Por trás do pano – Rapidinhas teatrais

Rita Cadillac se empolga após gol do atacante Fred: ela vai repetir a dose – Foto: Divulgação

Por MIGUEL ARCANJO PRADO

Isso é que é amor à Pátria
Rita Cadillac, a musa do Grupo Magiluth, assiste aos jogos do Brasil na Copa do Mundo na rua Canuto do Val, região boêmia de Santa Cecília, no centro paulistano, a convite da empresária Lilian Gonçalves, donas dos barres da região. Na partida contra o Camarões, na última segunda (23), ficou tão empolgada que tirou peças de sua vestimenta a cada gol do Brasil. A eterna chacrete promete repetir a performance durante o jogo contra o Chile, neste sábado (28). Ah, ela é louca pelo atacante Fred. É bom para o moral!

Copa latina 1
Já que a Copa do Mundo é mesmo dos países da América Latina, nada melhor do que ver a partida entre Brasil e Chile, neste sábado (28), 13h, no Memorial da América Latina, do lado do metrô Barra Funda, em São Paulo. A entrada é grátis. Um telão será montado ao lado da galeria Marta Traba, onde está instalada a exposição Futebol em Registro, com preciosidades do esporte mais querido do continente. Assim que a partida acabar, começa a festa junina no local.

Copa latina 2
Depois do balancê para chilenos e brasileiros, a partir das 20h acontece também no Memorial o Cabaré Verietê, com entrada grátis. O Duo Elias Tokman, da Argentina, tocará tangos para abrir a noite. Depois, o Cabaré das Martas, do Chile, vai animar o público com música, teatro e números circenses. E tudo vai terminar ao som do candombe uruguaio, com o grupo A Fuego Lento e o palhaço Gonzalo Caraballo, que será o mestre de cerimônias da noite. Quem ainda tiver fôlego, no fim da noite será exibido um filme do mestre do humor mexicano Cantinflas, no bar do Cineclube Latino-Americano. Soy loco por ti América!

Olha o jogo!
Dezesseis atores estão em cena em um bar, durante um jogo da Copa do Mundo, na peça As Horas Vivas. A montagem, dirigida por Pedro Granato, faz suas últimas sessões nesta sexta (27) e sábado (28), às 21h30, no Teatro Pequeno Ato, em São Paulo. Estão todos convidados.

Agenda Cultural da Record News

A atriz Cléo De Páris saltitou na festa junina da SP Escola de Teatro – Foto: André Stéfano

Pula, Cléo!
Cléo De Páris não gosta da Copa. Mas curte o São João. A musa da praça Roosevelt foi devidamente caracterizada para celebrar a festa junina da SP Escola de Teatro, que aconteceu na sede do Brás. O fotógrafo André Stefano pediu para ela saltitar, para sua série fotográfica Saltando por El Mundo. Olha que graça.

Festa black
A Academia Paulista de Letras, no largo do Arouche, em São Paulo, recebe no dia 30 de junho o Cabaré Negro. A celebração, comandada pelo estilista e produtor Heitor Werneck, comemora os 30 anos do Conselho de Participação e Desenvolvimento da Comunidade Negra do Estado de São Paulo. As cantoras Izzy Gordon e Célia Nascimento estarão presentes. Também haverá capoeira e dança africana. A entrada é grátis e a comemoração começa às 19h.

Martelo batido
A peça que vai estrear o Theatro NET São Paulo é O Grande Circo Místico, com direção de João Fonseca. Estreia em agosto.

Bebê a bordo
A atriz Julia Lemmertz, protagonista da novela Em Família, disse para a revista Contigo! desta semana que está louca para ser avó. Mas, será que a filha, Luiza Lemmertz, que atua na peça Nossa Cidade, de Antunes Filho, está mesmo querendo ficar grávida?

Peça AnteSsala: encontro inusitado e engraçado na consulta ao terapeuta – Foto: Alcino Gianginoto

Quase loucas
“Eu só posso frequentar lugares onde só é permitida a entrada de pessoas estranhas”. A frase está na peça AnteSsala, que estreia nesta sexta (27), no Teatro Café Pequeno, no Leblon, Rio, onde fica até 20 de julho. Com direção de Guida Vianna e Rui Cortez, a obra tem no elenco Carmen Frenzel e Lucília de Assis, que escreveu o texto também. Elas formam a Dupla Companhia e interpretam duas mulheres que se encontram na sala de espera da análise. É claro que crise não vai faltar.

Subiu a rua Augusta
Depois de fazer sucesso no Espaço dos Parlapatões, na praça Roosevelt, o espetáculo As Moças – O Último Beijo agora está na Sala Experimental do Teatro Augusta, em São Paulo. Em cena, Angela Figueiredo e Fernanda Cunha vivem um casal em crise. A direção para o texto de Isabel Câmara é de André Garolli. Dores de amor em tempos de revolução.

Grupo Magiluth se engajou na campanha em prol do movimento Resiste Estelita – Foto: Divulgação

#ResisteEstelita
O Grupo Magiluth, de Recife, acaba de voltar de Portugal e já se movimenta pela campanha em prol do movimento social Resiste Estelita, que pede ao poder público pernambucano maior sensibilidade sobre as questões urbanas. Essa gente poderosa precisa entender que quem propõe um novo pensamento não precisa apanhar. Mas, sim, ser ouvido em um debate sadio e democrático.

Sei que ainda vou voltar…
A música Sabiá, de Chico Buarque e Tom Jobim, inspira a peça de mesmo nome, em cartaz no Teatro MuBE Nova Cultural, em São Paulo. A ditadura militar, cujo inicio completou recentemente 50 anos, é o pano de fundo da história. A temporada vai até 6 de julho, sexta e sábado, 21h30, domingo, 18h. Paulo Faria é o autor e o diretor da obra. Vai, gente.

Priscilla Yokoi: bailarina quer ajudar crianças carentes a se interessar pela dança – Foto: André Bankai

Balé na Cracolândia
A bailarina Priscilla Yokoi está em busca de talentos para a dança em comunidades carentes de São Paulo, como Paraisópolis, Heliópolis e até a Cracolândia. Príncipe Harry que se cuide.

Vamos brincar de índio
Bugiganga em casa só costuma dar trabalho. Pensando nisso, o Sesc Itaquera, em São Paulo, faz neste domingo (29), a partir das 13h, a Feira de Troca de Brinquedos, no Quiosque da Praça de Eventos. Aquele brinquedo antigo, que você deixou num cantinho empoeirado, pode fazer a alegria de uma criança.

A Visita: drama gay na cela de uma cadeia em teatro da zona norte de SP – Foto: Rodrigo Parreiras

Amor bandido
O casal gay Dalmo e Tales se encontra na cela de uma cadeia. Esta é a premissa da peça A Visita, que estreia no dia 5 de julho, no Piccolo Teatro (av. Guapira, 753), no Tucuruvi, na zona norte de São Paulo, com ingresso a R$ 30. O espetáculo é baseado no livro homônimo de Alex Francisco, que dirige também a montagem. Ele jura que tudo é inspirado em fatos reais. “É uma peça que fala de sentimentos”, afirma. Estão no elenco Thiago Chagas, Rodrigo Fagundes, Willian Young, Jéssica Batista e Alex Francisco. A temporada vai até 26 de julho, sempre aos sábados, 21h. Cheia de fogo e paixão, é claro.

Fim de festa
O Oficina promete festa neste domingo (28), na última sessão da peça Walmor y Cacilda 64: Robogolpe.

Mundo da lua
Sabe quando fatos inventados se confundem com histórias imaginadas na cabeça de alguém? Pois é, a Palhaça Rubra resolveu mergulhar neste universo comum ao mundo infantil (e também presente na cabeça de muitos adultos) para criar seu novo espetáculo: Desmiolações. Estreia neste domingo (29), no Teatro Alfa, em São Paulo. Fica até 7 de setembro, sábado e domingo, 17h30. Marcelo Romagnolli dirige a trupe, formada por Rubra (Lu Lopes), Palhaço Adão (Paulo Federal) e Palhaço Comendador Nelson (Luiz Fernando Bolognese). Uma alegria só!

Nova da Rubra: Paulo Federal, Lu Lopes e Luiz Fernando Bolognese – Foto: Carol Santiago

Curta nossa página no Facebook!

Leia também:

Fique por dentro do que rola no mundo teatral

Descubra tudo o que as misses aprontam

Tudo que você quer ler está em um só lugar. Veja só!

 

Você pode gostar...

1 Resultado

  1. Phillipe disse:

    Quem sabe em algum dia eu tenha a chance de conhecer o Memorial da América Latina!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *