La Verità dá vida a sonhos de Salvador Dalí

Espetáculo no Teatro Bradesco reproduz imagens surreais que viraram arte por Salvador Dalí – Divulgação

Por Andrea Miramontes
Especial para o Atores & Bastidores*

Imagine se os personagens e objetos surreais do pintor Salvador Dalí (1904-1989) ganhassem vida e resolvessem subir no picadeiro.

Em um espetáculo de dança, teatro e circo com acrobatas e malabaristas quase mágicos, a peça La Verità  traduz os sonhos “malucos” do pintor catalão.

A peça tem como pano de fundo o leilão do quadro Tristão e Isolda, de 1944, que ficou desaparecido por décadas. A suposta comercialização, conduzida por palhaços, tem o objetivo de ajudar artistas decadentes.

Artistas se destacam com acrobacias no palco – Divulgação

Mas a história não é linear, e o quadro serve de fio-condutor. Quem se lembra das obras do pintor, muitas vezes com traços atormentados, pode identificar os elementos fabulosos no palco, que ganham vida e leveza nos corpos dos artistas.

Com Tristão e Isolda, o diretor ítalo-suíço Daniele Finzi Pasca conduz a montagem. No Brasil, ele também assinou Corteo, do Cirque du Soleil.

O elenco reúne uma trupe internacional, com 13 atores de diversos países, como Canadá, Argentina, França, Itália, Austrália, Espanha, Paraguai, Suíça e uma brasileira, a autora, atriz e diretora Beatriz Sayad.

Mas é bom ficar esperto: termina neste domingo (25) a temporada de La Verità em São Paulo, que tem patrocínio da Accesstage. Corra, porque é a última chance.

*Andrea Miramontes é jornalista, editora e colunista do R7.

Quadro Tristão e Isolda, do pintor surrealista Salvador Dalí, inspirou espetáculo La Verità

La Verità
Quando: Sábado, 21h; domingo, 15h e 21h. 125 min. Até 25/08/2013
Onde:
Teatro Bradesco (rua Turiassu, 2.100, Shopping Bourbon, SP, tel. 0/xx/11 3670-4100)
Quanto: De R$ 30 a R$ 200
Classificação etária: Livre

Leia o blog Patas ao Alto!

Curta nossa página no Facebook!

Leia também:

Fique por dentro do que rola no mundo teatral

Descubra tudo o que as misses aprontam

Tudo que você quer ler está em um só lugar. Veja só!

Você pode gostar...

1 Resultado

  1. Felipe disse:

    Cenário onírico, bem ao gosto de Dalí, mas percebi uma atualidade (pelo menos no que vi da cenografia). Um Dalí contemporâneo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *