Prêmio Bibi Ferreira 2014 valoriza musical nacional

Jarbas Homem de Mello e Laila Garin: melhor ator e melhor atriz – Foto: Naira Messa

Por MIGUEL ARCANJO PRADO

O principal recado da segunda edição do Prêmio Bibi Ferreira foi a valorização de um teatro musical com temática brasileira. Isso é evidente quando se elencam as montagens que mais abocanharam troféus: Gonzagão, a Lenda, A Madrinha Embriagada e Elis, a Musical.  A primeira, com quatro prêmios, relembrou a música de Luiz Gonzaga, o Rei do Baião. A segunda, também com quatro, homenageou o musical brasileiro. Por fim a terceira, com três, celebrou a Pimentinha, Elis Regina.

Foi em clima de confraternização que os artistas nacionais do gênero musical se reuniram no histórico Theatro São Pedro, na Barra Funda, região central da capital paulista, na noite desta segunda (13).

A cerimônia foi em tom de gala, já que a organização exigiu traje black-tie de seus convidados como condição de passagem pelo tapete vermelho.

O grande destaque da noite foi Bibi Ferreira, que subiu ao palco, cantou e foi ovacionada. Aos 92 anos, ela segue em cartaz na cidade com Bibi canta Sinatra. Maior exemplo não há. Cheia de elegância e com um penteado ousado, Alessandra Maestrini foi a mestre de cerimônias.

Alessandra Maestrini foi a apresentadora da noite de gala no Theatro São Pedro – Foto: Naira Messa

Veja, abaixo, os vencedores:

Melhor Musical
Crazy for You

Melhor Musical Voto Popular
A Madrinha Embriagada

Melhor atriz
Laila Garin – Elis, a Musical

Melhor atriz coadjuvante
Kiara Sasso – A Madrinha Embriagada

Melhor direção
João Falcão – Gonzagão, a Lenda

Melhor coreografia
Alonso Barros – Elis, a Musical

Melhor cenografia
Marcos Flaksman – Elis, a Musical

Melhor desenho de luz
Ney Bonfante – Jesus Cristo Superstar

Melhor roteiro original
João Falcão – Gonzagão, a Lenda

Melhor musical brasileiro
Gonzagão, a Lenda

Melhor ator
Jarbas Homem de Mello – Crazy for You

Melhor ator coadjuvante
Frederico Silveira – Jesus Cristo Superstar

Melhor direção musical
Alexandre Elias – Gonzagão, a Lenda

Melhor ator/atriz revelação
Tiago Barbosa – O Rei Leão

Melhor figurino
Fause Haten – A Madrinha Embriagada

Melhor desenho de som
Gabriel D’Angelo – A Madrinha Embriagada

Melhor versão
Claudio Botelho – Shrek, o Musical

Aos 92 anos, Bibi Ferreira foi homenageada pelo prêmio que leva seu nome – Foto: Naira Messa

Curta a nossa página no Facebook

Leia também:

Saiba o que os atores fazem nos palcos e nos bastidores

Descubra a cultura de uma maneira leve e inteligente

Todas as notícias que você quer saber em um só lugar

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *