Bárbara Paz é ridicularizada em peça do Oficina

Pegou mal na classe: Bárbara Paz, em pose de dondoca em meio aos protestos – Foto: Anderson Borde/AgNews

Por Miguel Arcanjo Prado

O polêmico editorial publicitário protagonizado pela atriz Bárbara Paz para uma marca de joias foi parar no atual espetáculo do Teat(r)o Oficina, Cacilda!!! Glória no TBC – Capítulo 1.

A peça, escrita e dirigida por José Celso Martinez Corrêa e Marcelo Drummond, termina temporada em São Paulo no próximo fim de semana (leia a crítica).

O ensaio de Bárbara, inspirado no movimento dos black bloc – os mascarados que são presença constante nos recentes protestos pelo País –, traz a atriz, vestida de dondoca e coberta de joias, sendo agarrada por um policial em meio a supostas bombas de gás lacrimogêneo.

O ensaio sofreu crítica nas redes sociais, onde foi acusado de ser oportunista.

Ele também é ridicularizado na peça do Oficina.

Na parte final da obra, quando a montagem critica atores que tiveram suas origens no teatro e que se vendem ao mercado, a foto com Bárbara Paz é projetada nos telões do Oficina.

O público vai ao delírio e aplaude, como observou o R7 na sessão do último sábado (2).

Bárbara Paz chegou a usar o Teat(r)o Oficina, projetado há 20 anos pela arquiteata Lina Bo Boardi, como cenário para as fotos nuas que fez para a revista masculina Playboy em 2007.

A atriz, atualmente vivendo uma dondoca que foi casada com um gay na novela Amor à Vida (Globo), já foi dirigida nos palcos paulistanos por nomes como Eduardo Tolentino (Grupo Tapa), Hugo Possolo (Parlapatões), Francisco Medeiros, Bibi Ferreira e Paulo Autran.

[r7_poll id=11078]

Cacilda!!! Glória no TBC – Capítulo 1
Avaliação: Muito bom
Quando:
Sábado (9) e domingo (10), às 18h. 5 horas. Até 10/11/2013
Onde: Teat(r)o Oficina Uzyna Uzona (r. Jaceguai, 520, Bixiga, São Paulo, tel. 0/xx/11 3106-2818)
Quanto: R$ 40 (inteira); R$ 20 (meia-entrada); R$ 5 (moradores do Bixiga mediante comprovante de residência)
Classificação etária: 18 anos

Curta nossa página no Facebook!

Leia também:

Fique por dentro do que rola no mundo teatral

Descubra tudo o que as misses aprontam

Tudo que você quer ler está em um só lugar. Veja só

 

 

 

 

 

 

Você pode gostar...

2 Resultados

  1. Felipe disse:

    1. Por favor, corrija a palavra “arquiteta”.
    2. Achei de péssimo gosto o ensaio. Se quiseram aplicar um golpe de “marketing”, como estratégia foi um grande tiro no pé.

  1. novembro 5, 2013

    […] Bárbara Paz é ridicularizada em peça do Oficina […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *