Cláudia Mauro enfrenta barata gigante em reestreia

Eu e Ela com Cláudia Mauro - Foto: Divulgação

Eu e Ela com Cláudia Mauro – Foto: Divulgação

Do R7

Sozinha no meio da noite, uma mulher solitária aguarda notícias do marido, monitora os passos da filha adolescente por telefone e resolve problemas do trabalho até receber uma visita inesperada: uma barata gigante. O confronto entre ela e o inseto é o mote do espetáculo Eu e Ela, com texto de estreia no teatro do escritor e jornalista Guilherme Fiúza.

— Essa história, mais do que uma comédia rasgada, é uma crônica sobre a solidão feminina. A relação das mulheres com a barata sempre me chamou atenção. É mais do que nojo e medo. É quase um fetiche ao contrário. A peça não é cabeçuda, é prosaica. O simbolismo brota da banalidade. O teatro é o mais poderoso para você arbitrar aquela situação limite e aprisionar toda a plateia naquela situação.

O espetáculo tem direção de Ernesto Picollo e mostra um divertido e angustiante encontro. Cláudia Mauro é Helena, a protagonista que fica histérica com a chegada da barata e que passa a refletir sobre o fracasso de seu casamento, a insatisfação com o emprego e consigo.

— Tive uma identificação muito rápida com a personagem e com o texto do Guilherme, que é genial! Confio nele e gosto de tudo o que ele escreve. Me sinto muito à vontade em cena. E trabalhar com o Neco [Picollo] é maravilhoso. É um diretor muito criativo, sensível, cuidadoso e com muito bom-humor. Uma pessoa que gosta de rir! Um diretor que sabe se comunicar muito bem com o público, que faz o texto chegar da melhor maneira possível. Era tudo o que eu queria e precisava nesse momento da minha vida. Me sinto preparada pra isso.

O espetáculo ganha tons nonsense com a participação especial dos atores Stella Brajterman e Andre Dale que se desdobram em papéis divertidos como o porteiro Seu Zé, os policiais acionados para exterminar o inseto e até a presença física da própria barata.

Fiúza teve a ideia do argumento em 2013 e mencionou-a casualmente numa conversa com Maitê Proença, que se tornou incentivadora do projeto e ajudou a produzi-lo. O autor contou ainda com o apoio dos diretores Moacyr Góes e Domingos de Oliveira, primeiros leitores do texto. Segundo o autor do texto, talvez tudo não fosse além de um papo doido entre amigos sem a chegada da produtora Renata Paschoal: “Ela acabou com a conversa fiada e concretizou o projeto”.

Eu e Ela
Quando: reestreia dia 29 de maio. Quinta a sábado, 21h, domingo, 20h. Até o dia 21/6/2015
Onde: Teatro Vanucci (r. Marquês de São Vicente, 52, Gávea. Rio de Janeiro. Informações: 0/xx/21 2274-7246)
Quanto: R$ 70 a R$ 80
Duração: 60 minutos
Classificação: 14 anos

Curta a nossa página no Facebook

Leia também:

Saiba o que os atores fazem nos palcos e nos bastidores

Descubra a cultura de uma maneira leve e inteligente

Todas as notícias que você quer saber em um só lugar

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *