Competição no trabalho vira tema de peça em SP

Colegas inescrupulosos no trabalho: cena da peça Recursos Humanos – Foto: Marcela Falci

Por MIGUEL ARCANJO PRADO

Você tem algum colega de trabalho que é capaz de fazer qualquer coisa para se dar bem na empresa, inclusive passar por cima de você? Pois é gente assim que aparece na peça Recursos Humanos, escrita e dirigida pelo paulistano Marcos Gomes, formado em ciências sociais pela PUC-SP.

A obra se passa em um ambiente corporativo mergulhado em um regime de competitividade. Nele, trabalham cinco funcionários: o chefe, a secretária e três analistas. Estão tão alienados no trabalho que sequer sabem o que a empresa produz.

Compõemo elenco Álvaro Motta, Carla Kinzo, Marcos Gomes, Rui Xavier e Walter Figueiredo.

Entre outras coisas, a peça aborda a suspensão no tempo provocada pela alienação burocrática. Em lugar tão medonho, não é à toa que uma série de incidentes trágicos vai abalar para sempre a vida dos personagens.

Recursos Humanos
Quando: sábado, 21h, domingo, 20h. 60 min. Até 15/3/2015
Onde: Teatro Pequeno Ato (r. Teodoro Baima, 78, metrô República, São Paulo, tel. 0/xx/11 99642-8350)
Quanto: R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia-entrada)
Classificação etária: 14 anos

Curta a nossa página no Facebook

Leia também:

Saiba o que os atores fazem nos palcos e nos bastidores

Descubra a cultura de uma maneira leve e inteligente

Todas as notícias que você quer saber em um só lugar

Você pode gostar...

1 Resultado

  1. Phillipe disse:

    Lamentavelmente tive contato com um colega de trabalho que só gostava de se autopromover e de roubar o brilho dos demais. Isso é bem comum no ambiente corporativo. E há também aqueles que se calam por covardia. Essa peça é bem atual. Deveria ser encenada nas empresas e até mesmo em certos locais de serviço público.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *