Domingou – Os dilemas de um ator

Paulo Autran em Morte e Vida Severina, direção de Silnei Siqueira, 1969 – Foto: Acervo Funarte

Você pensará em fazer uma novela, pensará em fazer cinema. Você é mais um no meio da multidão… É o amor que vai te mover…

O ator Ricardo Corrêa: amor ao ofício de ator

Por RICARDO CORRÊA*
Especial para o Atores & Bastidores

Com amor à verdade, digo aos artistas de teatro: reze pra dar certo! Além disso, uma boa escola de teatro ajuda, ler todos os grandes autores e mesmo assim concorrer com gente que não sabe nem pronunciar “Godot” do “Beckett”. Daí, torcer muito para fazer uma peça de sucesso. Ter perfil. Saber qual é o teu perfil. Você irá fazer mil testes para comerciais, vai ser editado em um, vai ficar torcendo e saberá mais tarde que seu amigo pegou.  Daí, você pega um de cerveja pra fazer, te reconhecem na rua e passam a acreditar mais em você.

Você pensará em fazer uma novela. Você entra em contato com aquele agente de elenco que seu amigo ator te falou, ele te ignora. Você pensa: o que será que eu fiz? Fique tranquilo. Pra ele você é mais um no meio da multidão. Se você pegar a novela, reze para o contrato se renovar. Porque o dinheiro só vai durar o tempo do contrato.

Você também pode escrever ou produzir algo moderno, que vire hit do momento.  Se você produzir uma peça aumenta um pouco mais o seu ganho. Mas em algum momento vão falar mal de você. Não se assuste. É normal. Seria legal se você fosse indicado a algum prêmio.

Pensará em fazer cinema. Mas como? Conhecer qual produtor de elenco? No cinema você ganha a diária, nome feio, lembra diarista. Aliás, por que será que o ator que fez o filme não ganha por bilheteria?

Abriu aquele edital. Você pode escrever projetos. Você teve aquela ideia ótima e você acredita nela. Mas não tem nenhum nome famoso no teu projeto? Ah, mas aquele grupo conhecido com gente mais famosa pegou? Pegou três editais ao mesmo tempo? É isso acontece! Mas não desista.

Você pode trabalhar durante o dia num shopping e a noite fazer teatro.  Em qual hora do dia você lê o seu livro de teoria sobre o Brecht?

Pode rolar aquela animação de festa, o teatro empresa, monstros em parques… Mudar de profissão.

Você poderá dar aula de teatro. Você vai se deparar com certas dificuldades. Certo? Mas vai que pegue aulas numa escola de formação de atores. Ótimo. Na maioria das vezes, você vai ralar o tchan e não vai ganhar muito. Terá que ir pra lugares distantes, acreditando no poder de transformação que o teatro possui.

Esse poder que o teatro tem é que vai te mover muitas vezes a continuar, inclusive quando pensar em desistir. Mas respire. Fique calmo. É o amor que vai te mover a continuar no teatro.  Esse amor nutre.

Me despeço com amor à verdade.

*Ricardo Corrêa é ator. A coluna Domingou, uma crônica semanal, é publicada todo domingo no blog Atores & Bastidores do R7.

Curta nossa página no Facebook!

Leia também:

Fique por dentro do que rola no mundo teatral

Descubra tudo o que as misses aprontam

Tudo que você quer ler está em um só lugar. Veja só!

Você pode gostar...

3 Resultados

  1. Felipe disse:

    Ricardo falou a verdade, mas digo que hoje não está fácil para ninguém, seja da área artística ou não. O mundo mudou com a globalização e a concorrência é grande. Mas isso é para todos, então é se adaptar e seguir em frente.

  2. Mag disse:

    A Vida artística realmente não é nada fácil, tem que ter muito amor pra permanecer na estrada.

  3. Dionísio Neto disse:

    O ator pode ganhar dinheiro com a sua profissão:

    – Atuando em uma peça de sucesso. Se for produtor é melhor, senão o salário é baixo mesmo se a peça estourar nas bilheterias. (Se você for o produtor e ganhar dinheiro vão dizer que você está roubando.)
    – Fazendo comerciais. São 15 nãos para um sim. E o cache que vão te pagar vai te prender por um ano. Ou seja, divida o cachê por 12. É uma miséria.
    – Fazendo filmes. Aqui se ganha por diaria. É pouco. Se for produtor é melhor. Raramente o ator ganha porcentagem de bilheteria.
    – Dando aulas de atuação. Uma merreca. Não paga nem o condomínio.
    – Tendo um contrato de novela. O salário dura o tempo da novela. Raramente se renova. E se renova, demora. Acabando a novela fica-se desempregado.
    – Tendo um contrato longo com a tv Globo ou Record – dura de 4 a 5 anos. Muitos reclamam de barriga cheia. É a unica maneira de ganhar-se dinheiro mesmo não trabalhando. E no intervalo dá para fazer cinema, publicidade e teatro. É o melhor que há no mercado. Todo o resto é provisório.
    – Ganhar na loteria. É quase tão fácil quanto manter-se como ator.
    – Virar produtor e ganhar editais e patrocínios. É tão fácil quanto ganhar na loteria.
    – Fazendo um personagem popular e ser chamado para campanhas de publicidade. É tão fácil quanto ganhar na loteria.
    – Mudar de profissão.

    A gente trabalha muito, ganha pouco, mas pelo menos a gente (às vezes) se diverte.

    texto do amigo Dionisio Neto(na sua própria timeline… paráfrase?…).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *