Artistas do Piauí investem R$ 5.000 para celebrar Torquato Neto no Festival de Curitiba

Artistas do Conexão Street, de Teresina, Piauí, conquistam Festival de Curitiba – Foto: Annelize Tozetto/Clix

Por MIGUEL ARCANJO PRADO
Enviado especial do R7 a Curitiba*
Fotos ANNELIZE TOZETTO/Clix

O Estado do Piauí está muito bem representado no Festival de Teatro de Curitiba. E isso graças ao esforço dos próprios artistas do Conexão Street, grupo de três anos comandados pelo diretor Vitorino Rodrigues, de Teresina, da VR Produções.

Ele revela ao Atores & Bastidores do R7 que a viagem do espetáculo multimídia Geleia Geral foi bancada por economias do próprio grupo.

“Gastamos cerca de R$ 5.000 com a viagem de Teresina a Curitiba, é a terceira vez que este grupo vem para o Festival”, conta. Os artistas viajaram de avião: “Senão gastaríamos um mês par ir e voltar”, diz o diretor.

A obra celebra os 70 anos do poeta, jornalista e compositor piauiense Torquato Neto (1944-1972),  um dos ícones da tropicália e que se matou jovem, com apenas 28 anos. Para ele, Caetano Veloso compôs a música Cajuína.

Conexão Street em Curitiba: pela segunda vez no Festival, eles celebram Torquato Neto – Foto: Annelize Tozetto/Clix

 

Poesia e coreografia

“Em 2014 Torquato teria feito 70 anos se estivesse vivo. Começamos no projeto Artes de Março, do Teresina Shopping. A peça traz o Torquato como um jovem idealista e revolucionário. Peguei poesias dele como texto, escrevi textos também e temos dança e coreografia. É multimídia, tem imagens da Tropicália. Revisitamos sua obra do no palco”, afirma Rodrigues que dirige seis atores.

No elenco estão Antoniel Novais, Franciwilliam Lima, Kelly Magna, Lyvia Moura, Márcio Felipe Gomes e Raira Monteiro.

Eles celebram estar no maior festival teatral do Brasil. “A gente aposta em buscar outras linguagens, assistir muita coisa, apresentar para outras pessoas e perceber que o que a gente faz lá faz parte de um contexto maior, que é Brasil, é mundo”, afirma.

Rodrigues ainda diz que a importância de participar de festivais “é permitir dialogar com outros fazeres teatrais, artísticos. É isso que nos move a economizar parte do que arrecadamos para investir, porque a gente não tem apoio, não temos patrocínio. É o nosso suor que nos alimenta”, declara.

O espetáculo Geleia Geral ainda tem apresentações nesta quarta (1), 14h, e na quinta (2), 17h, no Café Teatro Toucher La Lune, em Curitiba. O ingresso é R$ 20 a inteira e a obra dura 50 minutos.

A partir da esq., Márcio Felipe, Lyvia Moura, Vitorino Rodrigues, Raira Monteiro, Antoniel Novaes e Francisco Lucas: artistas do Piauí posam no largo da Ordem, centro curitibano: eles investiram R$ 5.000 para participar do Festival de Teatro de Curitiba – Foto: Annelize Tozetto/Clix

*O jornalista Miguel Arcanjo Prado viajou a convite do Festival de Teatro de Curitiba.

Acompanhe em tempo real o R7 no Festival de Teatro de Curitiba 2015!

Curta a nossa página no Facebook

Leia também:

Saiba o que os atores fazem nos palcos e nos bastidores

Descubra a cultura de uma maneira leve e inteligente

Todas as notícias que você quer saber em um só lugar

 

 

Você pode gostar...

3 Resultados

  1. ROBERTO FREITAS disse:

    COMO SEMPRE O PIAUÍ SE DESTACANDO NAS ARTES, MESMO SEM O DEVIDO APOIO…
    SUCESSO VITORINO E A TODOS.

  2. Phillipe disse:

    Concordo com Roberto Freitas e faço o seguinte questionamento: aonde está o apoio estatal? Sempre leio no blog os incentivos à cultura e no restante do país? Essas quotas, esse dinheiro, nada disso é repassado? Ou não há? Essa informação deveria ser melhor disseminada. Parabéns ao povo guerreiro do Piauí que à base de sua coragem e suor custeou as despesas. Mas é hora de haver um maior cuidado. Ou aquela frase de efeito “Brasil, um país de todos” é só demagogia?

  3. nathaillza disse:

    O antoniel e meu amigo eu estou em sp mais a gente estudou junto e ele é um rapaz muito esforçado, e todo o grupo merece o que está acontecendo na vida de cada um.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *