Crítico reclama que não recebeu do FIT Rio Preto

O crítico José Cetra Filho: trabalhou para o FIT Rio Preto, mas não recebeu – Foto: Bob Sousa

Por MIGUEL ARCANJO PRADO
Foto BOB SOUSA

O crítico teatral José Cetra Filho está indignado porque não recebeu por serviços prestados à edição 2014 do Festival Internacional de Teatro de São José do Rio Preto, o FIT Rio Preto, no interior de São Paulo. O evento é organizado pela Secretaria Municipal de Cultura da Prefeitura de São José do Rio Preto.

Em entrevista exclusiva ao Atores & Bastidores do R7, Cetra conta que foi contratado para fazer pesquisa e textos sobre 45 espetáculos e grupos participantes. E que realizou o serviço a pedido de Marcelo Zamora, coordenador artístico do evento. Contudo, até o momento não recebeu pelo trabalho.

Esta não é a primeira vez que o FIT Rio Preto atrasa o pagamento de profissionais contratados. Em 2013, o R7 realizou reportagem denunciando que artistas ainda não tinham recebido o cachê referente à participação na edição de 2012.

O R7 apurou que, por conta desta situação de não pagamento por parte da Prefeitura de Rio Preto aos profissionais, o Sesc São Paulo, que era parceiro do evento, resolveu retirar seu nome do festival neste ano, preferindo investir no Festival Nacional de Teatro de Presidente Prudente, o Fentepp, também no interior paulista.

Cetra revela que não sabia da “fama de mau pagador” do FIT Rio Preto.

— Se soubesse, não teria agido de boa fé só me baseando nas palavras do e-mail do senhor Marcelo Zamora, coordenador artístico do Festival, ligado à Secretaria da Cultura. Sinto-me, em primeiro lugar, indignado por ser tratado de maneira tão negligente, já que eles não atendem telefonemas, quase nunca respondem os e-mails de cobrança e, quando o fazem, é de forma evasiva, sem nada de concreto.

“Quero receber”

O crítico teatral conta que trabalhou cerca de um mês sem parar, “para escrever os 45 textos, pesquisando sobre os grupos e seus espetáculos, assistindo aos seus vídeos e até entrevistando os grupos de Rio Preto, dos quais havia pouca informação disponível”.

— Entreguei tudo em dia para, finalmente, ser tratado dessa maneira. Além do mais, o catálogo não foi publicado, o que abortou a difusão do meu trabalho. Lamentável.

Para receber, o crítico pensa em entrar com uma ação judicial contra o FIT Rio Preto, já que tem guardada todas as mensagens de e-mail trocadas com o coordenador do festival.

— Não creio que amigavelmente eu receba, ainda mais agora que  tornei público o assunto. Mas vou lutar até o fim e, se houver Justiça, vou receber. Quero receber.

O R7 entrou em contato com a assessoria de imprensa do FIT Rio Preto, que indicou a Secretaria de Comunicação da Prefeitura de Rio Preto, que, procurada, também não comentou o caso. A 14ª edição do FIT – Festival Internacional de Teatro de São José do Rio Preto foi realizada de 21 a 30 de agosto de 2014 e contou com mais de 40 espetáculos na programação.

Curta a nossa página no Facebook

Leia também:

Saiba o que os atores fazem nos palcos e nos bastidores

Descubra a cultura de uma maneira leve e inteligente

Todas as notícias que você quer saber em um só lugar

Você pode gostar...

1 Resultado

  1. Phillipe disse:

    Pois é… Que feio! Se o trabalho foi prestado, deve ser pago. Sem mais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *