Rapidinhas Teatrais

Renata Calmon, que faz a personagem Lurdinha na novela Cúmplices de um Resgate, no SBT - Foto: Divulgação

Renata Calmon, que faz a personagem Lurdinha na novela Cúmplices de um Resgate, no SBT – Foto: Divulgação

Por MIGUEL ARCANJO PRADO

Satisfeita
Renata Calmon, atriz do nosso teatro paulistano, está contente da vida no elenco da novela Cúmplices de um Resgate, na qual faz a recepcionista Lurdinha Passos. A trama estreou esta semana, abalando as estruturas do ibope no SBT, com 15 pontos. Parabéns.

No forno
Mario Viana, nosso grande dramaturgo, prepara um livro que promete sacudir o teatro paulistano. Aguardemos ansiosos.

Carestia
O dramaturgo Sérgio Maggio foi à feira e voltou assustado: “Não sei se vou ao cinema ou se compro um quilo de cebola”.

Mágico promete hipnotizar o público paulistano - Foto: Divulgação

Mágico Ed Rocha promete hipnotizar o público paulistano – Foto: Divulgação

Ai, que medo!
O público que for ao Teatro Bibi Ferreira, em São Paulo, precisa estar preparado. Entre 12 de agosto e 1º de outubro, sempre às quartas, às 21h, acontece por lá o espetáculo Hipnomagic, com números de hipnose e mentalismo. O ingresso é R$ 60 a inteira e R$ 30 a meia-entrada. Com 20 anos de magia no currículo, Ed Rocha comanda as sessões que prometem impactar seu público. Não precisa desmaiar.

Trajetória
O espetáculo Hipnomagic foi criado há três anos e já teve mais de 300 sessões. Um de seus grandes charmes é colocar o público sob o holofote. Vai com roupa bonita, tá?

Cena da peça Abnegação II, que faz nova temporada em SP - Foto: Annelize Tozetto/Clix

Cena da peça Abnegação II, que faz nova temporada em SP – Foto: Annelize Tozetto/Clix

Novo endereço
O espetáculo Abenegação II – O Começo do Fim, do grupo Tablado de Arruar, está de casa nova. Fica em cartaz até 10 de setembro no Armazém Cultural SP (r. Cariris, 48, Pinheiros), com entrada a R$ 30. Estão no elenco André Capuano, Alexandra Tavares, Ligia Oliveira, Vinicius Meloni e Vitor Vieira. Vai, gente.

Crime mal resolvido
O assassinato do prefeito Celso Daniel, até hoje não explicado, é um dos fatos que inspiraram Abnegação II, escrita por Alexandre Dal Farra e dirigida por ele e Clayton Mariano. Será que eles precisam contratar guarda-costas?

Ivam Cabral, em sua sala na SP Escola de Teatro na praça Roosevelt - Foto: Bob Sousa

Ivam Cabral, em sua sala na SP Escola de Teatro na praça Roosevelt – Foto: Bob Sousa

Nordestino
Ivam Cabral, o diretor da SP Escola de Teatro que não consegue ficar quieto, passa o fim de semana em Natal a convite do grupo Clowns de Shakespeare. Participa de mesas que discutem o teatro na América Latina.

Mais um
Falando em SP Escola de Teatro, a entidade quer administrar o Teatro do antigo Hotel Hilton, aquele prédio cilíndrico em frente ao Copan e que é um dos símbolos de São Paulo. A coluna torce para que o espaço volte à ativa com tudo.

Peça Achados e Perdidos faz temporada na Funarte, em SP - Foto: Divulgação

Peça Achados e Perdidos faz temporada na Funarte, em SP – Foto: Divulgação

Participação especial
Tome nota: no dia 22 de agosto, o ator Rodrigo Sampaio substitui Anderson Galvão como o personagem Lionel na peça Achados e Perdidos, às 20h, na Funarte de São Paulo. A obra conta a história de um serial killer que mata gays. Peste.

Velho Bardo
O Projeto 39, que promete montar todos os textos de Shakespeare, segue firme e forte em São Paulo. A obra da vez é Os Dois Cavalheiros de Verona, com a Cia. da Matilde. Vai até 6 de setembro, no Teatro João Caetano (r. Borges da Lagoa, 650), com entrada a R$ 20. Kleber Montanheiro, que não consegue ficar quieto, é quem dirige a peça. Danado.

Luna Martinelli lê Clarice Lispector sob direção de Mateus Barbassa - Foto: Divulgação

Luna Martinelli lê Clarice Lispector sob direção de Mateus Barbassa – Foto: Divulgação

Viva Clarice
A atriz Luna Martinelli fará a leitura da peça Amor, com texto de Clarice Lispector, no próximo dia 13 de agosto, 20h30, no Sesc Ribeirão Preto, interior de São Paulo. A adaptação e a direção são assinadas por Mateus Barbassa. Depois, tem bate-papo com a especialista em literatura Lucília Maria Abrahão e Sousa. Coisa boa.

A atriz Marilice Cosenza: de Lisbela e o Prisioneiro para Raia 30 - O Musical - Foto: Divulgação

A atriz Marilice Cosenza: de Lisbela e o Prisioneiro para Raia 30 – O Musical – Foto: Caio Gallucci/Divulgação

Troca troca
Como Marilice Cosenza foi convocada por Claudia Raia para fazer Raia 30 – O Musical, ela precisou deixar o elenco da temporada carioca de Lisbela e o Prisioneiro, em cartaz no Theatro NET Rio, até o fim do mês. Agora, quem faz Inaura, que era o papel de Marilice, é a atriz Millene Ramalho. A personagem está em boas mãos.

Cena da peça Orgia no parque Trianon, em São Paulo - Foto: Vitor Vieira/Divulgação

Cena da peça Orgia no parque Trianon, em São Paulo – Foto: Vitor Vieira/Divulgação

Sexo no parque
Está dando o que falar a peça Orgia ou de Como os Corpos Podem Substituir as Ideias, apresentada no parque Trianon, em São Paulo. A peça do Teatro Kunyn foi prorrogada até o dia 30 de agosto.

Farra no Recife
O texto da peça é inspirado no livro Orgia: Os Diários de Tulio Carella, Recife 1960, no qual o autor argentino conta sua agitada vida sexual em Pernambuco. A trupe promete que os espectadores da obra mergulham em uma jornada sensorial. Vai ter gente bem animadinha.

Reserva pra mim?
Com Orgia só é apresentada para um seleto grupo de 21 espectadores privilegiados, é preciso fazer reserva por telefone para assistir. A coluna descobriu o número. 11 94151-3055. Anotou direitinho?

Audições abertas
Atores e atrizes que cantam e tocam instrumentos podem se candidatar para o musical Boa Sorte, que será montado em Brasília. As audições acontecem na Capital Federal nos dias 14 e 15 de agosto. Currículos com foto pelo e-mail: [email protected] O projeto tem direção de Gabriel Estrëla, ator que contou ser portador do HIV e que vai abordar o tema no espetáculo.

Audições abertas 2
O musical Disney in Concert busca atores que tenham excelente técnica vocal, homens e mulheres, entre 18 e 40 anos, em São Paulo. Currículo e foto por email: [email protected] Boa sorte.

Phedra D. Córdoba: ela quer prorrogar Phedra por Phedra - Foto: Bob Sousa

Phedra D. Córdoba: público pediu e show Phedra por Phedra volta nos Parlapatões – Foto: Bob Sousa

Não me deixe só
O público pediu, e Phedra D. Córdoba vai manter seu show Phedra por Phedra. Após encerrar com glória temporada no Estação Satyros na última quarta (5), o espetáculo dirigido por Robson Catalunha volta ao cartaz em setembro no Espaço dos Parlapatões, na mesma praça Roosevelt, da qual ela é diva absoluta. Ainda bem.

Rei do rádio
Carlos Moreno, o eterno Garoto Bombril, pede para a coluna avisar que sua peça Florilégio Musical II – Nas Ondas do Rádio só fica em cartaz no Teatro MuBE Nova Cultural até 30 de agosto. A obra traz canções das décadas de 30, 40 e 50 do século passado. Pura nostalgia.

Tempos modernos: Valmir Martins em pose roqueira com sua avó - Foto: Divulgação

Tempos modernos: Valmir Martins em pose roqueira com sua avó – Foto: Divulgação

Encontro de gerações
O ator Valmir Martins fez foto pra lá de divertida e com ar roqueiro com sua avó. Foi um sucesso na família, é claro.

Me dá um dinheiro aí
O Teatro Kaus faz campanha para montar a peça Hysterica Passio, de Angélica Liddell (aquela que causou rebuliço em São Paulo com ativistas dos animais porque contracenava com um cavalo). Ajuda, gente.

Me dá um dinheiro aí 2
A turma do filme Cabo Polônio – O Lugar Onde se Perdem as Coisas, capitaneado pela dupla Laerte Késsimos e Raoni Reis, também faz campanha para arrecadar grana e rodar o longa no Uruguai.

Peça Frida e Diego está de volta no Teatro J. Safra, em SP - Foto: Divulgação

Peça Frida y Diego está de volta no Teatro J. Safra, em SP – Foto: Divulgação

Centenária
A peça Frida y Diego volta a São Paulo neste sábado (8), no Teatro J. Safra, dia em que celebra sua centésima sessão.

Dupla mexicana
Leona Cavalli é Frida Kahlo e José Rubens Chachá é Diego Rivera. A obra, dirigida por Eduardo Figueiredo, conta a vida do mais importante casal das artes plásticas mexicanas. O texto é de ninguém menos do que Maria Adelaide Amaral. Poderosa.

Sandra Modesto e Marcos Felipe: bebê chega a qualquer hora - Foto: Divulgação

Sandra Modesto e Marcos Felipe: bebê pode chegar a qualquer hora – Foto: Divulgação

Bebê a bordo
Olha aí, que linda, a atriz Sandra Modesto, gravidíssima do também ator Marcos Felipe, ambos da Cia. Mugunzá.

De volta
Falando neles, a Cia. Mugunzá, que fez sucesso retumbante com a peça Luis Antonio – Gabriela, estreia o espetáculo Poema Suspenso para uma Cidade em Queda nesta sexta (7), no Sesc Santo Amaro, em São Paulo. A direção é de Luiz Fernando Marques, o Lubi do Grupo XIX de Teatro. Ficam até o fim do mês de agosto, de quinta a domingo.

Revista do Samba faz show no Oficina neste sábado (8) - Foto: Lailson Santos/Divulgação

Revista do Samba faz show no Oficina neste sábado (8) – Foto: Lailson Santos/Divulgação

Música urbana
O projeto Das Bandas do Oficina, no Teat(r)o Oficina, tem dose dupla neste fim de semana. No sábado (8), tem Revista do Samba + Vitor da Trindade, a partir das 19h. Já no domingo (9), às 18h, tem Céllia Nascimento, Filipe Massumi y Carina Iglecias, Suzana Salles e Pepê Mata Machado. Vai ser um arraso.

Flávia Garrafa - Foto: Lila Batista/Divulgação

Flávia Garrafa faz sucesso com o monólogo divertido Fale Mais sobre Isso, em São Paulo – Foto: Lila Batista/Divulgação

Está indo bem
A atriz Flávia Garrafa está rindo à toa com o sucesso da temporada da peça Fale Mais sobre Isso no Teatro da Livraria da Vila do Shopping JK Iguatemi, em São Paulo. Fica por lá até 27 de setembro. Sábado, 20h, e domingo, 18h. Estão todos convidados.

Dupla função
Flávia Garrafa, que também é formada em psicologia, vive uma terapeuta na obra. “O espetáculo faz com que os espectadores se identifiquem com ela e com os pacientes. Afinal, somos todos humanos, ansiamos por mudanças e um ótimo jeito de começar a mudar é rir de si mesmo”, filosofa.

Vinícius Ferreira e Chico Sant'Anna na peça Noctiluzes - Foto: Diego Bressani/Divulgação

Vinícius Ferreira e Chico Sant’Anna na peça Noctiluzes – Foto: Diego Bressani/Divulgação

Está acabando
A peça Noctiluzes, da Cia Plágio de Teatro, de Brasília, encerra temporada paulistana no Teatro Pequeno Ato. Ainda tem esta sexta (7), sábado (8) e domingo (9), sempre às 20h. Corre.

Hermano por perto
Noctiluzes tem texto do dramaturgo argentino Santiago Serrano, que fez a peça especialmente para a trupe do Distrito Federal dirigida por Sérgio Sartório. Além de Sérgio, estão no elenco Chico Sant’Anna e Vinícius Ferreira, todos atores tarimbados da cena brasiliense. No enredo, três desconhecidos se encontram numa madrugada. O que será que acontece?

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *