Ator Gabriel Estrëla conta ser portador do vírus HIV e cria musical para enfrentar o preconceito

Após revelar ser portador do HIV, o ator Gabriel Estrëla vai dirigir o musical Boa Sorte, de sua autoria, para enfrentar o preconceito contra a doença - Foto: Arquivo pessoal

Após revelar ser portador do HIV, o ator Gabriel Estrëla vai dirigir o musical Boa Sorte, de sua autoria, para enfrentar o preconceito contra a doença – Foto: Arquivo pessoal

Por MIGUEL ARCANJO PRADO

Um ato de extrema coragem chamou a atenção da classe artística de Brasília e, consequentemente, merece o reconhecimento de toda a sociedade brasileira. O ator Gabriel Estrëla, de 23 anos, resolveu contar, em um texto postado em uma rede social, que é portador do vírus HIV.

Poucos artistas tiveram tamanha coragem, e Gabriel passa a estar à altura de nomes como Cazuza, que também falou abertamente sobre a contaminação pelo vírus causador da Aids.

Em conversa exclusiva com o site, Gabriel conta que as pessoas reagiram bem a seu anúncio.

“A reação tem sido a melhor possível! Se o problema era que falávamos pouco de HIV, agora vejo várias pessoas positivas ao meu lado – não pelo vírus, mas pelo apoio e carinho”, afirma.

Gabriel, que gravou vídeo na internet para explicar a doença e desmistificá-la, resolveu transformar sua história de superação no espetáculo musical Boa Sorte, escrito e dirigido por ele.

A obra promete sacudir não só a cena teatral brasiliense como também os palcos nacionais. A previsão é que estreie ainda neste segundo semestre no Distrito Federal. As audições para o elenco já estão marcadas para 14 e 15 de agosto.

O nome do espetáculo vem da música Boa Sorte, cantada por Vanessa da Mata e Ben Harper, que Gabriel ouviu justo no momento em que descobria ser soropositivo. A letra começa com o impactante verso: “É só isso, não tem mais jeito, acabou, boa sorte”.

“A expectativa é que realmente o Projeto Boa Sorte faça outras Pessoas Vivendo com HIV/Aids sentirem a Sorte que eu, graças a família e amigos amorosos e informados, senti!”, declara o ator, dramaturgo e diretor ao site.

Para tentar vaga no elenco ou colaborar com a produção basta mandar um e-mail para: [email protected]

Os bastidores do projeto também podem ser acompanhados na página do Projeto Boa Sorte no Facebook, onde Gabriel postou seu manifesto. Leia, abaixo, o texto já histórico:

Depoimento de Gabriel Estrëla, no qual ele revelou ser portador do vírus HIV, na rede social de seu musical, Boa Sorte - Foto: Reprodução

Depoimento de Gabriel Estrëla, no qual ele revelou ser portador do vírus HIV, na rede social de seu musical, Boa Sorte, emocionou a classe artística pelo ato de extrema coragem – Foto: Reprodução

Veja também os vídeos de Gabriel:

Você pode gostar...

4 Resultados

  1. mstvrlo padula disse:

    Parabens cara pela tua coragem e normalidade em tratar uma questão que diz respeito a todos nós seres vivos;pois se essa situação não nos diz respeito no agora ,poderá nos dizer no daqui há pouco.
    Convivi com amigos ou melhor irmãos que partiram vitimados por esse problema numa época em que a medicina ainda não dispunha dos recursos atuais e apesar do problema propriamente dito o pior e mais destruidor foi o desgraçado e infeliz preconceito.Sou professor/pedagogo/jornalista/dramatiurgo e escritor e estou ai naquilo que for útil. Abraço Marcelo Padula

  2. Meire disse:

    Olá Gabriel! Tudo bem?
    Sou psicóloga do Centro de Referência de DST/Aids de Campinas/SP. Vi sua entrevista no blog do jovem soropositivo e adorei! Passei para meus pacientes! Fantástica a ideia do musical. Traga para cá!!! Entre em contato comigo!
    Bjs Meire Solderac

  3. Meire disse:

    Olá Gabriel, tudo bem?
    Gostaria de saber se tem como eu conseguir aquela camiseta que vc usa na 2a entrevista com a Jout Jout, “eu falo sobre isso”.
    Aliás maravilhosa entrevista , mais uma vez trabalhei com meus pacientes que sempre se animam muito. E o musical Boa Sorte, vem para cá?
    Obrigada! Bjs
    Meire Soldera- psicóloga do CR DST/ Aids Campinas/SP

  1. julho 30, 2015

    […] depois que, no último dia 13 de julho, coincidentemente o Dia Mundial do Rock, teve uma atitude de coragem: resolveu apertar enter em um texto no qual compartilhou com o mundo que convive com o vírus HIV […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *