Por trás do pano – Rapidinhas teatrais

Peça dirigida por Francisco Medeiros está em cartaz no Centro Cultural Fiesp – Foto: Heloísa Bortz

Por MIGUEL ARCANJO PRADO

Sala de espera
O diretor Francisco Medeiros, nosso Chiquinho, manda avisar que a peça Tudo o Mais Parece o Mesmo ficará na sala Ruth Cardoso do Centro Cultural Fiesp até 14 de dezembro, em São Paulo. O texto de Teresa Borges mostra uma mãe com dois filhos na sala de espera de um consultório médico.

Serviço
Tem sessão sábado, 20h30, e domingo, 18h e 20h, nos dias 1º, 2, 15, 16, 29 e 30 de novembro. E nos dias 13 e 14 de dezembro. Já nos dias 5, 6, 7, 19, 20 e 21 de novembro e 3, 4 e 5 de dezembro, as sessões acontecem de quarta a sexta, sempre 20h30. A entrada é gratuita. Mas é bom ter atenção: só cabem 50 pessoas por sessão. Anotou o serviço direitinho?

Turnê
A peça Os Sapatos que Deixei pelo Caminho, do Teatro do Kaos, de Cubatão, com direção de Marcos Felipe, encerra temporada neste fim de semana no Viga Espaço Cênico, em São Paulo. No dia 5 de novembro, se apresentam no Teatro João Caetano, também na capital paulista, pelo 4º Circuito de Teatro em Língua Portuguesa. Eles também estarão no Festival Nacional de Teatro de Presidente Prudente. A apresentação está agendada para 23 de novembro. Parabéns. Veja o vídeo com entrevista com Lourimar Vieira, fundador do Kaos:

Assassino em série
O ator Luiz Guilherme se prepara para viver um serial killer na peça O Velho, que estará em cartaz em novembro no Teatro Augusta, em São Paulo. Veja o vídeo feito pela Comunicação da Record com o convite do ator:

Maria Luísa Mendonça será a nova Blanche DuBois em produção da Morente Forte – Foto: João Caldas

O Bonde vem aí
São Paulo ganhará em 2015 novíssima montagem de Um Bonde Chamado Desejo, ícone do dramaturgo norte-americano Tennessee Williams. Maria Luisa Mendonça já está escalada para viver a protagonista, Blanche DuBois, uma das mais emblemáticas personagens femininas do teatro moderno. A produção é da Morente Forte. Esperemos para ver.

De novo
Lamartine Babo, musical escrito por Antunes Filho, está de volta ao Sesc Consolação a partir de 5 de novembro. A temporada vai até 10 de dezembro. Chance imperdível para quem ainda não viu. A peça já viajou América Latina e Europa, além de ter dado o Prêmio Shell de Teatro para Fernanda Maia por melhor música em 2010. A direção é de Emerson Danesi.

Ano-novo
O Theatro São Pedro anuncia sua programação de óperas para 2015 na próxima terça (28). Ele agora está sob direção artística do maestro Luiz Fernando Malheiro.

O diretor Ruy Cortez: peça em dose tripla na SP Escola de Teatro – Foto: Bob Sousa

Peça em dose tripla
Está marcada para 1º de novembro a estreia da primeira versão teatral brasileira para a obra Os Irmãos Karamázov, clássico de Dostoiévski. A Cia. da Memória, sob direção de Ruy Cortez, ficará em cartaz na SP Escola de Teatro da praça Roosevelt até 15 de dezembro. A obra foi dividida em três peças: Uma Anedota Suja, Os Irmãos e Os Meninos. A dramaturgia tem assinatura de Luís Alberto de Abreu e Calixto de Inhamuns.

Mocinho ou bandido?
A captura de um jovem acusado de roubar uma idosa é o ponto de partida da peça Os Intolerantes, que estreia no CCBB do Rio na próxima quinta (30). O texto é de Carla Faour e Henrique Tavares. No elenco, está Ivone Hoffmann. O ingresso é baratinho: R$ 10. A temporada vai até 21 de dezembro, sempre de quarta a domingo, 19h. Cariocas, fiquem espertos!

Comida e comédia: Não Sou Bistrô está em cartaz no Teatro Jaraguá, em São Paulo – Foto: Divulgação

À altura do ego
O mundo da culinária anda fazendo sucesso não só na TV, no reality Master Chef, da Band, como também nos palcos. Está em cartaz no Teatro Jaraguá, em São Paulo, a peça Não Sou Bistrô, com Eduardo Galvão encabeçando o elenco. Ele vive um badalado chef catalão que vive estressado. Obrigado pelo coração a fazer uma pausa no trabalho, precisa encontrar um substituto à sua altura para comandar o mais celebrado restaurante de Barcelona. Léo Stefanini dirige a comédia ao lado de Néia Barbosa. A temporada vai até 21 de dezembro, quinta e sábado, 21h, sexta, 21h30, e domingo, 19h. O ingresso custa R$ 60 a inteira e R$ 30 a meia-entrada.

Abre a porteira
Depois de pelejar com a especulação imobiliária, o Espaço dos Fofos, em São Paulo, será reaberto ao público em novembro com a peça Dar Corda pra se Enforcar. Eita.

A atriz e autora Suzana Pires: curso de roteiro em São Paulo em novembro – Foto: Divulgação

Escribas
A atriz e roteirista Suzana Pires dará uma oficina prática de roteiro nos dias 22, 23, 29 e 30 de novembro, na Escola de Atores Braapa (av. Pompeia, 2.163), em São Paulo. Ela prepara ao lado de Walther Negrão a minissérie Dama da Noite, da Globo. As aulas serão das 11h às 18h. Informações pelo telefone: 0/xx/11 3872-4204.

Não curtiu
A atriz Cléo De Páris disse que o novo disco da Mallu Magalhães só tem um problema: Marcello Camelo cantando.

Triângulo
Expliquemos: a ex-cantora teen (Mallu Magalhães) e o barbudão ex-Los Hermanos (Marcello Camelo) agora fazem um trio com o amigo português do casal, Fred Pinto Ferreira: a Banda do Mar. Ah, tá.

Regina Duarte: ele vai dirigir nova peça em São Paulo com estreia no dia 31/10 – Foto: Divulgação

Regina, sem medo
Regina Duarte estreia nova peça como diretora no próximo 31 de outubro, Dia das Bruxas. Chama-se A Volta para Casa. Como ela não é boba, a eterna namoradinha do Brasil convocou a imprensa especializada em teatro para um bate-papo gostoso na tarde da próxima segunda (27), no Teatro MuBE Nova Cultural, onde sua obra será encenada. Quem sabe dessa vez a crítica é mais boazinha com ela?

O passado
Quando encenou Raimunda, Raimunda Regina foi espinafrada pela crítica paulistana como diretora. Com sua volta ao posto, prova que é uma mulher de coragem. E que não teme a opinião dos outros. Afinal, recomeçar é sempre possível, não é mesmo, minha gente?

Dobradinha
O grupo Artehúmus faz as últimas apresentações do espetáculo O Desvio do Peixe no Fluxo Contínuo do Aquário, no Espaço Beta do Sesc Consolação, em São Paulo, na segunda (27) e terça (28), às 20h. Mas não vão choramingar, já que reestreiam no dia 11 de novembro, no Teatro do Incêndio, também em São Paulo, sempre terças e quartas, 20h. Vão ficar por lá até 18 de dezembro. Aí dá tempo de todo mundo ver, né?

Peça do grupo Artehúmus: do Sesc Consolação direto para o Teatro do Incêndio – Foto: Divulgação

Vamos pedir Piedade
Vinícius Piedade segue firme e forte com sua Mostra de Repertório no Centro Cultural São Paulo. Veja entrevista com ele:

[r7_poll id=19467]

Veja a Agenda Cultural da Record News

Curta a nossa página no Facebook

Leia também:

Saiba o que os atores fazem nos palcos e nos bastidores

Descubra a cultura de uma maneira leve e inteligente

Todas as notícias que você quer saber em um só lugar

Você pode gostar...

2 Resultados

  1. Phillipe disse:

    Maria Luísa Mendonça como Blanche deve ser algo muito bom. A Mendonça funciona muito bem em personagens anticonvencionais e essa personagem é emblemática. É uma peça muito crua, que toca na ferida como é a marca do trabalho do genial Tennessee, de quem sou fã. Eu me recordo de ter ficado maravilhado com a aula de interpretação de Vivien Leigh quando defendeu o papel da beldade sulista decadente no filme baseado na peça.

    • Miguel Arcanjo Prado disse:

      Phillipe, Vivian Leigh é obrigatória. E ter um internauta repleto de referências como você é uma dádiva. Quem não viu tem de ver o filme! Abração!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *