Música e menores infratores inspiram peça em SP

Espetáculo da Cia. Ato Reverso cumpre temporada na Casa Livre, em SP – Foto: Douglas de Campos

Por Miguel Arcanjo Prado

A poesia trágica de uma música unida à dura realidade de uma juventude que já começa detrás das grades está detrás da peça Maria Inês ou o Que Você Mata para Sobreviver?, montagem que a Cia. Ato Reverso reestreia neste sábado (26), na Casa Livre, em São Paulo.

O espetáculo acaba de fazer temporada mexicana, no 9º Encontro Internacional de Escolas Superiores de Teatro, no começo deste mês, como conta uma das diretoras, Nathália Bonilha, ao Atores & Bastidores do R7.

— Tivemos uma recepção ótima do público, mesmo eles não entendendo completamente o português. Tivemos também oportunidade de ouvir retorno sobre a peça de outros artistas latinos.

A obra, dirigida por Luiza Romão e Nathália Bonilha, é inspirada na música Maria Inês, do grupo Karnak.

A canção conta a história da mulher que mata o marido, o cunhado e o sobrinho para se salvar. Daí partiu a dramaturgia construída por Sofia Botelho, como lembra Bonilha.

— Usar a música veio do desejo de discutir a sobrevivência no mundo. No processo, a canção foi lembrada por mim, por ter uma personagem com forte veia trágica. Pensando em ampliar essa relação de sobrevivência e conhecer pessoas reais, fomos à Fundação Casa, repleta de adolescentes que tentam sobreviver a cada.

A companhia faz um panorama da personagem com a situação atual de caos da sociedade. Para tanto, foi fundamental o laboratório com adolescentes infratores no começo do ano.

O grupo afirma que trabalhou com a “sociedade estruturada sob a lógica da barbárie”, na qual a sobrevivência individual se dá sem escrúpulos. Assim, ficção e documentário se unem na peça. Bonilha espera que esta não seja a última temporada da montagem, que já esteve em outros dois espaços paulistanos.

— A expectativa é apresentar mais vezes e encontrar mais pessoas. Queremos continuar com a peça por mais um tempo e circular por outras cidades também.

Histórico do grupo

A Cia. Ato Reverso é formada por atores oriundos do curso de artes cênicas da Universidade de São Paulo (USP).

O grupo foi fundado em 2012 e diz que sua missão é promover diálogo entre ficção e realidade, “criando maior intimidade com o público”.

A trupe já teve contato com diretores renomados, como Antônio Araújo, André Guerreiro Lopes, Adolf Shapiro, Marcelo Lazzaratto, José Fernando Azevedo e Yara de Novaes.

No elenco da peça, estão Bárbara Lins, Luana Gregory, Lucas Oranmian, Mayra Coelho e Naia Soares.

Maria Inês ou o Que Você Mata para Sobreviver?
Quando: sábado, 21h, domingo, 19h. Até 1º/12/2013
Onde: Casa Livre (rua    dos    Pirineus,  107, Campos Elíseos, metrô Marechal Deodoro, São Paulo, tel. 0/xx/11 3257-6652)
Quanto: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia-entrada)
Classificação  etária: 14 anos

Você pode gostar...

1 Resultado

  1. Felipe disse:

    Lamentavelmente, é uma realidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *