Rio faz ponte teatral com a Argentina no Festival Dois Pontos

Cena da peça argentina La Laguna, dirigida por Agostina López – Foto: Divulgação

Por MIGUEL ARCANJO PRADO

Não é só o cinema argentino que é bom. O teatro de nosso vizinho também é um dos melhores do mundo, com peças de dramaturgia potencializada pelo talento dos atores portenhos.

Quando o assunto é teatro, Buenos Aires ostenta 150 salas, onde ficam em média 400 espetáculos em cartaz. Na América Latina, apenas São Paulo tem um teatro tão potente.

Pois os cariocas terão a chance de conhecer de perto o teatro argentino no Festival Dois Pontos, que acontece entre 13 e 29 de março, no Rio. Se há dois anos a troca foi com Portugal, desta vez é com nossos hermanos.

Cena de Melancolia y Manifestaciones, de Lola Arias, que abre o festival – Foto: Divulgação

A abertura será com a peça Melancolía y Manifestaciones, trabalho autobiográfico de Lola Arias que será apresentado no dia 13 no Teatro Ipanema.

A programação ainda reserva a estreia mundial de Constanza Muere, de Ariel Farace. Seis teatros municipais do Rio e o Galpão Gamboa sediam as apresentações. E o melhor: o preço de todas as sessões é baratinho, apenas R$ 10.

São oito peças argentinas ao todo, sendo duas estreias mundiais. Ainda há duas produções brasileiras, uma mostra de esquetes e três residências que resultarão em apresentações. Ainda há quatro shows e um espetáculo de dança.

André Vieira, coordenador do festival ao lado de Marta Vieira, diz que “a Argentina é um produtor de artes cênicas reconhecido no mundo todo”.

Curta nossa página no Facebook!

Leia também:

Fique por dentro do que rola no mundo teatral

Descubra tudo o que as misses aprontam

Tudo que você quer ler está em um só lugar. Veja só!

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *