Gata de Phedra D. Córdoba engole botão e atriz cubana se desespera para pagar veterinário

Phedra D. Córdoba, com sua gatinha Rebeca, no apartamento da atriz na praça Roosevelt: conta do veterinário chegou perto dos R$ 4.000 e ela precisa de ajuda – Foto: Júlia Bobrow

Por MIGUEL ARCANJO PRADO

A diva cubana do teatro brasileiro Phedra D. Córdoba vive uma situação tensa. Não é porque o documentário Cuba Libre, sobre seu retorno a Havana, foi um sucesso. Nem por sua atuação destacada no filme Hipóteses para o Amor e a Verdade, exibido na Mostra Internacional de Cinema de São Paulo. Tampouco porque participou recentemente do Programa do Jô, na Globo.

O motivo da aflição é de âmbito financeiro: Phedra não tem dinheiro para pagar a conta de quase R$ 4.000 do veterinário, depois que sua gatinha caçula Rebeca “engoliu um botão enorme” e precisou fazer cirurgia às pressas.

Tudo aconteceu na semana que Phedra deu entrevista a Jô Soares. Phedra gravou na segunda. Já na terça, percebeu que sua gatinha de sete meses estava estranha. “Ela começou a vomitar, ficar quietinha e não conseguia fazer cocô direito”, conta ao R7.

A bichana foi piorando ao longo da semana. Na sexta, logo após ver a glória de sua entrevista no Programa do Jô, Phedra resolveu levar a gata ao veterinário, na madrugada. Botou na bolsa todo o dinheiro que tinha em casa: R$ 800.

Lá, o diagnóstico foi preciso: Rebeca havia engolido um botão. A ordem de cirurgia foi imediata para salvar a vida da gatinha. Ficou quatro dias internada.

Ao receber a conta, na alta do animal, Phedra quase caiu para trás ao ver a cifra próxima aos R$ 4.000.

Desesperada, ligou para amiga Júlia Bobrow, que também é atriz do grupo Os Satyros e é conhecida em São Paulo por ser ferrenha defensora dos animais.

Rebeca, durante sua internação para fazer cirurgia e tirar o botão que ela engoliu – Foto: Júlia Bobrow

Prestativa, Júlia conversou com a direção do centro veterinário, se comprometendo que a conta seria paga.

Antenada, Júlia fez um comunicado aos fãs de Phedra e amantes dos animais, pedindo que ajudem a atriz por meio de uma vaquinha virtual (saiba como doar).

Phedra está desolada com a situação.

— Eu fico chateada! Ai, é uma vergonha! Não sei o que fazer, se não fosse a Julinha…

A diva cubana conta que “Rebequinha” já está em casa, onde foi recebida com festa por seu outro gato, o já famoso Primo Bianco.

— Ele estava muito nervoso nos dias em que ela ficou no hospital, agora ele vem dar lambidinhas na cabecinha dela.

O R7 perguntou a Phedra se ela acha muito estranho acontecer tudo isso com sua gata justo na semana em que ela brilhou sentada ao lado de Jô Soares. Eis a resposta.

— Muita gente botou olho ruim em mim, sim. Eu sei que muita gente teve inveja de eu ir lá no Jô Soares. Acho que pegou na gata, porque eu tenho o corpo fechado. Sei que foi um comentário danado na praça Roosevelt… Mas eu e minha gatinha vamos sair dessa com a ajuda da Júlia Bobrow e de quem gosta da gente!

Phedra D. Córdoba, com o gato Primo Bianco: ele ficou nervoso com Rebeca no hospital – Foto: Eduardo Enomoto

[r7_poll id=19679]

Curta nossa página no Facebook!

Leia também:

Fique por dentro do que rola no mundo teatral

Descubra tudo o que as misses aprontam

Tudo que você quer ler está em um só lugar. Veja só!

Você pode gostar...

2 Resultados

  1. Phillipe disse:

    E cadê o povo que vive postando “Selfie” com animal? Não está ajudando? Já em relação à Phedra, não é vergonha não ter esse dinheiro! O brasileiro que trabalha um mês inteiro não ganha essa quantia como salário mínimo!

  1. Março 4, 2016

    […] Gatinhos A atriz Julia Bobrow está cuidando dos gatos de Phedra, Primo Bianco e Rebeca, aquela que engoliu o botão. […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *