José Wilker é homenageado no Festival de Curitiba

Homenagem no Festival de Teatro de Curitiba, o maior do Brasil, ao ator José Wilker (1941-2014): um ator com conteúdo teatral que virou galã da TV

Por MIGUEL ARCANJO PRADO
Enviado especial do R7 a Curitiba*

O ator José Wilker, que morreu de infarto aos 66 anos neste sábado (5), será homenageado no Festival de Teatro de Curitiba.

Artistas de peças do Festival pretendem pedir um minuto de silêncio e também um forte aplauso a Wilker nas últimas apresentações do Festival, que termina neste domingo (6), com público de 230 mil pessoas em 13 dias de festa do teatro na capital paranaense. Afinal, Wilker começou nos palcos, onde foi ator engajado e depois virou galã da televisão.

Os atores Reynaldo Ginaecchini, Simone Zucatto e Maria Fernanda Cândido, que apresentam a peça A Toca do Coelho no Teatro Guairão às 21h deste sábado, pretendem homenagear o colega. Pouco antes de ir para o teatro, Giane afirmou ao R7 que gostava muito de Wilker.

– Fiquei surpreso quando soube da morte dele. É uma grande tristeza. O José Wilker era um artista admirável, tanto no seu trabalho como ator quanto à sua trajetória de vida.

Maria Fernanda Cândido também lamentou a perda do ator e diretor, que esteve também com peças em Curitiba em 2009 e em 2012.

– Estive junto com ele várias vezes, e o José Wilker sempre foi muito querido comigo. A sua morte foi algo inesperado, que pegou todo mundo de surpresa. O Brasil perde um grande artista, um grande homem que fazia diferença na cena cultural brasileira. Ele deixou uma linda história não só na TV como também no teatro e no cinema.

Leandro Knopfholz, diretor do Festival de Teatro de Curitiba, disse que “Wilker era amigo do Festival”. E lembrou de sua participação no evento em 2012, dirigindo Palácio do Fim, e como ator em 2009, com uma peça dirigida por Jô Soares.

– Quando ele fez a peça A Cabra ou Quem É Sylvia, o cenário atrasou e só conseguimos montá-lo 30 minutos antes de a sessão começar. E ele foi de um profissionalismo incrível. Além disso, no começo da carreira dele, ele fez uma peça com a minha mãe [a atriz Ester Troib Knopfholz]. Que pena. É uma grande perda para o Brasil.

 

*O jornalista Miguel Arcanjo Prado viajou a convite do Festival de Teatro de Curitiba.

Leia a cobertura completa do R7 no Festival de Teatro de Curitiba!

Curta nossa página no Facebook!

Leia também:

Fique por dentro do que rola no mundo teatral

Descubra tudo o que as misses aprontam

Tudo que você quer ler está em um só lugar. Veja só!

Você pode gostar...

1 Resultado

  1. Phillipe disse:

    Que descanse em paz!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *