Suassuna tem pressão alta no crânio; estado é grave

Ariano Suassuna está em estado grave em hospital de Recife – Foto: Renato Rocha Miranda/Globo

Por MIGUEL ARCANJO PRADO

O escritor, poeta e dramaturgo paraibano Ariano Suassuna está em estado grave.

Segundo o boletim médico divulgado na noite desta terça (22), ele está em coma e respira com ajuda de aparelhos na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do Real Hospital Português de Recife, em Pernambuco.

Ainda de acordo com o boletim, “houve um agravamento do quadro clínico e a situação é instável”. O documento ainda informa que houve “queda da pressão arterial e pressão intracraniana muito elevada” no paciente, que tem 87 anos.

Suassuna sofreu um AVC (Acidente Vascular Cerebral) na noite desta segunda (21), quando foi levado às pressas para o centro médico, onde foi operado de imediato.

O autor havia dado um susto em seus fãs em 2013, quando foi internado por duas vezes seguidas.

No começo deste ano, Suassuna foi notícia em todo o País após se deitar no chão do Aeroporto de Brasília para esperar seu voo.

Escritor de extrema importância na literatura brasileira no século 20, ele é autor de obras como a peça O Auto da Compadecida e A Pedra do Reino, encenadas nos palcos e adaptadas para a TV e o cinema, sempre com êxito de público.

Ariano Vilar Suassuna nasceu em João Pessoa, em 16 de junho de 1927, mas vive em Recife desde 1942.

Ele é formado em direito e foi um dos fundadores do Teatro Popular do Nordeste e do Movimento de Cultura Popular. Atualmente, é secretário da Assessoria Especial do Governo de Pernambuco.

Em 2008, recebeu homenagem no Carnaval paulistano, na escola de samba Mancha Verde, que desfilou com o enredo És Imortal! Ariano Suassuna: Sua Vida, Sua Obra, Patrimônio Cultural.

Curta nossa página no Facebook!

Leia também:

Saiba o que os atores fazem nos bastidores

Descubra tudo o que as misses aprontam

Tudo que você quer está num só lugar: veja!

Você pode gostar...

1 Resultado

  1. Phillipe disse:

    Que o querido Suassuna descanse em paz! Que exemplo! Com aquela idade e tão produtivo! Uma perda para a Arte e para a humanidade. Tinha carinho por ele, apesar de nunca tê-lo conhecido, por ser um senhor tão elegante e articulado. Espero chegar à idade dele com a mesma jovialidade!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *