Por trás do pano – Rapidinhas teatrais

Espetáculo Sou Um Coração Batendo no Mundo estreia em 27 de setembro em Ribeirão Preto (SP): na foto, Mateus Barbassa, Robes Brito e Karina Marques, atores da Trupe Acima do Bem e do Mal – Foto: Mauro Rendinha

Por Miguel Arcanjo Prado

Perto do fim
O sempre sacudido Mateus Barbassa está em Ribeirão Preto, no interior de São Paulo, fazendo e acontecendo. Ele estreia por lá o espetáculo Sou Um Coração Batendo no Mundo no dia 27 de setembro, no Sesc Ribeirão Preto. A obra mostra três seres perdidos em seus próprios pensamentos e com ideias suicidas. Vai causar.

Bob Sousa: o livro vem aí

O Livro do Bob 1
Bob Sousa, o fotógrafo mais respeitado do teatro brasileiro, já está na reta final de seu livro Retratos do Teatro. Já fechou editora e data de lançamento. A coluna adianta que será entre a Proclamação da República e o Natal. Ah, também dá para dizer que será uma festa de arromba só com a nata do teatro paulistano em um dos mais nobres palcos da cidade. Eita!

O Livro do Bob 2
Bob, que também faz mestrado em artes cênicas na Unesp sobre a sua fotografia de teatro, já começou o processo de pesquisa com grupos de São Paulo. O primeiro é ninguém menos do que o Centro de Pesquisa Teatral de Antunes Filho, o CPT, no Sesc Consolação. Entres outras coisas, nosso grande fotógrafo vai acompanhar com exclusividade o processo de criação da nova peça de Antunes, Nossa Cidade.

O Livro do Ivam
Também será lançado na mesma época do ano o livro Terras de Cabral – Crônicas de Lá e Cá, de Ivam Cabral, pela Editora Giostri. Danado.

Desilusão
Ivam Cabral protestou nesta semana. Disse que pouca gente do teatro se solidarizou com ele, quando anunciou que os Satyros deixariam a praça Roosevelt. Logo ele, que já ajudou dois teatros a não fecharem as portas. Gente desunida, credo.

Agenda Cultural da Record News

Peça Em Cômodos se passa em casarão da Vila Mariana, zona sul de SP – Foto: Alberto Rocha

Encaixotados
Um sobrado na Vila Mariana abriga a peça Em Cômodos, a partir desta sexta (23), às 20h30, em São Paulo. A montagem da Cia. Mamífera tem direção de Bete Dorgam. A artista plástica Anna Maria Maiolino colaborou com o trabalho. Gabriel Sitchin, Hugo Reis, Isabel Wolfenson, Lia Maria e Rafael Senatore vivem cinco personagens escalafobéticos. Os artistas mergulharam em recônditos profundos, como conta a diretora à coluna: “Durante os ensaios, os atores passaram pela estrutura familiar, embrião da memória de todos nós”.

Andança
Na peça Em Cômodos, o público jamais saberá se a história que o ator conta é verdade ou mentira. Todos vão perambular pelos cômodos do sobrado. Em tempo: criada no ano passado, a Cia. Mamífera é formada por egressos da Escola Superior de Artes Célia Helena. A obra fica em cartaz até 6 de outubro, de quinta a sábado, às 20h30, e domingo, às 19h, com entrada a R$ 20 a inteira. O sobrado fica na rua Luís Góis, 1409, perto da estação do metrô Santa Cruz. Detalhe: só cabem dez pessoas por apresentação. Vai ser um bafafá.

A atriz e eterna musa do cinema Helena Ignez: temporada no Sesc Santana – Divulgação

Performática
Helena Ignez, que não é boba nada, escolheu textos do sueco August Strindberg jamais montados no Brasil para voltar aos palcos com seu espetáculo teatral performático. A peça foi criada a partir do romance autobiográfico Inferno e de fragmentos do texto Um Sonho. A estreia de O Livro da Grande Desordem e da Infinita Coerência está marcado para este sábado (24), no Sesc Santana, onde fica em temporada até 22 de setembro. No elenco, estão ainda Djin Sganzerla, Eduardo Mossri, André Guerreiro Lopes e Gregory Slivar. Estão todos convidados.

É hoje
Maria de Medeiros, queridíssima da coluna, pede para avisar que seu documentário Repare Bem estreia nesta sexta (23) nos cinemas. Levou Kikito de melhor filme estrangeiro em Gramado.

Independência ou morte
A peça infantil A Árvore Berenice marcou sua estreia para o feriado de 7 de setembro, no Teatro Eva Herz, em São Paulo. A direção e o texto são de Antonio Vanfill. A quem interessar possa: Guilherme Seta, ator da novelinha Carrossel, do SBT, faz participação especial.

Fogo Azul de um Minuto fará temporada gratuita no Centro Cultural Fiesp, na av. Paulista – Foto: Ronaldo Gutierrez

Novato na praça
Autor revelado pelo Núcleo de Dramaturgia do Sesi, Daniel Graziane terá seu texto Fogo Azul de Um Minuto montado pelo diretor Zé Henrique de Paula. A peça mostra as artimanhas de um grupo terrorista. Estreia no dia 29 de agosto, com entrada gratuita, no Mezanino do Centro Cultural Fiesp, na avenida Paulista 1.313, pertinho do metrô Trianon-Masp. Vai ficar em cartaz até 8 de dezembro. De quinta a sábado, às 20h30, e aos domingos, às 19h30. Corra pra fila!

Fomento
A lista dos agraciados pelo Fomento de São Paulo provocou dos mais variados sentimentos: do amor ao ódio. Da alegria à inveja. Do parabéns à maledicência. Ui.

Troca de comando na APCA
O novo presidente da APCA (Associação Paulista de Críticos de Artes) é José Henrique Fabre Rolim. Eis seu discurso de posse: “A nova diretoria da APCA tem como meta principal valorizar a cultura e defender a liberdade de expressão seguindo os princípios dos fundadores da entidade, envoltos no aprimoramento do ser humano, buscando na reflexão crítica a compreensão dos desafios inerentes à concepção artística. Tenho grande prazer em presidir uma entidade que tem uma história calcada nos valores humanísticos que espelha o dinamismo cultural brasileiro desde os anos 50, cobrindo períodos marcantes da história nacional. A arte é a alma de uma civilização, um bem precioso que precisa ser cultivado e defendido com amor e espírito visionário. A atual diretoria da APCA agradece imensamente a gestão anterior presidida brilhantemente por Aguinaldo Cristofani Cunha e se esforçará para desempenhar a sua nobre tarefa de premiar sempre os melhores das artes em 11 áreas de atuação, além de implantar novos projetos”. Recado dado.

 

Gero Camilo vai mostrar seu lado musical no projeto Cabarezinho do CIT-Ecum – Foto: Chilio

Vai desabar água…
Gero Camilo é o convidado do projeto Caberezinho, no CIT-Ecum (r. da Consolação, 1.623, Metrô Paulista, São Paulo). É nesta sexta (23), às 22h30. A inteira é R$ 40. Nosso grande pequeno ator promete cantar músicas inéditas compostas por ele. Uma chiqueza só… Ah, além de Gerinho, também sobem ao palco Eugênio La Salvia & Paola Pelosini, Palhaço Clerouak, El Otro Núcleo de Teatro e Allan Grando. Gente boa reunida.

Revolta
A história de que a ministra Marta Suplicy anda dando recursos da Lei Rouanet para desfile de moda em Paris e balada chique em São Paulo gerou revolta na classe teatral. Ed Moraes, nosso ator, diretor e produtor, classificou o episódio de “deprimente”. Está coberto de razão.

Revolta 2
Em sua explicação, Martita Suplicy diz que o tal desfile de Pedro Lourenço às custas do dinheiro público vai incentivar o mercado. Alguém avisa para a sexóloga que sua pasta é a Cultura, não a Economia!

Peça O Beijo do Homem cumpre temporada no Teatro Ivo 60, na República, em SP – Foto: Camilo Brunelli

Beija eu
O núcleo C.U.L.T da Cooperativa Paulista de Teatro está com a peça O Beijo do Homem em cartaz no Teatro Ivo 60, ali perto do Teatro de Arena, na rua Teodoro Baima, 78, perto do metrô República, em São Paulo. A peça mostra dois homens que se encontram em uma praça deserta. Eles começam a conversar e um deles pede um beijo. Quem quiser saber como termina tem de ir ver a obra, com texto e direção de Ed Anderson. No elenco, estão Marcello Barranco, Marcos Valentim e Valéria Pedrassoli. Todo sábado, 21h, domingo e segunda, 20h, até 2 de setembro. O ingresso está a preço popular: R$ 20 a inteira e R$ 10 a meia-entrada. Vai, gente!

A entrevista da Phedra
Causou rebuliço a Entrevista de Quinta com a diva Phedra D. Córdoba. Tem gente até querendo ajuda-la Phedrita a se resolver com o novo amor…

Fique esperto
Para quem não viu, a peça Recusa agendou uma apresentação única em São Paulo no mês de outubro.

Kelly Crifer em cena da peça Os Ancestrais: de volta no Galpão Cine Horto em BH – Foto: Guto Muniz

O Retorno
Dirigida por Grace Passô, a peça Os Ancestrais do Teatro Invertido volta ao cartaz em Belo Horizonte, no Galpão Cine Horto, nesta sexta (23), às 21h. No elenco, está a atriz Kelly Crifer, um talento só.

Bonecos
Falando em BH, acontece na cidade o Festival Internacional de Teatro de Bonecos. Veja a programação completa.

Sucesso
Virou uma febre em Recife a campanha Pague Quanto Puder, do Grupo Magiluth em parceria com o Coletivo Lugar Comum. Depois que a coluna elogiou a arte dos cartazes, eles mandaram até fazer outdoor – diferentemente de São Paulo, em Recife não é proibido este tipo de publicidade. A verdadeira glória!

Magiluth mandou fazer um gigante outdoor para divulgar a campanha Pague Quanto Puder – Divulgação

Curta nossa página no Facebook!

Leia também:

Fique por dentro do que rola no mundo teatral

Descubra tudo o que as misses aprontam

Tudo que você quer ler está em um só lugar. Veja só!

Você pode gostar...

3 Resultados

  1. Felipe disse:

    Miguelito, vários comentários:
    1. Acho que SOU UM CORAÇÃO BATENDO NO MUNDO, pela temática, vai abalar mesmo;
    2. Bob Sousa é luxo!;
    3. Se morasse em São Paulo, iria querer ver a peça EM CÔMODOS porque achei seu conceito interessantíssimo;
    4. Gero Camilo é ótimo ator e já vi muitos filmes bons com ele;
    5. Lei Rouanet para desfile de moda em Paris? Que absurdo! Deixo aqui meu protesto veemente. Isso é um acinte. Chega a ser desrespeitoso com a população porque exprime uma elitização evidente, quando tanta gente de teatro tenta popularizar a arte. Lastimável! É óbvio que os desfiles de moda têm seus méritos e são lindos (eu já vi pela televisão e são de fato maravilhosos). Entretanto, quem vai à desfile de moda, principalmente EM PARIS (!), definitivamente não é a camada mais pobre da população. Não consigo nem crer que uma petista como a Marta Suplicy fez isso! É realmente de se lamentar. De se lamentar para o ANO INTEIRO logo!

  2. Felipe disse:

    É reação a “posts” bem escritos.:)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *