Mulheres fiandeiras resistem ao tempo em peça

Peça traz olhar feminino no palco para uma profissão que resiste ao tempo – Foto: Divulgação

Por MIGUEL ARCANJO PRADO

Criar tecidos sempre foi uma atividade intimamente ligada ao mundo feminino. Ir em busca de quem são estas mulheres que lidam com o tear foi a missão traçada pelo grupo teatral Ponto de Fiandeiras para criar a peça Ponto Segredo – Primeiros Fios, em cartaz em São Paulo.

A obra levou o Prêmio CPT (Cooperativa Paulista de Teatro) 2013 de melhor dramaturgia.

A trupe é formada desde 2011 por artistas saídos da Escola Livre de Teatro de Santo André e da Universidade Anhembi Morumbi.

Fazem a cabeça dos artistas o teatro narrativo em diálogo com práticas corporais. Dança e yoga estão entre as referências.

A investigação para a peça se deu tanto no cenário urbano quanto no rural. A história apresenta três fiandeiras do subúrbio, ligadas pela amizade e pelo ofício.

O olhar feminino está o tempo todo presente na encenação de Sérgio Pires para o texto de Adélia Nicolette.

Camila Shunyata, Roberta Marcolin Garcia, Vivian Darine e Ângela Maria Prestes compõem o elenco, envolto em retalhos, baús e lamparinas que resistem ao tempo.

Ponto Segredo – Primeiros Fios
Quando: Sexta e sábado, às 20h; domingo, às 19h. Até 1º/6/2014
Onde: Teatro Leopoldo Fróes (rua Antônio Bandeira, 114, Santo Amaro, São Paulo, tel. 0/xx11 5541-7057)
Quanto: R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia-entrada)
Classificação etária: 12 anos

Curta nossa página no Facebook!

Leia também:

Fique por dentro do que rola no mundo teatral

Descubra tudo o que as misses aprontam

Tudo que você quer ler está em um só lugar. Veja só!

Você pode gostar...

1 Resultado

  1. Phillipe disse:

    Belo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *