Morre Ariano Suassuna aos 87 anos

Ariano Suassuna não resistiu ao AVC e morreu aos 87 anos – Foto: Renato Rocha Miranda/Globo

Por MIGUEL ARCANJO PRADO

A notícia que tantos temiam se concretizou: Ariano Suassuna morreu às 17h15 desta quarta (23), no Real Hospital Português, em Recife, Pernambuco. Ele estava internado desde a última segunda (21), quando foi operado às pressas após sofrer um AVC (Acidente Vascular Celebral).

O escritor paraibano tinha 87 anos.

A notícia da morte foi confirmada pela neurocirurgiã Dra. Feliciana Castelo Branco, que cuidou do artista até o fim.

A morte foi sentida na classe artística em todo o País.

O diretor do Teat(r)o Oficina, José Celso Martinez Corrêa, o Zé Celso, afirmou ao R7 que o Brasil perdeu um autor “intimamente ligado à cultura popular” e que “sabia dialogar com seu tempo e outras gerações”, citando o diálogo do autor com Chico Science (1966-1997) e com o novo cinema pernambucano.

Para a presidente da República, Dilma Rousseff, “Suassuna traduziu a alma nordestina”.

O velório do corpo de Suassuna será no Palácio Campo das Princesas, sede do governo de Pernambuco. O enterro será nesta quinta (24), às 16h, no cemitério Morada da Paz, em Paulista, na Grande Recife.

O autor havia dado um susto em seus fãs em 2013, quando foi internado por duas vezes seguidas.

No começo deste ano, Suassuna foi notícia em todo o País após se deitar no chão do Aeroporto de Brasília para esperar seu voo.

Escritor do povo

Escritor de extrema importância na literatura brasileira no século 20, ele é autor de obras populares como a peça O Auto da Compadecida e A Pedra do Reino, encenadas nos palcos e adaptadas para a TV e o cinema, sempre com êxito de público.

Ariano Vilar Suassuna nasceu em João Pessoa, em 16 de junho de 1927, mas vivia em Recife desde 1942.

Ele era formado em direito e foi um dos fundadores do Teatro Popular do Nordeste e do Movimento de Cultura Popular. Também ocupou cargos no governo de Pernambuco.

Em 2008, recebeu homenagem no Carnaval paulistano, na escola de samba Mancha Verde, que desfilou com o enredo És Imortal! Ariano Suassuna: Sua Vida, Sua Obra, Patrimônio Cultural.

Curta nossa página no Facebook!

Leia também:

Saiba o que os atores fazem nos bastidores

Descubra tudo o que as misses aprontam

Tudo que você quer está num só lugar: veja!

Você pode gostar...

1 Resultado

  1. Phillipe disse:

    Fui a primeira pessoa aqui no blog a comentar sobre a morte do Suassuna. Fiquei tristíssimo. Espero que ele seja sempre lembrado por sua obra e que vire tema de Mestrados e Doutorados, pois sua contribuição foi valiosíssima, principalmente no que tange ao reconhecimento da cultura popular.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *