Artistas “descomemoram” 50 anos do golpe militar na 2ª Mostra Teatral de Direitos Humanos de SP

Tanque militar circula no bairro das Laranjeiras, no Rio, em 31 de março de 1964 – Foto: Arquivo/Estadão Conteúdo

Por MIGUEL ARCANJO PRADO

Começou nesta segunda (24) e vai até o próximo domingo (30), a 2ª Mostra Teatral de Direitos Humanos de São Paulo.

O evento integra uma série de atividades culturais pela cidade que lembram os 50 anos do golpe militar que instaurou a ditadura no Brasil em 1964. O objetivo é fazer uma “descomemoração” da data.

A realização é do Núcleo do 184, da Cooperativa Paulista de Teatro e da Cia. do Feijão.

As apresentações acontecem no Teatro Studio Heleny Guariba e também na sede da Cia. do Feijão, no centro paulistano [veja endereços ao fim].

 

Os Crespos se apresentam na mostra com Além do Ponto – Foto: Divulgação

Integram a programação no Guariba os espetáculos Iracema – a Paulistada: um Solo Manifesto, da Cia. de Solistas (25/03, às  20h); Milagre na Cela, de Jorge Andrade, com leitura do Grupo Kaus (26/03, às 20h); Além do Ponto, da Cia. Os Crespos (27/03, às 20h); Utopia, de Thomas Moore, encenada pela Cia. Esquizocênica (30/03, às 17h). O Núcleo do 184 também faz as peças A Necessidade da Arte, de Ernst Fischer (28/03, às 20h); O Rato Pensador, de Agenor Bevilacqua (29/03, às 16h); Caixa de Retratos (29/03, às 20h); e Jonas/Bacuri/ Bacuri/Jonas (30/03, às 19h30).

Já na Cia. do Feijão serão encenadas Clarisse, Virgínia, Catarina, do grupo Mal Amadas Poética do Desmonte (26/03, às 20h); O Interrogatório Brasileiro, com leitura do Núcleo do 184 (28/03, às 16h); Reis de Fumaça, da Cia. do Feijão (28/03, às 18h); e O Mundo das Águas, da Cia. A Jaca Est (29/03, às 15h).

A mostra será encerrada com a leitura de Poesia de Resistência, pelo ator Roberto Ascar e pelo músico Beto Kapeta, no dia 30 de março, às 20h, no Teatro Studio Heleny Guariba.

2ª Mostra Teatral de Direitos Humanos
Quando: 24 a 30 de março de 2014
Quanto: grátis
Onde: Teatro Studio Heleny Guariba (praça Roosevelt, 184, São Paulo, metrô República)
Espaço da Cia. do Feijão (rua Doutor Teodoro Baima, 68, São Paulo, metrô República)
Informações: 0/xx/11 3259-6940

Curta nossa página no Facebook!

Leia também:

Fique por dentro do que rola no mundo teatral

Descubra tudo o que as misses aprontam

Tudo que você quer ler está em um só lugar. Veja só!

Você pode gostar...

1 Resultado

  1. Felipe disse:

    Está certo. Essa data deve ser “descomemorada” mesmo. Uma vergonha para a nossa nação!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *