Entrevista de Quinta – “Fecho os olhos e me imagino sendo a Beyoncé”, diz a Palhaça Rubra

Palhaça Rubra

Lu Lopes no papel da Palhaça Rubra – Foto: Reprodução/Facebook

Por BRUNA FERREIRA*

Ela se chama Rubra, tem pelo menos 20 anos de existência, mas não conta a idade, pois é assim com todas as grandes personalidades. Ela sonhava ser Rita Lee, foi chamada para atuar em um filme de Tim Burton e diz que já foi cortejada por Brad Pitt, Rodrigo Santoro e Rodrigo Faro.

A Entrevista de Quinta de hoje é um presente amoroso e leve, como a vida deve ser. Lu Lopes, escritora, diretora, compositora, cantora e atriz criou a Palhaça Rubra e esta entrevista toda especial.

Durante cinco anos, Lu participou do Doutores da Alegria, que leva diversão para crianças hospitalizadas. Também fez parte do Circo Zanni. Por dez anos anos foi arte-educadora na Casa do Teatro e assistente de direção no Teatro Escola Célia Helena.

Em cartaz no Sesc Pompeia, Lu fará as últimas apresentações da Palhaça Rubra, neste fim de semana, com dois espetáculos para a família: Escalafobética e Criaturas. No primeiro, a palhaça vive em uma atmosfera de loucura sombria, encarnando uma faxineira para lá de improvável. No segundo, a personagem surge com um show musical e teatral criado a partir do livro homônimo e de sua autoria.

— Eu criei a Palhaça Rubra há 20 anos. Fiz um workshop com a Cristiane Paoli-Quito e durante essa fase fui construindo a personagem. Demorou para ela ganhar a caracterização que tem hoje. Ela, certamente, não é a mesma desde o início de sua criação. Ela ganhou uma clareza. Quanto mais velho o palhaço vai ficando, melhor ele é. O tempo faz perder alguns pudores.

Sem mais enrolação… Respeitável público, com vocês, a Palhaça Rubra:

Palhaça Rubra - Entrevista de Quinta

Rubra conta como mantém a boa forma e o bom-humor ao Atores & Bastidores –  Foto: Reprodução/Facebook

Atores & Bastidores – Rubra, você sonhava fazer tanto sucesso? Quando foi que percebeu que encontrou a fama?
Palhaça Rubra – Eu sonhava ser a Rita Lee! Queria cantar para as pessoas e que elas cantassem comigo! Hoje em dia é que consegui ser eu mesma e cantar com todo mundo que vai nos shows. Eu fecho os olhos e me imagino sendo a Beyoncé! O sucesso e a fama se encontraram dentro de mim! Eu sou um sucesso e a pessoa mais famosa dentro de mim mesma! Pode perceber! Ó!

Qual é a parte boa do sucesso? E a parte ruim?
A parte boa do sucesso é que as pessoas passam a te conhecer e ir felizonas em tudo que você faz! Enxergam a gente melhor do que a gente é! A parte ruim… Eu dou um chute no “forévis” dela e procuro me divertir até nas roubadas!

Você acha que o público confunde a sua arte com a sua vida pessoal? Dá para ter privacidade?
Privacidade é bom no banheiro. Ops… no toilet! Fora dali sempre vai ter gente querendo saber como a gente vive. Como eu sou muito famosa tenho sempre em casa instrumentos musicais, champanhe, sucos naturais e “peperêts” pra receber com elegância os curiosos de plantão e fazer um som e novas parcerias!

O que você faz para manter sempre a boa forma e o bom-humor?
Faço capoeira com o professor Bruno da Uru Brasil, yoga com o professor Pedrinho no Santosha, danço de chacrete nos shows da Ivete Sangalo e fujo dos cachorros do bairro correndo até não poder mais! O bom-humor é coisa chique mesmo! A elegância da alma e iluminação espiritual. Isso vem do bom-humor, que vem da alegria, que vem de ficar com os amigos e família!

Rubra Palhaça

Rubra conta o segredo dos cabelos – Foto: Reprodução/Facebook

A sua fama atraiu muitas pessoas interesseiras? Quem são seus amigos de verdade?
A fama atraiu muitos pretendentes que querem namorar comigo! O Brad Pitt, o Rodrigo Santoro, o Rodrigo Faro! Todos esses rapazes ficam me ligando e mandando flores e colares de pérolas! Mas eu, gentilmente, explico que estou sem tempo no momento e me dedico à arte! Meus amigos de verdade são os que praticam o amor com simplicidade! Hoje de manhã apareceu um beija-flor na minha janela… Fiz amizade com ele!

O que você gosta de fazer nas horas vagas?
Amo dançar nas discotecas até o dia nascer! Já ganhei concurso, em primeiro lugar, de melhor dançarina em Osasco! Sou a rainha da pista! Pé de valsa! Chacrete maior!

Em Escalafobética, você entra em uma paranoia por limpeza, é isso mesmo? Você é boa na faxina, Rubra?
Eu limpo tudo que precisa ser limpo! Limpo de vaso sanitário a corações empoeirados!

Escalafobética também tem um pouco da atmosfera do Tim Burton? De onde veio a inspiração? Já sonhou fazer algum filme dele?
Ele me chama todo ano pra fazer os filmes dele e pra ser par romântico do Johnny Depp! Mas eu tenho muitos compromissos aqui no Brasil! Mas me inspiro nele porque ele sempre foca o lado humano e amoroso das criaturas e personagens das suas histórias! Isso é lindo e delicado!

Já em Criaturas você solta a voz, né? Quem são suas referências na música?
Eu amo a música e vivo pra fazer isso da vida! Escuto música o tempo todo… Arnaldo Antunes, Chico Salém, Jeneci, Beyoncé, Zeca Pagodinho, Spike Jones, Billie Holliday, Gorillaz, Rita Lee, Novos Baianos… e assim vai!

Rubra, esse seu cabelo é todo especial e marca sua personalidade. O que faz para cuidar dele diariamente?
Sabão de coco e vou no Jassa: cabeleleiro das estrelas!

Tem alguma coisa que você gostaria de dizer aos seus fãs, Rubra?
Sim. Vamos ser felizes. A gente merece!

*Bruna Ferreira é repórter do R7. É formada em jornalismo pela Escola de Comunicações e Artes (ECA) da USP (Universidade de São Paulo), onde cursa mestrado. Ela escreve interinamente neste blog até 18/2/2014, período de férias do colunista Miguel Arcanjo Prado.

Escalafobética
Quando: última chance, sexta 24/01/2014, 21h.
Onde: Sesc Pompeia – Espaço Cênico (r. Clélia, 93, São Paulo, 0/xx/11 3871-7700)
Quanto: R$ 3,60 (trabalhador no comércio e serviços matriculado no Sesc e dependentes), R$ 8 (usuário matriculado no Sesc e dependentes, idosos, estudantes e professores da rede pública de ensino) e R$ 16 (inteira)
Classificação indicativa: 14 anos

Criaturas
Quando: último fim de semana, 25/01/2014 e 26/01/2014, sábado e domingo, 17h
Onde: Sesc Pompeia – Espaço Cênico (r. Clélia, 93, São Paulo, 0/xx/11 3871-7700)
Quanto: R$ 1,60 (trabalhador no comércio e serviços matriculado no Sesc e dependentes), R$ 4 (usuário matriculado no Sesc e dependentes, idosos, estudantes e professores da rede pública de ensino) e R$ 8 (inteira)
Classificação indicativa: Livre

Curta nossa página no Facebook!

Leia também:

Fique por dentro do que rola no mundo teatral

Descubra tudo o que as misses aprontam

Tudo que você quer ler está em um só lugar. Veja só!

Você pode gostar...

1 Resultado

  1. Felipe disse:

    Arnaldo Antunes é “in”, porém Beyoncé é algo meio exagerado. Rita Lee já foi muito “in” e eu era fã dela, mas atualmente está um pouco chata em seus trabalhos. Mas cada um curte o que quer. A Palhaça Rubra está certa!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *