Veja quem ganhou Kikito no 43º Festival de Cinema de Gramado

Gilda Nomacce recebe o Kikito em nome de Chico Teixeira, por Ausência - Foto: Edison Vara/Agência PressPhoto

Gilda Nomacce recebe o Kikito em nome de Chico Teixeira, por Ausência – Foto: Edison Vara/Agência PressPhoto

Por MIGUEL ARCANJO PRADO

O filme Ausência, de Chico Teixeira, foi o grande vencedor do 43º Festival de Cinema de Gramado. Foram quatro Kikitos, entre eles melhor filme e diretor. Como Chico não pode ir ao festival, quem recebeu os troféus em seu lugar foi a atriz de seu filme, Gilda Nomacce. Veja, abaixo, a lista completa dos ganhadores.

Curta-metragem brasileiro

Melhor Desenho de Som: Tiago Bello, por “O Teto Sobre Nós”

Melhor Trilha Musical: Felipe Junqueira e Samuel Ferrari, por “Miss & Grubs”

Melhor Direção de Arte: Welton Santos, por “Miss & Grubs”

Melhor Montagem: Chico Lacerda, por “Virgindade”

Melhor Fotografia: Arno Schuh, por “O Corpo”

Melhor Roteiro: Tiago Vieira e Fabrício Ide, por “Quando parei de me preocupar com canalhas”

Melhor Atriz: Giuliana Maria, por “Herói”

Melhor Ator: Matheus Nachtergaele, por “Quando parei de me preocupar com canalhas”

Prêmio Especial do Júri: “Haram”

Melhor Filme Júri Popular: “Bá”, de Leandro Tadashi

Melhor Diretor: Bruno Carboni, por “O Teto Sobre Nós”

Melhor Filme: “O Corpo”, de Lucas Cassales

Prêmio Canal Brasil: “Dá Licença de Contar”, de Pedro Serrano

Júri da Crítica – Curta-Metragem: “Dá Licença de Contar”, de Pedro Serrano

Equipe do filme argentino La Salada celebra o Kikito de melhor filme pelo público - Foto: Cleiton Thiele/Agência PressPhoto

Equipe do filme argentino La Salada celebra o Kikito de melhor filme pelo público – Foto: Cleiton Thiele/Agência PressPhoto

Longas estrangeiros

Melhor Fotografia: Nicolas Ordoñez, por “Venecia”

Melhor Atriz: Claudia Muñiz, Marianela Pupo e Maribel García Garzón, por “Venecia”

Melhor Roteiro: Carlos Armella, por “En La Estancia”

Melhor Ator: Gilberto Barraza, por “En La Estancia”

Melhor Filme Júri Popular: “Ella”, de Libia Stella Gómez

Melhor Diretor: Kiki Alvarez, por Venecia

Melhor Filme: “La Salada”, de Juan Martin Hsu

Prêmio Dom Quixote: “En La Estancia”, de Carlos Armella

Júri da Crítica – Longa Estrangeiro: “La Salada” de Juan Martin Hsu

Mariana Ximenes recebe de Ivaini Bardi, representante do Banrisul, o prêmio de Melhor Atriz - Foto: Edison Vara/Agência PressPhoto

Mariana Ximenes recebe de Ivaini Bardi, representante do Banrisul, o prêmio de Melhor Atriz – Foto: Edison Vara/Agência PressPhoto

Longas Brasileiros

Melhor Desenho de Som: “Ponto Zero”

Melhor Atriz Coadjuvante: Fernanda Rocha, por “O Último Cine Drive-In”

Melhor Ator Coadjuvante: Otavio Muller, por “Um Homem Só”

Melhor Trilha Musical: Alexandre Kassin, por “Ausência”

Melhor Direção de Arte: Maíra Carvalho, por “O Último Cine Drive-In”

Melhor Montagem: Frederico Brioni, por “Ponto Zero”

Melhor Fotografia: Adrian Tejido, por “Um Homem Só”

Melhor Roteiro: Chico Teixeira, César Turim e Sabina Anzuategui, por “Ausência”

Melhor Atriz: Mariana Ximenes, por “Um Homem Só”

Melhor Ator: Breno Nina, por “O Último Cine Drive-In”

Melhor Filme Júri Popular: “O Outro Lado do Paraíso”, por André Ristum

Melhor Diretor: Chico Teixeira, por “Ausência”

Melhor Filme: “Ausência”, de Chico Teixeira

Júri da Crítica – Longa Brasileiro: “O Último Cine Drive-In”, de Iberê Carvalho

Breno Nina recebe  o prêmio de Melhor Ator, pelo filme O Último Cine Drive-in - Foto: Edison Vara/Agência PressPhoto

Breno Nina recebe o prêmio de Melhor Ator, pelo filme O Último Cine Drive-in – Foto: Edison Vara/Agência PressPhoto

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *