Dois ou Um com Danielle Rosa

Danielle Rosa, atriz do Oficina: filme em Vitória da Conquista e Carnaval em Salvador – Foto: Eduardo Enomoto

Por MIGUEL ARCANJO PRADO
Foto EDUARDO ENOMOTO

Danielle Rosa acaba de filmar o longa Viva o Polvilho Brazyleiro!, de Roberto Jaffier, no qual faz a personagem Rebeca. As filmagens foram realizadas na cidade natal da atriz do Teat(r)o Oficina, Vitória da Conquista, na Bahia. Ela juntou o carinho da família nas férias de verão aos trabalhos no filme. Depois, rumou para Salvador, onde estudou artes cênicas na UFBA (Universidade Federal da Bahia) e passa o Carnaval — é musa absoluta do MicroTrio. A atriz encontrou tempo na folia para responder às perguntas da nossa coluna Dois ou Um. Dez perguntas cheias de possibilidades. Ou não.

Cultura ou política?
Cultura na Política e mais políticas voltadas para a Cultura!

Fevereiro ou março?
A alegria e a magia da fantasia de fevereiro em março e no ano inteiro!

Bahia ou São Paulo?
Sou gente que tira alegria da dor e tenho um pedaço da Bahia em SP, mas a mistura das delícias da Bahia com as possibilidades de SP seria um mar delicioso!

Carola ou libertária?
Liberdade com percepção.

Olodum ou Timbalada?
O toque dengoso do Olodum com a euforia contagiante da Timbalada!

Ivete ou Daniela?
As duas.

Dinheiro ou beleza pura?
Poesia na Vida!

Curuzu ou Higienópolis?
Porto da Barra e Bela Vista.

Vitória da Conquista ou Salvador?
A infância na terra das Rosas nos territórios da saudade e a vivência na capital de meu sangue nos territórios da inspiração, para o encontro frutífero nos territórios da construção na terra Sampã!

O cravo ou a rosa?
Me vejo em pétalas, aberta em flor. Claro, eu prefiro A Rosa!

Leia outras edições da coluna Dois ou Um

Curta nossa página no Facebook!

Leia também:

Saiba o que os atores fazem nos bastidores

Descubra tudo o que as misses aprontam

Tudo que você quer está num só lugar: veja!

Você pode gostar...

1 Resultado

  1. Phillipe disse:

    Com Rosa no nome, obviamente ela iria escolher rosa, em uma autorreferência, mas está valendo. Ao menos não é afetada como algumas globais que vivem dando entrevistas rindo sem parar. Será descontrole?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *