulo, outra parte da trupe ensaia a nova peça. Édipo na Praça, que estreia no segundo semestre, ocupando a praça Roosevelt. Vai refletir os nervosos protestos do mês passado, que tiveram o local como ambiente da repressão policial aos manifestantes.

Além disso, a peça Inferno na Paisagem Belga segue no cartaz do Espaço dos Satyros 1 até 27 de julho. E novas oficinas livres de interpretação vão começar em breve e já estão com inscrições abertas.

Fora mais um monte de coisas que eles estão arquitetando e a gente ainda não descobriu.

Porque essa gente tem fogo.

Ensaios de Édipo na Praça já movimentam a praça Roosevelt, no centro paulistano – Divulgação


Curta nossa página no Facebook!

Leia também:

Fique por dentro do que rola no mundo teatral

Descubra tudo o que as misses aprontam

Tudo que você quer ler está em um só lugar. Veja só!

Você pode gostar...

2 Resultados

  1. Felipe disse:

    O conceito dos Satyros não desperta muito meu interesse, mas, como brasileiro, fico satisfeito em saber que eles estão divulgando o Brasil mundo afora.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *