O Retrato do Bob: Marcos Loureiro, por perto


Foto de BOB SOUSA
Por MIGUEL ARCANJO PRADO

O paulistano Marcos Loureiro começou ator e hoje é muito mais diretor. Deu seus primeiros passos nas artes cênicas tendo aulas com professores lendários do Teatro Escola Macunaíma. Gente do cacife de Myriam Muniz, Klauss Vianna, Antunes Filho e Fauzi Arap. Este último foi quem o encaminhou à direção, de forma certeira. Juntos, dirigiram Chorinho, sucesso nos palcos com Claudia Mello, Caio Blat e, depois, Denise Fraga. No momento, dá vida ao texto de um outro ex-professor seu, Plínio Marcos, um de seus dramaturgos preferidos. Assina a direção de mais uma montagem para Navalha na Carne, no Teatro da Garagem. Habitué da praça Roosevelt, reduto do teatro alternativo paulistano, Loureiro conhece a noite da cidade, retratada na peça. Na metrópole que não para, coleciona sucessos, como Hotel Lancaster, com Mario Bortolotto, e A Louca de Chaillot. com Cleyde Yáconis. Afinal, quando o assunto é teatro, Marcos Loureiro está sempre por perto.

Visite o site de Bob Sousa

Baixe o livro Retratos do Teatro, de Bob Sousa

Curta nossa página no Facebook!

Leia também:

Fique por dentro do que rola no mundo teatral

Descubra tudo o que as misses aprontam

Tudo que você quer ler está em um só lugar. Veja só!

Você pode gostar...

1 Resultado

  1. Phillipe disse:

    O currículo dele fala por si.
    E mais uma ótima foto do Bob! Quando as pessoas se deixam fotografar agindo naturalmente e quando o fotógrafo tem a capacidade de obter essa reação do fotografado, o resultado sempre é positivo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *