Crítica: Vestido de Noiva vira delírio pós-moderno

Vestido de Noiva, de Nelson Rodrigues, ganha montagem assinada por Eric Lenate – Foto: André Porto

Por Miguel Arcanjo Prado

A peça que colocou marco no teatro moderno brasileiro em 1943 ganha, 70 anos depois, uma versão que é um verdadeiro delírio pós-moderno.

Eric Lenate, diretor desejoso de mostrar personalidade, pesa a mão em um clássico da dramaturgia nacional, fazendo dele o que bem entende.

Ao público, resta ficar preso na plateia diante da balbúrdia instaurada no palco com direito a elevados decibéis.

A peça apresenta Alaíde, a moça atropelada que, nos momentos finais de vida, mistura fatos de sua vida com notícias velhas de jornal. Como o assassinato de Madame Clessi pelo jovem amante com quem frequentava a idílica ilha de Paquetá – referência de Nelson Rodrigues ao fundamental romance A Moreninha, de Joaquim Manoel de Macedo.

Se a peça já propunha a interposição de planos, a montagem em cartaz no Teatro do Núcleo Experimental, trabalha com “dimensões”, como defende o diretor, que abrem suas portas sem pedir licença, tornando tempo e espaço uma grande viagem lisérgica.

Se Lenate pesou a mão nas referências e no frenesi – tal qual é a sanha pós-moderna vigente – boa parte do elenco não entende a viagem.

Algumas atrizes, sobretudo a protagonista Gabriela Fontana, surgem histéricas e em um registro vocal que dói a qualquer ouvido minimamente sensível.

Há ressalvas, como Lavínia Pannunzio, mais experiente, que segura as rédeas de sua Clessi diante daquele pesadelo surreal.

Como diretor de personalidade, Eric Lenate tenta fazer de Vestido de Noiva de Nelson Rodrigues uma peça sua, mesmo que elenco e plateia fiquem expostos. Fez o que quis. Os artistas mais vivos correram atrás com parcimônia.

Vestido de Noiva
Avaliação: Bom
Quando: Sexta e sábado, 21h; domingo, 19h. 90 min. Até 15/12/2013
Onde: Teatro do Núcleo Experimental (r. Barra Funda, 637, metrô Marechal Deodoro, Barra Funda, São Paulo, tel. 0/xx/11 3259-0898)
Quanto: R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia-entrada)
Classificação etária: 16 anos

Agenda Cultural da Record News (toda sexta, ao vivo, meio-dia)

Curta nossa página no Facebook!

Leia também:

Fique por dentro do que rola no mundo teatral

Descubra tudo o que as misses aprontam

Tudo que você quer ler está em um só lugar. Veja só!

Você pode gostar...

1 Resultado

  1. Felipe disse:

    Considerando que o nome de Eric Lenate andou pipocando por essa coluna, fui ler com atenção o “post” para ver do que se tratava. Contudo, confesso que fiquei dividido em minha opinião: se por um lado eu acho interessante e aplaudo quem consegue dar uma nova roupagem para uma peça, por outro, lamento quem, no desejo de ser revolucionário, acaba por fazer com que a peça perca a própria identidade. Acho válido modernizar VESTIDO DE NOIVA, porém de forma a não comprometer suas características tão peculiares.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *