O Retrato do Bob: Georgette Faddel, artista do povo

Foto de Bob Sousa
Por Miguel Arcanjo Prado


No auge dos 40 anos, a artista de Laranjal Paulista Georgette Faddel é um dos nomes mais ativos do teatro brasileiro. Formada pela Escola de Arte Dramática da USP (Universidade de São Paulo), nem ela mesma sabe como dá conta de tanta coisa. Talvez seja por isso que todos a respeitam. Porque Georgette não brinca em serviço, por mais que tudo pareça uma grande diversão diante de seu talento. No momento, dirige O Duelo, peça da mundana companhia com Camila Pitanga em cartaz no Centro Cultural São Paulo. Nesse meio tempo, esteve no mês passado na Alemanha com o diretor Felipe Hirsch apresentando a peça Puzzle, da qual é atriz e que estreia no próxima quinta (7) no Teatro Paulo Autran do Sesc Pinheiros. Para completar a festa, ainda se junta à sua turma da Cia. São Jorge de Variedades entre 22 de novembro e 21 dezembro de 2013 na volta do consagrado espetáculo Barafonda, que invade as ruas do bairro da Barra Funda, em São Paulo, sextas e sábados, a partir das 15h, com saída da praça Marechal Deodoro. No meio da agenda frenética, arranjou tempo para receber com aquele sorriso no rosto o Atores & Bastidores, na Casa Livre, em São Paulo, espécie de seu segundo lar. Posou com gosto para o nosso Bob Sousa. Taí, a nossa corintiana chamada Georgette Fadel. Porque esta artista é realmente do povo.

Curta nossa página no Facebook!

Leia também:

Fique por dentro do que rola no mundo teatral

Descubra tudo o que as misses aprontam

Tudo que você quer ler está em um só lugar. Veja só!

Você pode gostar...

1 Resultado

  1. Felipe disse:

    Eu me recordo de uma entrevista com a querida Nívea Maria, na qual ela afirmava ser uma atriz popular. Assim é Georgette. Parabéns para ambas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *