Por trás do pano – Rapidinhas teatrais

Cena de Eu Vou Tirar Você Deste Lugar – As Canções de Odair José: sucesso no CCBB-SP – Foto: Paulo Henrique

Por MIGUEL ARCANJO PRADO

Do brega à glória
O dramaturgo e diretor Sergio Maggio está feliz da vida. Já é um sucesso a temporada do musical Eu Vou Tirar Você Deste Lugar – As Canções de Odair José no CCBB de São Paulo. A temporada de 2014 vai até 22 de dezembro. Em 2015, volta em 8 de janeiro para ficar em cartaz até o dia 19 do mesmo mês. Anotou?

Diva
O musical, nacionalíssimo, marca a estreia como atriz da cantora Watusi. Tem sessão de quinta a sábado, 20h, domingo, 19h, e segunda, 20h. O ingresso é baratíssimo: R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia-entrada). O CCBB-SP fica na rua Álvares Penteado, 112, pertinho do metrô Sé. Vai, gente!

Prorrogou
Já que estamos falando de artistas brasilienses, Os Melhores do Mundo, fenômeno do humor, anuncia que prorrogou a temporada de Sexo – A Comédia no Distrito Federal. Agora tem mais três datas: 12, 13 e 14 de dezembro, no Teatro dos Bancários. O ingresso é R$ 60 a inteira e R$ 30 a meia. Diversão garantida.

Agenda Cultural

A diretora Claudia Shapira senta-se no chão durante a ação de despejo do Bartolomeu – Foto: Rudifran Pompeu

Despejo do Bartolomeu 1
O despejo do Núcleo Bartolomeu de Depoimentos emocionou não só os integrantes do grupo como a toda classe teatral brasileira. A INK Incorporadora conseguiu uma liminar na Justiça para expulsar os artistas do prédio que alugavam havia oito anos. A empresa quer levantar um empreendimento imobiliário no local, na Vila Pompeia, zona oeste de São Paulo. “A gente tem direito à cidade”, declarou  Claudia Schapira em entrevista ao R7, indignada com a ação. Leia a reportagem.

Despejo do Bartolomeu 2
Rudifran Pompeu, presidente da Cooperativa Paulista de Teatro, esteve no local durante a ação de despejo. Ele declarou: “Nada é fácil em nossas vidas, e isso já sabíamos desde sempre… O que não esperávamos era que entrariam em nossas casas e nos arrastariam pra fora com toda nossa poesia tombada como patrimônio imaterial… O espaço do Bartolomeu está caindo e com ele, um enorme pouco de nós também”. A classe artística marcou reunião neste sábado (29), ao meio-dia, no Teatro Commune, para discutir a situação dos teatros paulistanos; Augusto Marin está à frente desta ação. A repórter Márcia Francês cobriu o caso também para a editoria São Paulo do R7. Leia a reportagem.

Despejo do Bartolomeu 3
A ação de despejo do Núcleo Bartolomeu de Depoimentos durou das 7h30 da quinta (27) até as 4h45 desta sexta (28). Nesta manhã, um desembargador atendeu o advogado do grupo por volta das 10h, quando recebeu o pedido de agravo. A decisão deverá acontecer na tarde desta sexta. Se o juiz deferir o pedido do grupo teatral, ele suspende a liminar que permitiu a ação de despejo e todos os pertences do grupo poderão voltar à sua sede. Eles estão, provisoriamente, na casa da mãe da integrante Roberta Estrela D’Alva, em São Bernardo do Campo, no ABC Paulista. Caso o juiz rejeite, o despejo prevalecerá.

Ivam Cabral brinca com cachorra Cacilda: carinho após Entrevista de Quinta – Foto: Bob Sousa

Existe amor em SP
Após a Entrevista de Quinta na qual revelou corajosamente que enfrenta um tumor maligno na tireoide, o ator e dramaturgo do Satyros Ivam Cabral vem recebendo muitas demonstrações de carinho: tanto na vida real quanto na virtual.

Três sessões
A procura é intensa para as três últimas sessões em 2014 da peça Pessoas Perfeitas, nesta sexta, sábado e domingo, 21h, no Espaço dos Satyros 1, com ingresso a R$ 20. Ivam Cabral interpreta um homem de dupla personalidade. A peça dirigida por Rodolfo García Vázquez está indicada ao Prêmio APCA na categoria de melhor espetáculo. Será que vai caber todo mundo?

O fotógrafo do teatro Bob Sousa: palestra e exposição no Fentepp – Foto: Isabela Sousa

Bob no Fentepp 1
O fotógrafo Bob Sousa deu a palestra A Importância da Fotografia para a Memória Histórico-Cultural do Teatro no 21º Fentepp, o Festival Nacional de Teatro de Presidente Prudente, no interior de São Paulo. Foi nesta quinta (27), no Centro Cultural Matarazzo. Bob falou de sua trajetória de mais de uma década cobrindo com afinco a cena teatral paulistana. A nata da fotografia prudentina esteve no encontro.

Bob no Fentepp 2
Bob Sousa também faz exposição no Fentepp, na sede do Sesc Thermas Presidente Prudente. São retratos de 20 grandes nomes do teatro brasileiro, como Maria Alice Vergueiro, Laura Cardoso, Antunes Filho, José Celso Martinez Corrêa, Ivam Cabral e Rodolfo García Vázquez, entre outros.

Cadê?
Apesar de sua peça Nossa Cidade ter aberto o Fentepp, Antunes Filho não foi ao festival. A ausência foi muito sentida, mas o elenco segurou a onda sem o mestre e impressionou a plateia. Zé Celso está por lá, já que encerra o evento neste sábado (29), com Walmor y Cacilda 64: Robogolpe. Veja 7 imagens que marcaram o evento pela lente da fotógrafa Claudia Junqueira.

Fentepp reproduziu passarela do Teat(r)o Oficina no Ginásio Municipal de Esportes de Presidente Prudente, para duas sessões de Walmor y Cacilda 64: Robogolpe – Foto: Claudia Junqueira

Oficina prudentino 1
Zé Celso ficou impressionado quando viu a reprodução da estrutura do Oficina no Ginásio de Presidente Prudente, feita pelas arquitetas Carila Matzenbacher e Marília Gallneister inspiradas na arquitetura original de Lina Bo Bardi e Edson Elito. As meninas fizeram a pista-palco igualzinha a que existe no Bixiga. A passarela no Fentepp tem cinco metros de largura por 26 metros de cumprimento.

Oficina prudentino 2
Na arquibancada cabem 500 pessoas (os ingressos são disputados a tapa). Além dos telões, tem também a área para banda ao vivo. São 23 atores em cena que prometem fazer uma grande ópera de Carnaval nas duas sessões de Walmor y Cacilda 64: Robogolpe, nesta sexta (28) e sábado (29), às 20h. Vai ser um bafo.

Festival de Curitiba 2015 está com inscrições abertas para o Fringe – Foto: Divulgação

Agenda
O Festival de Curitiba já fechou as datas de começo e de fim de sua edição em 2015: abre em 24 de março e termina em 5 de abril.

Fringe
O Fringe, a mostra paralela de espetáculos durante o Festival de Curitiba, está com inscrições abertas até 7 de dezembro. Quer levar sua peça para causar no evento dirigido por Leandro Knopfholz? Clique aqui e saiba como.

Estranhas Ocupações reúne formandos em teatro do Cefar em Belo Horizonte – Foto: Paulo Lacerda

Fim de curso
Odilon Esteves, ator da Cia. Luna Lunera, dirige a peça de formatura do curso de teatro do Cefar Palácio das Artes, em Belo Horizonte. Estranhas Ocupações é inspirada em contos do autor argentino Júlio Cortázar, cujo centenário foi celebrado em 2014. O espetáculo fica em cartaz de 4 a 21 de dezembro, no Teatro João Ceschiatti, com entrada gratuita. Estão todos convidados.

Teatro & samba
A turma da escola de samba Nenê de Vila Matilde promete botar para quebrar no Teat(r)o Oficina (r. Jaceguai, 520, Bixiga) na próxima terça (2), a partir das 21h. A turma de Zé Celso terá ala no desfile da agremiação carnavalesca no Anhembi em 2015, com direção de ala de Elisete Jeremias e Otto Barros. Marcio Telles, diretor de harmonia da escola que já foi do Oficina, fez a ponte. Estão todos convidados.

Liza Caetano nos bastidores do ensaio de Hairspray: musical grátis estreia dia 1º – Foto: Eduardo Maia

Bom dia, Baltimore!
Após fazer sucesso com o musical Cabaret, a Cia. Instável de Teatro, dirigida por André Latorre com alunos da Faculdade Paulista de Artes, em São Paulo, estreia na próxima segunda (1º) o musical Hairspray. Sai de cena o nazismo e entra o mundo jovem e pop dos anos 1960, tendo o pano de fundo questões raciais pelos direitos da população negra nos EUA. Liza Caetano é a protagonista, na pele da jovem Tracy. O elenco é gigante: tem 47 atores. As sessões são de segunda a quarta, às 18h e 21h, até 10 de dezembro, no Teatro Ruth Escobar (r. dos Ingleses, 209). A entrada é gratuita. Vai lotar.

Ambulância
Logo no primeiro dia da Satyrianas, um senhor de idade já avançada quase bateu as botas porque ingeriu uns comprimidinhos a mais. Foi um corre-corre. Mas, no fim, ele se safou de passar para o lado de lá.

Léo Kildare Louback: de BH para encerrar a Satyrianas com cantada – Foto: Tanja Hall

A última peça
Já era quase 1h da madrugada de segunda (24) quando terminou Como Matar a Mãe – 3 Atos, na SP Escola de Teatro. A peça encerrou a programação da Satyrianas 2014. Mesmo com o horário avançado, a plateia resistiu e lotou a sessão. Ao fim, o ator Léo Kildare Louback, da Sofisticada Companhia de Teatro, desabafou: “A gente veio de BH até aqui só para fazer isso”. Foi aplaudido. Teatro é resistência.

Cantada
Assim que os aplausos se acalmaram, um assanhado moço na plateia mandou essa para Louback, em alto e bom som: “Você é muito lindo. Tem um corpo incrível”. Eita.

A atriz Luna Martinelli: ela agora responde cantada grosseira na lata, o que faz muito bem – Foto: Divulgação

Ô, lá em casa
Falando em cantada, a atriz Luna Martinelli resolveu responder na mesma medida aos gracejos desrespeitosos que recebe de homens-ogro nas ruas de São Paulo. Ela conta que é uma satisfação “presenciar a cara de surpresa e vergonha que os homens ficam quando isso acontece”. Faz muito bem.

Diva na praça
Falando em Luna, a atriz circulou como uma diva pela praça Roosevelt durante a Satyrianas.

Dupla dinâmica
Phedra D. Córdoba está contentíssima por ser Garota Satyrianas 2014, ao lado de Cléo De Paris. A diva e a musa.

Encontro marcado
A APCA (Associação Paulista de Críticos de Artes), presidida por José Henrique Fabre Rolim, se reúne na próxima segunda (1º), às 19h30, para decidir os melhores de 2014 em todas as áreas culturais. O encontro será no Sindicado dos Jornalistas Profissionais do Estado de São Paulo.

Curta a nossa página no Facebook

Leia também:

Saiba o que os atores fazem nos palcos e nos bastidores

Descubra a cultura de uma maneira leve e inteligente

Todas as notícias que você quer saber em um só lugar

Você pode gostar...

1 Resultado

  1. Phillipe disse:

    1. Toda a boa sorte do mundo a Bob Sousa!
    2. Desejo boa sorte também à linda Watusi!
    3. Bom saber que hoje, através de uma ação bem articulada de teatro, a obra de Odair José está sendo resgatada e validada socialmente!
    4. Lamento pelo Núcleo Bartolomeu e espero que a situação seja resolvida da melhor maneira possível: se for direito do núcleo, que retorne ao local e, caso contrário, que eles encontrem outro lugar. De qualquer forma, a decisão judicial deve ser respeitada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *