Joaquim Lopes divide o palco com Tonico Pereira em peça de Nelson Rodrigues

Anti-Nelson Rodrigues - Foto: Paprica/Divulgação

Joaquim Lopes em cena com Juliana Teixeira – Foto: Paprica/Divulgação

Do R7

A história já é velha conhecida: o mimado Oswaldinho é um herdeiro mulherengo e sem escrúpulos que faz de tudo para conquistar Joice, uma jovem suburbana, que vive com o pai viúvo. Sem receber atenção dela, o rapaz tenta “comprar” a moça.

A história central faz parte do espetáculo Anti-Nelson Rodrigues, penúltima peça do escritor, que morreu em 1980, escrita por insistência da atriz Neila Tavares. A primeira montagem, em 1974, contou com Neila, Paulo César Pereio, José Wilker e grande elenco.

Esta é a primeira vez que o espetáculo volta ao cartaz no Rio de Janeiro e fica em cartaz no CCBB, até o dia 31 de maio. A peça recebeu esse nome, pois Nelson Rodrigues acreditava que mudava seu estilo ao dar ao público um final aparentemente feliz.

Anti-Nelson Rodrigues tem direção de Bruce Gomlevsky. No elenco estão Tonico Pereira, que interpreta Simão Salim, o pai de Joice, Joaquim Lopes, no papel de Oswaldinho, Yasmin Gomlevsky, Juliana Teixeira, Rogério Freitas, Carla Cristina e Gustavo Damasceno.

Anti-Nelson Rodrigues - Foto: Paprica/Divulgação

Yasmin Gomlevsky em cena com Tonico Pereira – Foto: Paprica/Divulgação

Esta é a primeira vez que Gomlevsky dirige uma obra do grande jornalista, escritor e dramaturgo.

— A peça, apesar da leveza, continua abrigando o retrato da sordidez humana, que nunca deixa de existir na obra de Nelson, sempre universal. E quero muito, um dia, atuar em uma peça dele. A heterogeneidade dos papéis torna difícil e rica essa escalação do elenco. São atores de diversas faixas etárias e backgrounds. Mas tivemos uma grande sorte e o elenco é excepcional. O resultado é que mostramos com fidelidade esse Anti-Nelson que é extremamente carioca, extremamente brasileiro e profundamente universal.

Anti-Nelson Rodrigues
Quando: De quarta a domingo, às 19h30. Até o dia 31/5/2015
Onde: Teatro III – CCBB (r. Primeiro de Março, 66, centro. Telefone 0/xx/21 3808-2020)
Quanto: R$ 10
Duração: 70 minutos
Classificação: 14 anos

Curta a nossa página no Facebook

Leia também:

Saiba o que os atores fazem nos palcos e nos bastidores

Descubra a cultura de uma maneira leve e inteligente

Todas as notícias que você quer saber em um só lugar

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *