Veja os indicados da APCA em teatro no 2º semestre

Nossa Cidade, de Antunes Filho: indicado melhor espetáculo, diretor e ator – Foto: Emidio Luisi

Por Miguel Arcanjo Prado

Os críticos de teatro da APCA (Associação Paulista de Críticos de Artes) – entidade da qual este vosso jornalista faz parte – avaliaram a temporada teatral do segundo semestre de 2013 (agosto a dezembro), em reunião de trabalho informal realizada em São Paulo, na noite desta segunda (2). Os críticos fizeram uma pré-seleção dos melhores do teatro paulista neste período.

O encontro definitivo para votar os melhores de 2013 será realizado na noite da próxima segunda (9),  no Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado de São Paulo, em assembléia ordinária anual da entidade. Como o volume de produções teatrais em São Paulo é farto, a comissão de teatro da APCA tem por hábito se reunir informalmente ao final de cada semestre para discutir e filtrar os principais nomes da temporada em questão.

Veja, abaixo, todos os indicados da APCA em teatro em 2013, no primeiro e no segundo semestre:

Espetáculo

Primeiro Semestre
Cais ou da Indiferença das Embarcações (Velha Companhia)
Folias Galileu (Grupo Folias D’Arte)
Quase Normal
São Manuel Bueno, Mártir (Grupo Sobrevento)

Segundo Semestre
A Madrinha Embriagada (Direção de Miguel Falabella)
Nossa Cidade (Direção de Antunes Filho)
Operação Trem Bala (Direção de Naum Alves de Souza)

Autor/Dramaturgo

Primeiro Semestre
Cássio Junqueira e Cássio Scapin – Eu Não Dava Praquilo
Kiko Marques – Cais ou da Indiferença das Embarcações
Laura Castro – Aos Nossos Filhos
Rafaela Penteado, Heloísa Cardoso e elenco – Folias Galileu

Segundo Semestre
Naum Alves de Souza (Operação Trem Bala)
Newton Moreno (Jacinta)

Diretor

Primeiro Semestre
Dagoberto Feliz – Folias Galileu
Elias Andreato – Eu Não Dava Parquilo e Mirna Sou Eu
Luiz André Cherubini e Sandra Vargas – São Manuel Bueno, Mártir

Segundo Semestre
Antunes Filho (Nossa Cidade)
Naum Alves de Souza (Operação Trem Bala)
Zé Henrique de Paula (Nossa Classe)

Ator

Primeiro Semestre
Cássio Scapin – Eu Não Dava Praquilo
Ésio Magalhães – WWW para Freedom
Henrique Schafer – Afogando em Terra Firme
Marcos Caruso – Em Nome do Jogo

Segundo Semestre
Enrique Diaz (Cine Monstro)
Leonardo Ventura (Nossa Cidade)
Marco Antonio Pâmio (Operação Trem Bala)
ZéCarlos Machado (Retratos Falantes – Brincando com Sanduíche)

Atriz

Primeiro Semestre
Bete Coelho e Ligia Cortez – A Dama do Mar
Maria de Medeiros – Aos Nossos Filhos
Marília Pêra – Alô, Dolly!
Rosana Stavis – Árvores Abatidas ou para Luis Mello

Segundo Semestre
Débora Duboc (Jocasta)
Débora Falabella e Yara de Novaes (Contrações)
Debora Olivieri (Rosa)
Jandira Martini (Prof! Profa!)

Prêmio Especial

Primeiro Semestre
Domingos Nunez e Cia. Ludens pelos dez anos dedicados ao teatro irlandês
Grupo Tapa pelo projeto Tapa no Arena – uma Ponte na História
Projeto Educacional do Sesi-SP em Teatro Musical

Segundo Semestre
Projeto Baú de Arethuza (Cia Os Fofos Encenam)
Projeto Cacilda (Teatro Oficina)
Projeto Puzzle (Direção de Felipe Hirsch)

Grande Prêmio da Crítica

Primeiro e segundo semestre
Eva Wilma pelos 60 anos de carreira da atriz
Maria Thereza Vargas pela longa e brilhante carreira de pesquisadora teatral e pela autoria do livro Cacilda Becker:Uma Mulher de Muita Importância

 

Curta nossa página no Facebook!

Leia também:

Fique por dentro do que rola no mundo teatral

Descubra tudo o que as misses aprontam

Tudo que você quer ler está em um só lugar. Veja só!


Você pode gostar...

3 Resultados

  1. Carlos disse:

    Estou chocado com o fato da APCA ter ignorado solenemente o espetáculo TRIBOS em cartaz desde setembro no TUCA. Texto primoroso, elenco afinado com destaque para Bruno Fagundes no papel de um rapaz surdo, direção dinâmica de Ulysses Cruz e ainda a iniciativa inovadora de Antonio Fagundes tratando de acessibilidade no teatro e ainda produzindo seu espetáculo em esquema de cooperativa sem qq tipo de patrocinio. Vergonhoso para a APCA.

  2. Felipe disse:

    Parabéns a todos os indicados!

  3. Felipe disse:

    O Bob Sousa deveria ganhar um prêmio especial por conta do registro histórico-fotográfico do panorama atual do teatro brasileiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *