Dois ou Um com Marina Palha

Marina Palha

A atriz Marina Palha fez “Rock In Rio — O Musical” e está na novela “Além do Horizonte” – Foto: Felipe Diniz

Por BRUNA FERREIRA*

A atriz Marina Palha, de 28 anos, pode roubar sua atenção pelo rosto de traços marcantes, o jeito de menina, pela atuação inteligente ou pela voz doce. Aos nove anos fez sua primeira peça, sem ter ideia de que seu futuro já estava traçado naquele momento. Aos 17 anos, fez parte do elenco da peça Confissões de Adolescente e desde então não parou mais. Atualmente no ar como a Joana, da novela global Além do Horizonte, foi no teatro que fez seu nome. Ela participou do musical Rock in Rio, interpretando a cantora Sandy. A oportunidade na TV fez com que ela desistisse do papel no espetáculo Elis, O Musical. É formada em artes cênicas pela UniRio e chegou a estudar em Roma e Los Angeles. Aqui na Dois ou Um ela mostra que gosta tanto das possibilidades quanto das escolhas.

Cantar ou dançar?
Dançar cantando! Impossível separar as duas coisas na minha vida.

Amazônia ou Los Angeles?
Estar na Amazônia me proporcionou momentos de grande sintonia com a natureza e consequentemente comigo mesma. Estar afastada dos grandes centros, naquela imensidão que é a nossa floresta e com os pés descalços na terra, foi um momento riquíssimo! Agora em Los Angeles é um encontro com o fervo da indústria cinematográfica, o que eu também não abriria mão jamais! Diria que fico com os dois, em momentos diferentes da vida.

Rock in Rio ou Os Saltimbancos?
Rock in Rio!

Sandy ou Júnior?
Fico com a individualidade de cada um.

Copa do Mundo ou Eleições 2014?
Pulo [risos]!

Casamento ou namoro?
Casamento. Acredito muito nos laços que a gente estabelece ao longo da vida. Sou de cultivar as relações. “A felicidade só é real quando compartilhada”, do filme Na Natureza Selvagem.

Adolescentes ou balzaquianas?
Balzaquianas, certo! A gente melhora muito com o tempo…

Dinheiro ou vocação?
Vocação! Se você investe no que sabe, o dinheiro vem! Mais dia, menos dia, ele vem.

Rolezinho ou comerciantes?
Apoio qualquer tipo de movimento com uma causa. Sem violência, sem baderna, sem invadir o espaço alheio. Fora isso, não vejo sentido.

Cazuza ou Tim Maia?
Cazuza para os momentos de inquietude e Tim Maia no volume máximo.

*Bruna Ferreira é repórter do R7. É formada em jornalismo pela Escola de Comunicações e Artes (ECA) da USP (Universidade de São Paulo), onde cursa mestrado. Ela escreve interinamente neste blog até 18/2/2014, período de férias do colunista Miguel Arcanjo Prado.

Curta nossa página no Facebook!

Leia também:

Fique por dentro do que rola no mundo teatral

Descubra tudo o que as misses aprontam

Tudo que você quer ler está em um só lugar. Veja só!

Você pode gostar...

1 Resultado

  1. Felipe disse:

    Moça muito bonita a Marina Palha. Entrevista com atitude, deu respostas curtas porém bem inteligentes. Dá para ver que é uma pessoa articulada. Concordo particularmente com a parte dos polêmicos rolezinhos, pois estou cansado dessa baderna que estraga os finais de semana: a gente pensa que vai ao “shopping center” para se distrair e, de repente, sai de lá mais estressado porque aquilo vira uma verdadeira praça de guerra com as confusões dos detestáveis rolezinhos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *