Satyrianas tem 60 mil pessoas e zero violência

Movimentação do público na praça Roosevelt durante a Satyrianas 2014 – Foto: Eduardo Enomoto; veja galeria

Por MIGUEL ARCANJO PRADO
Foto EDUARDO ENOMOTO

A Satyrianas 2014 teve público de 60 mil pessoas e nenhuma ocorrência policial em suas 78 horas de arte entre 20 e 23 de novembro, informou o grupo Os Satyros, organizador do evento.

O ator Ivam Cabral, criador da festa ao lado do diretor Rodolfo García Vázquez, diz ao R7 que o clima é de comemoração.

Ivam Cabral e Rodolfo García Vázquez (ambos de coroa) no encerramento da Satyrianas 2014; à esq., a produtora Carina Moutinho, e ao fundo os atores Fábio Penna e Tiago Leal- Foto: Luciana Camargo/Coletivo Fotomix

— Ver um evento dessa proporção, com 60 mil pessoas, sem nenhum problema de violência, é maravilhoso, até porque a festa acontece em grande parte na rua. É motivo de brinde. Isso mostra que a sensação de pertencimento faz parte da Satyrianas; todo mundo que participa tem certeza que a festa é dele também. Não à toa fazemos peças até na casa das pessoas, no projeto Ouvi Contar.

Para que tudo desse certo, Gustavo Ferreira, coordenador geral da Satyrianas, esteve à frente de uma equipe com mais de 200 pessoas: 120 colaboradores na equipe de apoio, 50 técnicos, 20 produtores e 15 curadores. Robson Catalunha assinou a produção geral do evento.

Foi uma média de oito atividades por hora, totalizando 602 produções artísticas apresentadas, reunindo cerca de 2.500 artistas não só de São Paulo como de outras partes do País e até internacionais.

Veja galeria de fotos da Satyrianas 2014

Phedra D. Córdoba e Cléo De Páris ganham o título de Garota Satyrianas no encerramento da festa – Foto: Luciana Camargo/Coletivo Fotomix

A festa também contou com imprevistos e problemas de produção de última hora. A reportagem do R7 viu algumas peças serem canceladas. Sessões do projeto Autopeças deixaram de ser realizadas por falta de carro — a proposta divulgada era fazer teatro dentro de automóveis. Atrasos de cerca de uma hora nos espetáculos da praça Roosevelt também foram uma constante. Observações importantes para uma melhora nas próximas edições.

Esta foi a 15ª edição da festa, que celebrou os 25 anos do Satyros em 50 espaços paulistanos.

No encerramento, a diva cubana Phedra D. Córdoba, integrante do Satyros, foi eleita Garota Satyrianas e celebrou os 25 anos da trupe. Cléo De Páris também levou o título como debutante pelos 15 anos do evento.

Ambas passaram as coroas recebidas para os idealizadores da festa: Rodolfo Gracía Vázquez e Ivam Cabral. Os aplausos foram fartos.

Veja a cobertura completa do R7 na Satyrianas

Curta nossa página no Facebook!

Leia também:

Saiba o que os atores fazem nos bastidores

Descubra tudo o que as misses aprontam

Tudo que você quer está num só lugar: veja!

Você pode gostar...

1 Resultado

  1. setembro 21, 2015

    […] que celebrou os 15 anos do festival e os 25 anos do grupo Os Satyros, que o criou, teve público de 60 mil pessoas e nenhuma ocorrência policial durante as 78 horas de […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *